Mais uma edição da Campus Party chegou ao fim. O evento possibilita uma experiência tecnológica do mundo nas áreas de: Inovação, Criatividade, Ciência, Empreendedorismo e Entretenimento Digital. Tudo começou em 2008, com 3300 campuseiros (como são chamados os participantes) e contou com 8000 pessoas, em 2016. Este ano, algumas atrações se destacaram, como os talks […]

Mais uma edição da Campus Party chegou ao fim. O evento possibilita uma experiência tecnológica do mundo nas áreas de: Inovação, Criatividade, Ciência, Empreendedorismo e Entretenimento Digital. Tudo começou em 2008, com 3300 campuseiros (como são chamados os participantes) e contou com 8000 pessoas, em 2016.
Este ano, algumas atrações se destacaram, como os talks “Make something you love”, sobre design, multimídia e criatividade, com Laura Lessa; “O mundo real de volta ao relacionamento online. Happn”,  sobre relacionamentos e plataformas virtuais, com Marie Cosnard; “Cartoon Network e o universo digital”, sobre marketing e redes sociais, com Artur Tilieri e o talk sobre empreendedorismo com Ricardo Fornari.

Ao todo, foram mais de 400 atrações, entre workshops, desafios e conferências. Sem contar todos os debates e a troca de experiência que é feita nos cinco dias de imersão neste universo, convivendo com os aficionados por tecnologia.

Confira o depoimento do nosso colaborador, Sinesio Bittencourt, que vivenciou tudo isso de perto, viajando, acampando, participando das palestras e minicursos:
“A maior e mais diversificada feira de tecnologia e internet do Brasil, foi realizada entre os dias 26 a 30 deste mês no Pavilhão de Exposições do Anhembi, São Paulo.

Fonte: Campus Party Brasil / Flickr

Os campuseiros esgotaram os ingressos rapidamente e acamparam em peso por lá. Os maiores destaques deste ano foram na área da robótica e das impressoras a laser e 3D, seguindo o tema do evento deste ano, Feel the Future.
Nos 8 palcos da CPBR9, aconteceram palestras para as mais variadas áreas da tecnologia, dando destaque para Inovação e Ciências, com seus cursos de robótica e segurança de redes.
Numa análise geral, a Campus Party 2016 foi excelente, com ótimas palestras e cursos, numa infraestrutura fantástica, tendo apenas 2 pontos negativos: o resfriamento ineficiente, pois o calor atrapalhou um bocado dentro do pavilhão e os altos preços dos alimentos e bebidas.”
Vale lembrar que nós cobrimos o evento através do nosso perfil no Instagram e no Twitter, confere lá 😉 E aí, conta para gente: o que achou da Campus esse ano?