Confira todas as informações sobre como iniciar suas campanhas de mídia paga no Google Ads.

A forma como anunciar no google ads pode ser a grande diferença entre uma estratégia bem sucedida de marketing digital – ou não.  Anteriormente conhecido como Google Adwords, o Google Ads é a maior plataforma de publicidade online do mundo e já está no mercado há mais de 20 anos.

Quando um usuário pesquisa “hospedagem” como termo no mecanismo de busca do Google, os primeiros resultados que aparecem para ele possuem uma identificação que o caracterizam como “anúncio”. É esse o funcionamento do Google Ads. 

Com ele, o Google foi capaz de ampliar a receita e desenvolver uma forma de criar campanhas online de publicidade. Somente em 2018, a plataforma foi responsável por movimentar mais de U$ 335 bilhões em anúncios de acordo com um relatório de impacto econômico da Google Customer Solutions.

Atualmente, o Google Ads é uma ferramenta muito valiosa para as empresas que querem alcançar mais clientes e gerar mais receita. Por isso, neste artigo você irá aprender como fazer anúncio no google ads!

A História do Google Ads

O boom da publicidade online aconteceu nos últimos 10 anos, mas o Google Ads já existe desde 2001. Naquele ano, o então chamado Google Adwords chamou a atenção de 350 empresas, que decidiram apostar na publicidade online. O resultado foi tão bom que em 15 anos, a carteira de clientes do Google Ads ultrapassou 1 milhão de empresas!

A aposta do Google foi tão certa que, atualmente, os anúncios são a principal fonte de receita da empresa. No primeiro trimestre de 2018, o Google teve lucro de U$27 bilhões. Destes, cerca de U$24 bilhões foram de anúncios, de acordo com dados da Investopedia,16 bilhões. 

Para movimentar a economia de anúncios, a plataforma utiliza os anúncios do sistema de busca, da rede de display, anúncios no Youtube, no Google Maps e em outros serviços da empresa. Por isso, se você, como empreendedor, está pensando em investir nesse mercado para expandir o seu negócio, saiba que há muitas opções disponíveis. 

Criação de um anúncio no Googles Ads

Se você quer saber como divulgar no Google Ads o seu primeiro anúncio, é necessário entender como funciona o leilão do Google, sim…um leilão! O Google Ads funciona como um leilão em que não é apenas o seu lance que importa no resultado. 

A qualidade e a relevância dos seus anúncios também são considerados. Na prática, isso significa que para anunciar no Google Ads não é apenas o investimento que importa. Assim, o jogo é igual para todos!

Lembra que falamos do termo “hospedagem” no começo deste anúncio. Para divulgar um anúncio online, a HostGator deve fazer uma lista de todas as palavras-chave que importam para o negócio. Além de hospedagem, os termos podem ser domínio, marketing e assim por diante. 

Com essa lista em mente, os empreendedores fazem lances pelas palavras que mais se adequam às suas necessidades. Um lance significa quanto o empreendedor está disposto a pagar a cada vez que um usuário clicar naquela palavra-chave. É daí que vem o termo “publicidade paga por clique”.

Agora que você sabe um pouco mais sobre como funciona o google ads, chegou a hora de criar a sua primeira campanha. Vamos lá?

Configuração da conta

Se você quer saber como usar o google ads, precisará de uma conta do Google. Caso você já tenha uma, é só acessar https://ads.google.com. Se você ainda não tiver, acesse https://mail.google.com/mail/ e faça uma. O ponto de atenção aqui é que não é possível utilizar uma conta google que já tenha sido usada antes no Ads. Se for o seu caso, o recomendado é fazer um novo login. 

Registro e de forma de pagamento

Depois de fazer a conta do google, chegou a hora de registrar seus dados cadastrais no Ads. Essa etapa é importante pois quando tratamos de anúncios, tratamos também de dinheiro. Então, você precisará registrar o nome da empresa, endereço do website e inserir a forma de pagamento. 

O ideal é que as formas de pagamento fiquem do jeito que você precisa para poder operar os anúncios do seu negócio: Há duas opções: boleto e cartão de crédito. Após isso, você precisará escolher entre o sistema pré-pago ou o pós-pago.

No primeiro caso, você faz uma “compra” que servirá como crédito. Conforme você vai publicando anúncios, aquele crédito vai sendo descontado e, quando eles esgotarem, basta comprar mais créditos. No segundo caso, você será cobrado de maneira automática como qualquer outra compra no seu cartão de crédito – e esse montante será renovado sempre no teto de R$2 mil. 

Determinação das palavras-chave

O melhor portfólio de palavras-chave pode não servir para nada se você não possuir uma estratégia de página de destino. Por isso, antes de escolher as palavras-chave da campanha, confira se a página de destino do anúncio (pode ser o site da sua empresa ou uma landing page!) estão otimizadas e prontas para operar!

Um site normalmente possui diversas palavras e frases básicas que descrevem sua empresa. A revisão do layout do site também ajudará a identificar os principais temas e pode ajudar a direcionar a estrutura de suas campanhas.

Com isso dito, vamos falar sobre as palavras-chave, base de uma campanha de pagamento por clique. Se você está em dúvida sobre como determinar as suas, uma dica é: palavras-chave são as palavras ou frases que seus clientes usariam ao pesquisar seu produto ou serviço. 

Vamos supor que você seja um cliente HostGator, quando você digita “hospedagem de site”ou “criação de site” no Google, a intenção é que seja mostrado um anúncio da HostGator para você. Existem algumas áreas principais que são úteis quando você começa a construir seu portfólio de palavras-chave. 

  • Ferramentas de pesquisa de palavras-chave: o objetivo é ajudar a expandir a lista de palavras principais obtidas no site, indicando informações sobre o volume de busca daquela palavra-chave, concorrência e lance inicial. 
  • Cliente: coloque-se no lugar do cliente! Se o seu cliente fosse buscar o seu negócio na internet. Como ele descreveria seu produto ou serviço? 
  • Termos da marca: vale a pena aparecer tanto em termos pagos quanto orgânicos nas palavras-chave de sua marca.

Como você já sabe, as palavras-chave são as principais ferramentas de busca no Google. Quando fazemos uma pesquisa, como “hospedagem de site”, o motor de busca faz uma leitura dos sites e entrega as páginas que melhor correspondem à pesquisa. Com os anúncios é a mesma coisa.

Portanto, se uma hospedagem de sites, como a HostGator, quiser fazer anúncios no Google, ela pode escolher palavras como: hospedagem de sites, domínio e hospedagem, hospedagem de sites no Brasil.

O ideal é desenvolver uma lista de palavras-chaves e priorizar aquelas que dialogam com seu negócio e representam um bom custo-benefício. Assim, a precisão do anúncio será melhor! Uma outra dica é adicionar palavras-chave negativas, pois elas podem economizar seu investimento. Esse grupo dirá ao Google Ads para não exibir seus anúncios para pessoas que pesquisarem o termo x ou y.

Podem ser produtos ou marcas que você não vende, lojas concorrentes, consultas mais informativas e etc. Ao selecionar as palavras negativas, o sistema não irá veicular o anúncio em pesquisas relacionadas com esses termos, o que otimiza o investimento. Para dar um exemplo prático, no caso da HostGator o termo precisa ser “hospedagem de site” e não apenas “hospedagem”. Muito provavelmente quando um cliente digita “hospedagem” no campo de busca do Google, ele está procurando um hotel ou pousada e não uma hospedagem de site, certo?

Para otimizar ainda mais, não se esqueça de usar o Keyword Planner, dentro do próprio Ads! Como ele, é possível ampliar seu conhecimento sobre as palavras-chave e entender mais sobre a sua relevância. Usar o Google Trends (ferramenta que analisa o volume de pesquisa de diferentes assuntos) também ajuda muito nesta etapa.

As palavras-chave respeitam alguns critérios de correspondência: correspondência ampla, correspondência ampla modificada, correspondência de frase e correspondência exata. Abaixo, vamos explicar com mais detalhes cada um desses critérios. 

Correspondência ampla

É o tipo de correspondência padrão e que atinge o maior público. Quando você utiliza esse critério, o seu anúncio estará qualificado para ser exibido sempre que o usuário pesquisar a palavra-chave em qualquer ordem.

Em outras palavras, a concorrência ampla engloba a palavra chave e algumas variações, como plural, erros de digitação e erros gramaticais Por exemplo: a palavra-chave “roupa masculina” pode ser ativada se o usuário pesquisar “comprar camisa para homem”.

Correspondência ampla modificada

A palavra era ativada quando o termo pesquisado contém as palavras marcadas com um sinal de adição. Por exemplo: a palavra-chave “+carro +usado” será ativada em buscas como “onde comprar carro usado” e “carros usados em campinas”. No entanto, o Google desativou essa opção em 18 de fevereiro de 2021.

De acordo com o artigo de ajuda do Google, “com essas melhorias, você pode alcançar as pesquisas que quiser apenas usando a correspondência de frase, sem se preocupar com as pesquisas indesejadas”. 

Correspondência de frase

Esse tipo oferece a versatilidade da correspondência ampla, mas com um nível maior de controle. Assim, o seu anúncio será exibido quando um usuário pesquisa a palavra-chave na ordem exata em que você inserir, mas podendo haver outras palavras antes ou depois do termo.

De modo geral, a palavra será ativada quando corresponder a frase, mas com variações, como por exemplo: a palavra-chave “notebook em oferta” poderá ser ativada na pesquisa “comprar notebook em oferta”.

Correspondência exata

É a mais específica e restritiva dos tipos. O Google recentemente fez alterações para que, mesmo ao usar palavras-chave de correspondência exata, seus anúncios possam corresponder a pesquisas contendo sinônimos, plurais ou outras variações de sua palavra-chave. 

Algumas variações podem ativar o algoritmo, como conserto de automóveis. Caso não deseje que isso aconteça, não se esqueça de negativar essa pesquisa.

Criação da campanha

Conta configurada, keywords definidas, hora de criar sua primeira campanha no Google Ads! Para começar, acesse a aba “campanhas” no dashboard e escolha o direcionamento dos seus anúncios. 

O Google oferece vários tipos de campanha diferentes que você pode usar:

  1. Campanha de pesquisa
  2. Campanha da Rede de Display
  3. Campanha de compras
  4. Campanha de vídeo
  5. Campanha de aplicativos

Os principais são a rede de pesquisa, que são os resultados apresentados em uma pesquisa feita no Google e a rede de display, que são os banners presentes nos sites que fazem parte do Google AdSense. 

Não há necessidade de escolher uma única forma, mas para fins deste artigo, vamos focar na rede de pesquisa, que possui como vantagem a possibilidade de impactar o usuário no momento exato em que ele está interessado pelo seu produto ou serviço.

Com isso definido, selecione todas as funcionalidades da rede de pesquisa e dê um nome para sua campanha, em seguida escolha a data de veiculação. A meta também é bem importante e deve ser definida agora. Opte por vendas, leads ou tráfego para o website.

O próximo passo é definir a localização, ou seja, qual é o raio geográfico no qual você deseja que seu anúncio seja exibido.Depois, você precisará escolher o idioma da campanha e segmentar o público-alvo. Para isso, é de extrema importância que você conheça seu público! Caso você ainda tenha dúvidas, o ideal é dar um passo atrás e fazer pesquisas para definir melhor a sua persona.

Por último, é necessário definir o orçamento (lembra da escolha do método de pagamento que falamos no começo do artigo?) e a estratégia de lances. Este define os valores que você pretende pagar pela efetividade da ferramenta. O lance pode ser pelo valor do clique, impressão (exibição na tela de resultados de um usuário) ou por conversão (custo por aquisição).

Uma funcionalidade bacana do Google Ads é que ele possibilita o agendamento de horário de veiculação da campanha, por isso se você possui um negócio físico, o ideal é estreitar a campanha para os horários comerciais.

Lembre-se que não adianta nada desenvolver uma campanha robusta se você não for acompanhá-la. O monitoramento e análise dos resultados é o coração de toda campanha. Só assim você aprenderá os ajustes que precisa fazer em suas campanhas futuras para torná-las mais bem-sucedidas.

Se você quiser se aperfeiçoar ainda mais em criação de campanhas no Google Ads, não deixe de conferir os cursos da HostGator Academy!