O comando ping é utilizado no Linux para testar o tempo de resposta entre dispositivos. Confira mais sobre o tema no blog da HostGator.

O comando Linux ping ou Packet Internet Groper é um utilitário popular! Seu objetivo principal é gerenciar o estado da conectividade de rede entre uma fonte e um dispositivo usando uma rede IP. 

Neste artigo, você aprenderá como isso pode ajudar seu projeto e como começar a usá-lo agora. Confira!

O que é o comando Linux Ping?

Com o comando ping no Linux, também podemos acessar a duração do envio e recebimento de respostas de uma rede. Ele funciona enviando uma série de mensagens ICMP (Internet Control Message Protocol) para o host de destino e aguardando uma mensagem de eco ICMP de e para o host e o dispositivo. Isso nos informa sobre o funcionamento da rede.

O comando resolve o nome de domínio em um endereço IP e começa a enviar pacotes ICMP para o IP de destino. Se o IP de destino estiver acessível, ele responderá e o comando ping imprimirá uma linha.

O tempo de ping, medido em milissegundos, é o tempo de ida e volta para o pacote chegar ao host e a resposta para retornar ao remetente. Por padrão, o intervalo entre o envio de um novo pacote é de um segundo.

Hoje em dia, todo computador ou dispositivo moderno tem o PING pré-instalado, devido aos seus diversos usos. É uma maneira rápida e fácil de verificar o desempenho entre o dispositivo e o host.

Assim, fazer um ping entre o seu computador e o host de destino permitirá que você determine:

  • Status do host de destino: se acessível
  • Medição de tempo entre a viagem de ida e volta (host – computador host)
  • Porcentagem de pacotes perdidos

O comando Linux ping continuará a enviar pacotes ICMP para o endereço IP de destino até receber uma interrupção. Para parar o comando, basta apertar a Ctrl+C, combinação de teclas.

Assim que o comando é interrompido, ele exibe uma estatística, incluindo a porcentagem de perda de pacotes. A perda de pacotes significa que os dados foram perdidos em algum lugar da rede, indicando um problema na rede. 

Se houver perda de pacote, você pode usar o comando traceroute para identificar onde ocorreu a perda de pacote.

Se o ping não retornar uma resposta, significa que a comunicação da rede não foi estabelecida. Quando isso acontece, nem sempre significa que o IP de destino não está ativo. Alguns hosts podem ter um firewall que está bloqueando o tráfego ICMP ou configurado para não responder às solicitações de ping.

Em caso de sucesso, o comando sai com o código 0. Caso contrário, ele sairá com o código 1 ou 2. Isso pode ser útil ao usar o utilitário ping em um script de shell.

Nas seções a seguir, examinaremos as opções de comando ping mais comumente usadas. Veja!

Como usar o comando Linux Ping?

A sintaxe básica de ping inclui ping, seguido por um nome de host, um nome de um site ou o endereço IP exato.

  • ping [option] host ou endereço IP 

Portanto, para verificar se um host remoto está ativo, neste caso, google.com , digite seu terminal:

  • ping google.com

Pressione Ctrl + C no teclado para interromper o processo.

  • from: O destino e seu endereço IP. Observe que o endereço IP pode ser diferente para um site, dependendo da sua localização geográfica.
  • icmp_seq: O número de sequência de cada pacote ICMP. Aumenta em um para cada solicitação de eco subsequente.
  • ttl: O valor Time to Live de 1 a 255. Representa o número de saltos de rede que um pacote pode realizar antes que um roteador o descarte.
  • time ms: O tempo que um pacote leva para chegar ao destino e voltar à origem. Expresso em milissegundos.

1 – ping “localhost” para verificar a rede local

Se você encontrar problemas para acessar um site Web ou uma máquina remota, pode executar ping no host local para confirmar que possui uma conexão de rede. Use uma das três maneiras de verificar a interface de rede local:

  • ping 0- Esta é a maneira mais rápida de executar ping no localhost. Depois de digitar esse comando, o terminal resolve o endereço IP e fornece uma resposta.
  • ping localhost- Você pode usar o nome para executar ping no host local. O nome se refere ao seu computador.
  • ping xxx.x.x.x – Algumas pessoas preferem usar o endereço IP para executar ping no host local.

Qualquer que seja o método escolhido, a saída do ping será a mesma.

2 – Especifique o protocolo da Internet

IPv6 é o formato alfanumérico de endereço IP que substituirá o IPv4. A razão para isso é que há um número limitado de endereços IPv4 e estamos ficando sem combinações possíveis.

Para solicitar um endereço IPv6 ou IPv4, adicione -6 ou -4 após o comando ping e antes de um nome de host / IP.

  • ping -6 host/IPv6
  • ping -4 host/IPv4

3 – Alterar o intervalo de tempo entre os pacotes de ping

O intervalo padrão entre cada solicitação de ping é definido como um segundo. Você pode aumentar ou diminuir esse tempo usando a chave –i. Para diminuir o intervalo de ping, use valores menores que 1.

  • ping –i 0.5 google.com

Para aumentar o intervalo de ping, insira qualquer valor maior que 1.

4 – Alterar o tamanho do pacote de ping

Em alguns cenários, você pode querer aumentar o tamanho do pacote do valor padrão de 56 bytes. O número entre parênteses representa os bytes de ping enviados, incluindo 28 bytes do pacote de cabeçalho.

Por exemplo, para aumentar o tamanho do pacote para 1000 bytes:

  • ping –s 1000 google.com

Este comando é útil ao testar o desempenho da rede. Você pode testar se um link de rede é acelerado quando você aumenta o tamanho do pacote para alguns milhares de bytes.

5 – Inundar uma rede usando ping

Você pode usar o ping f para testar o desempenho da rede sob carga pesada. A opção -f de inundação de ping requer root para executar. Caso contrário, aplique sudo ao seu comando ping linux para inundar um host. Este comando envia um grande número de pacotes o mais rápido possível.

  • sudo ping -f hostname-IP

A saída imprime um ponto para cada pacote enviado e um backspace para cada resposta. A linha de estatísticas mostra um resumo do comando.

6 – Como limitar o número de pings

A configuração padrão do comando ping é continuar enviando a solicitação até que você a interrompa. Você pode limitar o número de pings usando um dos dois métodos.

  • Para fazer o ping comando parar automaticamente depois de enviar um certo número de pacotes, use -c e um número. Isso define a quantidade desejada de solicitações de ping, conforme mostrado neste exemplo: ping –c 2 google.com
  • Para parar de receber uma saída de ping após um determinado período de tempo, adicione -w e um intervalo em segundos ao seu comando.

Por exemplo, para parar de imprimir os resultados do ping após 25 segundos, digite o comando:

  • ping –w 25 google.com

7 – Suprimir a saída de ping para imprimir apenas estatísticas resumidas

Se você não quiser entupir sua tela com informações para cada pacote, use o -q switch para exibir apenas o resumo.

A -q opção imprime uma linha com as informações regulares de ping e fornece as estatísticas no final. A letra “q” neste comando significa saída “silenciosa”.

  • ping –c 10 -q google.com

Normalmente combinamos a saída silenciosa com outras opções. Nesse caso, limitaremos o Linux ping para enviar 10 pacotes e suprimir a saída.

8 – Adicionar carimbo de data / hora antes de cada linha na saída do ping

Se quiser anotar a hora do dia em que executa o comando ping, adicione a opção -D;

  • ping –D google.com

Isso imprime um carimbo de data / hora no formato UNIX antes de cada linha.

Obs.: Você precisa usar D maiúsculo, pois esses comandos diferenciam maiúsculas de minúsculas.

9 – Obtenha um ping audível quando um host estiver acessível

Quando você usa a chave –a, o sistema reproduz um som quando há uma resposta de um host. Um ping audível é útil quando você está solucionando problemas de rede e não quer olhar para a tela até que haja uma resposta.

  • ping –a google.com

A saída é semelhante a uma saída de comando normal.

10 – Mostrar versão do ping e sair

A qualquer momento, você pode verificar a versão da ferramenta Linux ping em seu sistema, dessa forma:

  • ping –V google.com

Considerações finais

O ping é um fenômeno de utilitário comum para solucionar problemas de acessibilidade de hosts em uma rede. Isso nos ajuda a entender o motivo pelo qual um site não está carregando.

Precisamos saber a causa raiz do problema, que pode ser conectividade com a Internet, perda de rede ou site que não está mais disponível. Portanto, o Ping é um comando que nos ajuda a determinar a acessibilidade de um dispositivo de rede.

Por ser rápido e fácil, muitos usuários optam por usá-lo para solucionar problemas. E agora você também pode usar!

Esperamos que este artigo tenha ajudado! Aproveite para conferir outros conteúdos sobre Linux em nosso Blog. Também falamos sobre Negócios, Marketing e mais! Confira essa série completa sobre os comandos Linux para se especializar.