Entenda o que é SSL e por que ele é indispensável para evitar crimes na internet, aumentar a credibilidade da sua página e melhorar o ranqueamento no Google.

(Atualizado em: 26 de julho 2021)

Você sabia que, no Brasil, a cada seis lojas de e-commerce, uma delas não tem o certificado SSL? É o que mostra um estudo do Serasa Experian, em parceria com a BigData Corp.

Por outro lado, houve um crescimento no número de lojas que buscaram a proteção que o SSL proporciona. Em abril de 2019, 83,3% das lojas tinham o certificado, enquanto que, no ano anterior, esse índice era de 79,9%.

Mas, afinal, você sabe o que é SSL e a sua importância na segurança das informações dos sites?

Para quem não trabalha com desenvolvimento de sites, o termo “Certificado SSL” pode parecer um bicho de sete cabeças. Mas, fique tranquilo! A verdade é que a preocupação com a segurança dos sites aumentou e você também precisa e pode se precaver.

Siga a leitura desse post para descobrir o que é SSL, ter mais clareza sobre a importância e os benefícios de instalá-lo em seu site.

O que é SSL?

SSL é a sigla para o termo Secure Socket Layer. É usada para descrever o mecanismo de criptografia criado para aumentar a segurança dos dados compartilhados pela web. Com a instalação do Certificado SSL, a URL do seu site passa para o formato HTTPS e exibe o ícone de um cadeado verde para sinalizar que o site é seguro.

O que é HTTPS?

O protocolo de segurança https é um tipo de protocolo de camada de aplicativo que facilita a comunicação de dados entre clientes e servidores, sendo quase impossível para qualquer pessoa de fora saber o que está sendo comunicado entre eles.

O HTTPS usa o certificado criptografado entre o navegador e o servidor. O certificado utiliza protocolos Secure Socket Layer (SSL) ou Transport Layer Security (TLS), por isso o certo é chamar de “certificado ssl” ou “certificado digital” e não de “certificado https”. 

Qual é a importância do SSL?

Uma das principais tarefas do SSL é proteger um grande volume de dados, por isso, o certificado é fundamental para sites que precisam garantir que os dados dos clientes não caiam nas mãos de terceiros.

O objetivo do Certificado digital SSL é adicionar proteção extra ao seu site. Para entender qual a função do SSL em uma navegação criptografada de internet, imagine que cada letra deste texto está impressa em papel e cada quadradinho de papel contém apenas uma letra ou sinal de pontuação. Se alguém embaralhar as letras, será impossível escrever o texto exatamente como está escrito agora.

A criptografia segue essa lógica: quando alguém digita o número de um cartão de crédito em um site com o certificado SSL, os números são codificados e embaralhados. Se algum hacker invadir a conexão em busca de dados, não conseguirá traduzi-los.

Como identificar um site inseguro?

Em julho de 2018, o Google deu um importante passo na busca por segurança aos usuários na navegação. Naquele mês, há exatamente três anos, seu principal navegador, o Google Chrome, passou a exibir um aviso quando a página acessada não é segura.

Este aviso é simbolizado com um cadeado fechado, caso este cadeado apareça no link do site que você acessou, é porque este site é seguro e confiável para navegar. Caso contrario, no link do site em questão, aparacerá um sinal de alerta.

Desde então, sites que não utilizam o protocolo de segurança HTTPS deixaram de passar despercebidos, aumentando a segurança do usuário neste navegador.

Como saber se meu site precisa do certificado SSL?

Proteger dados e informações financeiras deve ser uma preocupação prioritária e o SSL também pode fazer isso. Em função da sua criptografia, dados podem ser trocados entre um navegador de internet e um servidor web sem maiores riscos.

A tecnologia é recomendada principalmente para sites de e-commerce e sites que lidam com dados pessoais de clientes. Vale frisar que é crescente o número de pessoas que se sentem mais confortáveis em partilhar informações pessoais e de pagamento quando sabem que estão utilizando uma conexão SSL.

Em função desta percepção, além de utilizarem o certificado para manter a confidencialidade dos dados, cresce o número de empresas que veem o certificado como um diferencial estratégico – capaz de garantir que a empresa foi verificada por uma organização legítima e está realmente preocupada com a segurança das informações trocadas na web.

5 motivos para você instalar o Certificado SSL no seu site

Talvez você esteja pensando que não é necessário saber o que é SSL e instalar o certificado, porque seu site tem poucos acessos. Muitas vezes, quem tem um site que realiza transações comerciais também acha que não precisa de tanta proteção. E tem ainda quem acredite que blogs não precisam se preocupar com a segurança, pois não solicitam informações dos leitores.

Para eliminar essas e outras objeções, listamos cinco motivos para o seu site ter o Certificado SSL. Veja!

1. Baixo custo

Instalar o Certificado SSL não requer um alto investimento. Se o seu site está hospedado nas melhores soluções, não terá nenhum custo adicional. Portanto, independentemente do segmento da sua empresa, ampliar a segurança pode trazer benefícios.

2. Fácil instalação

A instalação é relativamente fácil e pode ser feita, diretamente, com o seu fornecedor de hospedagem. Para ilustrar como o processo é simples, veja como solicitar o Certificado SSL grátis na HostGator.

Feito isso, é só esperar pela conclusão da instalação. Caso seu site não passe automaticamente a ser exibido em HTTPS, veja como resolver nesse tutorial.

3. O Google recomenda

A segurança se torna cada vez mais prioritária. Prova disso é que os navegadores de internet passaram a notificar os usuários sobre páginas inseguras.

Então, cedo ou tarde, você terá que saber o que é SSL e fazer esta instalação para manter a credibilidade do seu site.

Como os cibercrimes causam prejuízos milionários em todo o mundo, o SSL é o nível mais básico de segurança para um site.

4. Os usuários esperam

Você já ouviu falar em experiência do usuário? Seu site deve atender às expectativas de quem vai acessá-lo e dois fatores influenciam muito a permanência das pessoas em uma página: tempo de carregamento e segurança.

Assim como navegar em um site lento pode ser uma experiência muito ruim, entrar em um site que parece inseguro, também.

5. Segurança

Você sabia que algumas funcionalidades estão disponíveis somente para sites que possuem a certificação SSL? Existem Application Programming Interface (APIs) que só podem ser usadas quando o site é exibido em HTTPs.

São recursos que podem ser instalados no seu site para atrair a atenção, direcionar o público e até melhorar o posicionamento do site nas ferramentas de busca. Um exemplo é a geolocalização, muito útil para quem tem negócios locais.

Qual SSL usar?

Os certificados SSL são divididos em algumas categorias, que variam por casa da validação. Eles são emitidos por mais de uma entidade certificadora, por exemplo, Comodo, Geotrust; Thawte e Symantec.

  • Validação de domínio: É a proteção mais básica. Serve para identificar que um domínio é confiável e seguro para navegação. Quase sempre é gratuito, dependendo da hospedagem.
  • Validação da organização: Nível intermediário de segurança. Certifica as informações de domínio e valida as informações da organização. Certifica a presença física de uma empresa.
  • Validação estendida: É o tipo mais completo, que realiza uma análise profunda da empresa e do site. Quem utiliza esse certificado também consegue uma pequena diferença na URL, com o nome da empresa em destaque.

Veja também: As diferenças entre os tipos de certificado SSL

Vem entender as dicas que preparamos para deixar seu site ainda mais seguro:

O que é TLS?

Assim o como o SSL, o TLS (Transport Layer Security) também é um protocolo criptográfico que garante a segurança. Por este motivo, é muito comum a confusão entre estes dois protocolos de segurança online.

A sua diferença com o SSL é que enquanto o SSL é um protocolo que trabalha com conexões explicitas para manter a segurança, o TLS, por sua parte, dispõe uma comunicação segura entre o usuário e o servidor, mas de forma implícita. Por isso, podemos dizer que o TLS  é o sucessor do SSL.

O handshake TLS é um dos pontos que mais conecta o funcionamento do TLS e SSL. No handshake TLS, o cliente e o servidor utilizam uma chave publica para intercambio de dados que são gerados de forma aleatória. Com esses dados é criada uma chave para criptografia e estas chaves são conhecidas como chave de sessão.

Em outras palavras, qualquer sessão de comunicação TLS começa com o famoso handshake TLS. Assim é gerada uma criptografia em que duas chaves diferentes são utilizadas partindo de uma criptografia que relaciona uma chave de pública e uma privada, onde às duas são disponibilizadas pelo servidor. Juntando estas duas chaves, o servidor cria uma nova chave, denominada “chave de sessão”, e esta chave aumenta a segurança gerada pela criptografia.

Podemos afirmar que para cada comunicação o TLS cria uma chave, e por este motivo é mais seguro que o SSL.

Então, acho complexo? Vem conferir o vídeo do Código fonte e entenda com detalhes as características do TLS:

Se você tem um website e lida com informações sigilosas dos seus clientes, deve ter gostado de aprender sobre o que é SSL e a importância de instalar o certificado na sua página.

E então, que tal garantir a proteção extra para seu site? Quer saber tudo sobre a hospedagem de sites e opções de segurança? Tire todas suas dúvidas lendo este conteúdo épico.