A comunicação com o usuário está cada vez mais estreita, por isso investir em ferramentas como o chatbot é essencial para o crescimento.

Você já percebeu que a tecnologia assumiu várias funções no nosso dia a dia? No ambiente corporativo, não é diferente. As marcas estão cada vez mais próximas do consumidor, procurando por ferramentas que tornem o relacionamento e a comunicação com ele mais efetiva, como o uso de chatbot nos sites e aplicativos.

Com um software que simula uma conversa pelo chat, prevendo e direcionando as perguntas e respostas do usuário, você, empreendedor, consegue automatizar o primeiro contato do consumidor. Dessa forma, é possível sanar as dúvidas mais frequentes no primeiro contato, sem precisar encaminhar para o atendimento.

Ficou interessado em entender melhor o que é chatbot e como ele pode otimizar a comunicação da sua marca com os seus clientes? Então, continue lendo este conteúdo. Aqui iremos explicar melhor como criar e implementar esse atendimento robotizado. Saiba mais!

Chatbot e outras tendências para acompanhar

A inteligência artificial já não é algo do futuro, a prova disso é o uso de chatbots. Como uma forma de se comunicar cada vez mais inclusiva, sem viés de gênero ou qualquer modo de exclusão de grupos, essas simulações de conversas reais são uma das tendências para 2021.

Sendo possível colocá-los em prática em conjunto com o Processamento de Linguagem Natural, você pode configurar o robô para que ele tenha uma linguagem específica que condiz com o perfil dos seus clientes.

Outra tendência desse software é o seu uso interno na empresa. Ou seja, realizando emissões de documentos e marcação de férias ou auxiliando o funcionário a entender as políticas da empresa.

Nesse contexto, entender como criar um chatbot é uma oportunidade de ampliar seu portfólio de serviços, consequentemente ampliando sua receita. Mas vale lembrar que o seu cliente pode não conhecer essa tendência, por isso é importante explicar como ela funciona e apresentar todas as suas possibilidades de uso.

Como planejar um chatbot eficiente?

Mesmo entendendo para que serve o chatbot, ainda existem dúvidas sobre como é feita a simulação. Para entender esse processo, o primeiro passo é compreender que as respostas são pré-programadas, ou seja, o programa recorre a uma base de informações e seleciona as frases mais adequadas para interagir com o usuário. 

Embora desenvolver um chatbot não seja algo muito complexo, é imprescindível planejar cada uma das etapas do projeto. Assim, veja a seguir como é feita essa configuração.

A criação de personas

A construção de um chatbot começa por sua personalidade, ou seja, uma persona para representar a marca. Para isso, imagine como ele vai conversar com o público, se será engraçado ou se usará emojis, por exemplo. 

Com as informações reunidas sobre o usuário, configure o chatbot imaginando como ele irá se comportar numa conversa, se a interação será mais objetiva ou complexa e qual linguagem será usada. Tudo isso é importante para uma simulação eficiente e focada em proporcionar uma experiência positiva ao usuário.

A elaboração do conteúdo

O conteúdo é um fator essencial para entender como configurar o chatbot para um site ou aplicativo. Mas, como o robô interage com o usuário em nome de uma marca, ele precisa ser “capacitado”. 

O conteúdo é determinante para que o assistente virtual responda de forma correta e estratégica, direcionando os usuários a informações relevantes, que contextualizam a conversa. Portanto, crie um amplo acervo de perguntas e respostas para abastecer o programa com muita informação.

O desenvolvimento do chatbot

Existem diversas possibilidades de uso desse assistente virtual, desde o agendamento de consultas e atendimentos até a ação de tirar dúvidas para os usuários. Mas onde colocá-lo?

Essa tecnologia pode ser integrada a sites, redes sociais e aplicativos de mensagens, como o chatbot para WhatsApp ou Skype. Alguns APIs (Interface de Programação de Aplicações) podem dialogar diretamente com essas plataformas, facilitando na hora da instalação.

O monitoramento da estratégia

Assim que o assistente virtual estiver desenvolvido e integrado, o próximo passo é monitorar o seu funcionamento. Acompanhe o desempenho da ferramenta e identifique melhorias, tanto na parte de programação quanto em relação ao conteúdo. 

Lembre-se de que a opinião do usuário é importante, por isso ofereça a opção de feedback ao seu cliente para entender a qualidade do atendimento. Além disso, verifique quão satisfeitos os consumidores estão com a comunicação automatizada.

Conte com a HostGator para sanar suas dúvidas

Não deixe de desenvolver o seu site! No blog da HostGator, você encontra diversos conteúdos para tirar todas as suas dúvidas e entender melhor esse universo.

Acesse e confira um de nossos conteúdos sobre como melhorar a experiência do usuário em um site