Quer saber como montar um plano de negócio para restaurante? Neste artigo, você encontra os principais pontos necessários para criar o seu. Veja agora!

Experimente ouvir o conteúdo do post!

Muitas pessoas têm o sonho de ter o próprio restaurante e fazer sucesso encantando os clientes com pratos deliciosos, mas nunca fizeram um plano de negócio para restaurante.

Infelizmente, não basta ser um chef de mão-cheia para ter um negócio lucrativo. Afinal, os bons resultados do restaurante estão intimamente ligados à capacidade de administração.

O mercado está cada vez mais competitivo, e, para sobreviver, é preciso planejar muito bem cada etapa do processo. E é aí que surge a necessidade do plano de negócios, um documento com descrições sobre os objetivos do seu empreendimento e o que você deve fazer para alcançá-los. 

Neste artigo, você vai descobrir por que um plano de negócio para restaurante é a receita que você precisa seguir à risca para ter sucesso.

Tópicos abordados neste artigo

Por que ter um plano de negócio para restaurante?

Como fazer um plano de negócio para restaurante?

  • Crie o esboço do seu plano de negócios 
  • Pesquise o mercado e a concorrência
  • Defina o conceito e os atributos de marca
  • Crie o conceito do menu
  • Faça uma análise financeira
  • Analise e avalie o plano
  • Escreva o sumário executivo

Por que ter um plano de negócio para restaurante?

Segundo dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), apesar do setor de alimentação fora de casa ser um ramo promissor do mercado, 35% dos estabelecimentos abrem falência em dois anos. 

Isso ocorre porque muitos empreendedores subestimam o planejamento e o conhecimento de pontos positivos e negativos desse ramo. 

Assim, é fácil entender que você terá muitos benefícios ao criar seu plano de negócio para restaurante. Logo de cara, ele serve para organizar todas as informações da sua ideia empreendedora, além de revelar quais os investimentos devem ser priorizados e em quais áreas você deve cortar custos

Outro ponto é que, se for necessário fazer um financiamento, o plano de negócio está na lista dos documentos exigidos pelos bancos

Como fazer um plano de negócio para restaurante?

O plano de negócios será o roteiro a partir do qual seu restaurante vai se desenvolver. Esse documento vai provar a viabilidade do seu conceito para potenciais investidores e fornecer-lhes uma resposta clara e envolvente à pergunta: “por que o mundo precisa desse restaurante?”.

Basicamente, o objetivo de um plano de negócios é mostrar que você fez sua lição de casa. Confira abaixo os passos necessários de como fazer um plano de negócio para restaurante!

Crie o esboço do plano

Antes de começar seu plano de negócio para restaurante, saiba qual é seu objetivo, ou seja, tudo o que esse documento deverá responder. Busque exemplos de planos de bares e restaurantes para você se basear, dado que referências ajudam bastante nessa etapa.

O esboço do seu plano de negócios vai dar mais certeza sobre áreas que precisam ser trabalhadas, como: 

  • Análise de mercado;
  • Atributos de conceito e marca;
  • Desenvolvimento do menu;
  • Análise financeira;
  • Avaliação do plano,
  • Sumário executivo.

Pesquise o mercado e a concorrência

O objetivo aqui é provar que seu conceito é diferenciado no segmento que você escolheu. Para tal, você também deve descobrir mais sobre seu público-alvo nessa fase. Esse aspecto é essencial porque, ao conhecer o perfil dos seus clientes em potencial, você tomará decisões com muito mais assertividade. 

Inclusive, no ramo alimentício, o delivery vem se consolidando cada vez mais. Desse modo, vale a pena pesquisar sobre esse serviço, que muito provavelmente seu restaurante deverá oferecer. 

Além do mais, durante sua pesquisa, com certeza, vão surgir ótimas ideias para você acrescentar ao seu projeto. 

  • Verifique se seus serviços e preços têm algum diferencial competitivo que destaque seu restaurante dentre os concorrentes diretos. 
  • Veja se consegue descobrir alguma oportunidade de mercado que ainda não foi explorada. 
  • Leia comentários de clientes na internet para entender melhor o que o público deseja e o que não gosta.
  • Pesquise e procure conhecer o máximo possível sobre o ramo dos restaurantes. 
  • Converse com outros empresários, use internet, jornais e livros e participe de feiras de negócios. Informação é a palavra-chave do bom plano de negócios. 

Faça essa etapa com toda a atenção e anote os insights. Aliás, você pode usar ferramentas de gerenciamento estratégico para te ajudar, como o Canvas de Modelo de Negócio

Defina o conceito e os atributos de marca

Logo em seguida, é o momento de você descrever em detalhes como será o conceito do seu restaurante, nome, localização, decoração e design geral do projeto. Se já tiver alguma imagem em 3D do projeto ou a planta, aqui é o lugar de colocá-la.

Sua marca precisa se destacar da concorrência, ter uma identidade própria e ser humanizada. Tudo isso é definido quando você faz uma boa arquitetura de marca e vai ajudar em muitas decisões que você vai precisar tomar em relação à comunicação geral e ao marketing para seu restaurante

Inclusive, pensar em estratégias de marketing digital é fundamental. Além do mais, a criação de site e páginas em redes sociais é um passo básico com o qual você deve se preocupar para divulgar e manter o relacionamento com os clientes. 

Assim, quando você já tiver decidido o nome do seu restaurante, não se esqueça de pesquisar se ele não é usado por outras pessoas. Caso não, garanta o domínio para seu site.

Crie o conceito do menu

Saiba que definir o menu é uma das etapas mais estratégicas na hora de criar um plano de negócio para seu restaurante. 

Quando você desenvolve o conceito do menu, fica mais fácil equilibrar a autenticidade desse conceito com a viabilidade, a execução e os custos.

Por isso, é importante ter uma ideia bem fundamentada da lucratividade potencial do restaurante, e o menu que será servido impacta diretamente nisso.

Faça uma análise financeira

Talvez esta seja a parte mais importante na criação de qualquer tipo de plano de negócios. Se o conceito não for viável financeiramente, todas as outras áreas não existirão. 

É justamente aqui que muitos restaurantes falham, seja por falta de capital ou de previsão de gastos. Assim, fazer uma boa estimativa de custos vai ajudar você a não correr o risco de sofrer com esse problema.

Caso não tenha experiência suficiente na área, contrate alguém para fazer essa parte. Aliás, a análise financeira deve conter:

  • Análise de equilíbrio do fluxo de caixa;
  • Projeções de caixa durante a abertura;
  • Orçamento de capital,
  • Projeções operacionais de cinco anos.

A conclusão dessa análise ajudará a explorar completamente os aspectos financeiros do seu conceito proposto. Quando você for apresentar seu plano a um potencial investidor ou credor, essa será a parte pela qual ele mais se interessará. 

Analise e avalie o plano

Antes de finalizar seu plano, é hora de fazer uma análise de cenários. Basicamente, consiste em você descrever situações favoráveis e desfavoráveis ao plano que você construiu. Isso vai ajudá-lo a criar “planos B” para eventuais adversidades. 

Depois, faça uma avaliação geral do plano, ou seja, uma espécie de autocrítica. Você consegue visualizar seu negócio por meio dele? Está seguro em relação às perguntas e às respostas que ele fornece? Se sim, ótimo. Caso contrário, talvez seja o momento de melhorar alguns dos passos anteriores. Se nem mesmo você entende seu plano, outras pessoas também não entenderão.  

Escreva o sumário executivo

Ele é uma versão reduzida do plano, um resumo de tudo que você fez nos passos anteriores. Sendo assim, apesar de ser o último a ser executado, ele aparece logo no início do seu plano de negócio para restaurante.

O sumário executivo é importante para dar uma visão geral, principalmente para atrair investidores ou fazer um financiamento. Ele deve conter pelo menos:

  • O que é o negócio e os diferenciais competitivos; 
  • Forma jurídica;
  • Missão, visão e valores;
  • Dados dos empreendedores;
  • Características do público-alvo do restaurante,
  • Indicadores financeiros — fontes de recursos.

Ofereça uma visão geral da indústria no momento atual e como seu restaurante vai se posicionar em relação às tendências futuras. Forneça também uma ideia dos investimentos necessários no projeto e algumas projeções de longo prazo.

Viu como dividir o plano de negócios em um esboço e seções definidas facilita o trabalho e deixa uma tarefa intimidadora mais simples?

Criar um plano de negócio para seu restaurante evita que você cometa muitos erros e perca dinheiro. Além de ajudá-lo a conseguir financiamentos e aumentar suas chances de sucesso.Depois de aprender como criar um plano de negócio para restaurante, a próxima etapa é aprender a criar um site para atrair mais clientes. Inscreva-se gratuitamente no curso Meu Site WordPress no Ar e inicie seu projeto! Veja outras dicas de como tirar fotos apetitosas e como impulsionar seu restaurante usando o Google Meu Negócio.

E aí, gostou deste conteúdo? Conte para a gente o que achou destas dicas! Assine a nossa newsletter para não perder nenhum conteúdo publicado aqui no blog da HostGator.