delivery-de-comida

O que você precisa saber sobre delivery de comida para restaurantes

terça-feira, 7 de julho de 2020 | Comentários

Escrito por

Está sem tempo de ler? Clique no player abaixo e ouça o conteúdo do post!

Com os novos hábitos fomentados pela tecnologia, o setor de delivery de comida é um dos que vem ganhando grande destaque.

Hoje não faz mais sentido para as pessoas se deslocarem vários quilômetros para realizar algumas atividades, incluindo a alimentação.

Dados de uma pesquisa realizada pela Comscore, em 2018, constataram que o setor de delivery de comida ficou em quarto lugar no ranking global de maiores crescimentos anuais, comprovando essa tendência.

Isso evidencia, ainda, a necessidade de adaptação dos estabelecimentos do ramo de alimentação para atender à nova demanda.

No artigo a seguir você pode conferir as melhores práticas para incorporar o serviço de delivery de comida em seu estabelecimento.

Conhecendo melhor as necessidades de um delivery de comida

O primeiro passo para quem deseja trabalhar com delivery de comida é estudar as necessidades da implementação desse serviço.

A experiência com a entrega é totalmente diferente da presencial, por isso, será imprescindível obter algumas informações para entender melhor o funcionamento dessa modalidade.

Para começar, é necessário avaliar algumas questões, como por exemplo:

Insumos necessários ao delivery de comida

A comida precisa ser transportada em embalagens de tamanho e propriedades adequadas, preservando a temperatura, o sabor e a apresentação.

É muito importante que você pesquise as melhores embalagens para seu tipo de alimento.

Quais os custos e onde comprar material para delivery

Não só a qualidade, mas também o custo benefício do material precisa ser considerado antes da aquisição.

Para isso, pesquise referências de lugares que trabalham com embalagens para delivery de comida.

De preferência, anote e compare custo benefício antes de se decidir.

Como será feita a entrega: aplicativos de delivery ou contratar funcionários?

Outro ponto importante é pesquisar e avaliar as opções de entrega.

Seu delivery de comida pode ser feito por aplicativos próprios para esse serviço, como iFood, Rappi e outros; ou, ainda, por meio de entrega com funcionários contratados diretamente por você.

Quais os custos com o serviço de entrega

Assim como nas embalagens, os custos com a entrega é um ponto fundamental. Avaliar qual melhor atende, financeiramente falando, é um requisito importante da pesquisa.

Logística do delivery

Por fim, pesquise e entenda a logística do delivery de comida.

Avalie em relação ao seu estabelecimento: qual o tempo máximo que a refeição suporta na entrega sem perder qualidade X em quanto tempo seu serviço de entrega consegue fazer.

Isso vai permitir delimitar as áreas de cobertura da sua entrega.

Testando seu serviço de delivery de comida

Agora que você já avaliou e constatou que vale a pena investir no serviço de delivery de comida para seu estabelecimento, é hora de iniciar os testes!

Nesta etapa, pode ser que você descubra que não vale a pena incluir alguns itens do menu no delivery, porque eles irão perder consideravelmente a qualidade no processo de entrega.

Por fim, estipule uma meta de entregas e observe bem os resultados alcançados.

Projetando vendas de delivery de comida

Passados os testes, é hora de colocar a mão na massa.

Para começar, é importante fazer uma projeção de vendas para que a produção acompanhe tranquilamente a nova demanda.

A partir disso, também é possível avaliar se é necessário investir em uma equipe maior ou em outras estratégias para suprir a demanda do delivery de comida.

Vale a pena investir em um site próprio de delivery de comida?

A resposta é sim! Se o projeto de delivery de comida é algo em que você deseja realmente investir, é muito importante ter um site próprio de seu estabelecimento.

Desta forma, você não fica dependendo somente dos aplicativos de delivery atuais.

Afinal, os aplicativos podem cair em desuso, assim como acontece com algumas redes sociais.

Tendo sua própria plataforma, é impossível que você fique na mão.

Pense em um site como um espaço próprio de seu estabelecimento, gerenciado diretamente por você.

Dentre as vantagens, vale mencionar a credibilidade que o site próprio gera, além da autoridade no meio de atuação e possibilidade de expansão além de fronteiras físicas.

Se você não sabe por onde começar, confira este passo a passo simplificado:

1 – Registro de Domínio

O domínio é o nome ou endereço de seu site na internet.

Registrar um domínio é o primeiro passo para que encontrem seus serviços online.

É preciso pensar em um nome que seja coerente com a proposta do seu estabelecimento e que esteja disponível, pois existe uma infinidade deles em uso atualmente.

Para entender como registrar o seu, confira este artigo.

2 – Hospedagem de Site

De maneira simplificada, o serviço de hospedagem tem a finalidade de armazenar e disponibilizar as informações que compõem o site, como arquivos e imagens.

Contratar um servidor de hospedagem é essencial para a criação e bom funcionamento de sites e e-commerces.

Por isso, pesquise e analise bem as opções em relação a sua necessidade.

Confira como escolher a hospedagem ideal para o seu site.

3 – Criação e layout

Por fim, a criação é a etapa em que você vai pensar e executar a página em si.

Nesse momento, é importante considerar o layout, a experiência do usuário, a apresentação do conteúdo e outros detalhes.

Recomendamos que você conheça o WordPress, um CMS gratuito e altamente customizável para criar um site.

Quer ajuda para criar e colocar no ar o seu site de delivery de comida?

Inscreva-se gratuitamente agora mesmo no curso Meu Site WordPress no Ar e inicie o seu projeto!


Tags:,
Comentários
Pressione Enter para pesquisar ou ESC para fechar