Como configurar o Google Analytics

Como configurar o Google Analytics: guia básico para seu site

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019 | Comentários

Escrito por

Configurar o Google Analytics em seu site é fundamental para acompanhar o desempenho e entender seu público. Logo, é uma tarefa de grande importância no início do projeto.

Trata-se da ferramenta de análise mais famosa do mundo, que entrega uma base de conhecimento sólida sobre uma aplicação online. Com essas informações em mãos as decisões de negócios e marketing são mais certeiras.

Seja a solução do Google ou outra semelhante, não se deve iniciar um projeto sem configurar nada nesse sentido. Então se você ainda não possui, siga comigo para entender como configurar e bons motivos para usar o Analytics.

Sumário do conteúdo

  1. O que é o Google Analytics?
  2. Google Analytics: primeiros passos
  3. Criando uma conta
  4. Código de acompanhamento gtag.js
  5. Instalação do código no seu site
  6. Verificando se o código de acompanhamento está funcionando
  7. Motivos para instalar o Google Analytics em um site
  8. Analise seus dados e estude

O que é o Google Analytics?

Ótimo, eu quero conhecer meu público e muito mais sobre meu site, Luiz! Mas espere um momento, o que é o Google Analytics de fato?

O Google Analytics é uma ferramenta gratuita do Google de coleta e análise de informações web. Com ela é possível entender seu público e tomar decisões estratégicas baseadas em dados.

Apesar de muito famosa, quem entra no mundo digital lançando um produto ou site de orçamento, por exemplo, pode não estar familiarizado com o nome.

Para quem já conhece e quer pular essa parte, recomendo ir direto entender os motivos para instalar o Google Analytics em um site.

Lançado em 2005, o serviço teve grandes atualizações ao longo dos anos, acompanhando a evolução da internet e seus comportamentos.

Atualmente faz parte do Google Marketing Plataform, uma suíte de aplicações voltadas à publicidade, análise e decisões de marketing mais inteligentes.

Além do Google Analytics, a plataforma ainda conta com outras ótimas opções, como o Data Studio para criar relatórios visuais interativos; e o Google Optimize, uma ferramenta para testar variações de sites e aplicações.

Trataremos dessas outras soluções em posts futuros aqui no blog, então não se preocupe com tais nomes nesse momento.

Voltando ao Google, ele domina hoje a publicidade online e o mercado de buscadores. Detém informações valiosas sobre comportamento e uso da internet para qualquer estratégia digital.

Com o Google Analytics você recebe insights da própria gigante das buscas e tem uma visão robusta sobre os usuários no seu site. E vamos concordar que ter dados sobre o público é essencial para o sucesso do marketing.

Ela pode ser integrada também ao Google Ads, plataforma de anúncios do Google; e ao Search Console, painel de recursos voltado a otimização de uma propriedade digital.

São inúmeras as possibilidades quando se tem tantas informações a seu favor. Afinal, ser guiado por dados é muito melhor do que ficar no achismo.

Google Analytics: primeiros passos

Saber como andam os impactos de seus esforços no site é sempre ótimo. Por isso iniciar um projeto com uma conta do Google Analytics configurada é importante.

Medir o desempenho de promoções, validar modificações no site, mudança de temas, entender períodos de poucas vendas. Tudo isso com base em informações reais de uso.

Mas para que seja possível ter dados assertivos a configuração da ferramenta deve ser feita com atenção. Um setup incorreto pode jogar tudo no lixo, uma vez que certos dados importantes não são retroativos.

O GA (aka de Google Analytics) é grandioso e muitas vezes complexo. Mas não se assuste, pois a intenção é ter uma fonte de consulta confiável. Logo sua complexidade pode ser bem absorvida com tempo de uso.

Por isso vamos seguir um passo a passo para criar sua primeira conta no Analytics da forma correta, garantindo monitoramento preciso e eficiente.

1. Criando uma conta Google

A primeira coisa a se fazer é criar uma conta do Google. Eu recomendo sempre que não seja uma conta pessoal de e-mail por questão de organização.

Uma dica é criar uma conta única que possa gerenciar todos os produtos de marketing do Google, desta forma você pode ter um controle único no futuro.

Se já tem uma conta do Google, fique à vontade para usar a mesma. A necessidade é ter uma conta.

2. Código de acompanhamento gtag.js

Com a conta criada, entramos de fato no processo de instalação do GA. Vamos precisar criar uma propriedade e obter o código de instalação no site.

Acesse a página do Google Analytics e faça seu login ou crie sua conta Google a partir dessa própria tela.

Tela de login do Google Analytics

Adicione um nome para sua conta, importante caso você crie mais contas futuramente. Em seguida preencha os campos destinados a propriedade: Nome do website e URL do website.

Propriedades nome e site

Escolha a Categoria do setor em que sua empresa atua:

Configurações de categoria Analytics

Em seguida, clique no botão “Ver ID de acompanhamento”. Logo abrirá um pop up com os termos de serviço. Assim que concordar com os termos e clicar no botão “Aceito”, você receberá o código de acompanhamento gtag.js:

Código de acompanhamento Analytics

Chegou a hora de instalar o código no seu site!

3. Instalação do código no seu site

Existem algumas opções de instalação do código, mas vamos considerar apenas duas nesse momento:

– Instalação manual

A instalação manual exige um conhecimento mínimo de HTML ou algum profissional da área para auxiliar você. Faça com atenção caso você mesmo coloque a mão na massa.

Para essa opção vou assumir que você (ou o desenvolvedor contratado) tem acesso ao código do site.

Dica: faça um backup dos arquivos envolvidos na instalação do código, assim você pode voltar com a versão antiga se algo der errado.

Localize a seçãodo seu site. Normalmente ela está no começo do documento, logo após a tag.

Pegue o código que recebeu ao final do Passo 2 e cole logo após oem todas as páginas que deseja monitorar. Geralmente se acompanha todas as páginas do site, mas podem surgir motivos para não rastrear algumas ou possuir códigos diferentes em certas páginas.

Salve seu arquivo e pronto! Seu código está instalado. O passo seguinte é colocar seu arquivo em produção. Pode utilizar um dos Programas de transferência de arquivos para isso.

– Instalação em sites WordPress

Nossa segunda opção de instalação é para quem utiliza o WordPress como motor do seu site.

Se você está na fase de estudo de viabilidade do seu site, esse webinar vai te ajudar a saber como criar um site WordPress do zero. 😉

O WordPress facilita nossas vidas através dos famosos plugins e para nossa tarefa não será diferente. Vamos utilizar o plugin Google Analytics. Ele é simples e cumpre o prometido: instalar o código do GA em seu site.

Acesse seu painel WordPress e vá em Plugins > Adicionar novo. Como o nome do plugin é bem comum, quando você digitar no campo de busca “Google Analytics” vão aparecer dezenas.

Olhe o ícone do plugin e também o autor (por WebKinder), isso vai ajudar a encontrar o plugin certo:

Plugin Google Analytics

Clique em “Instalar agora” e depois siga para as configurações.

Não vamos precisar do código inteiro que pegamos no Passo 2, apenas uma parte dele. Seguindo nosso exemplo a parte necessária seria UA-123456789-1.

Pegue o trecho correspondente do seu código e cole no campo, como na imagem abaixo. Depois salve e pronto. Código instalado com sucesso!

Configurações plugin Analytics

Nota: Existem dezenas de plugins para o GA no WordPress. Eu optei por um com ótimas avaliações, código limpo e fácil setup para nosso guia básico. Porém, se quiser avançar um pouco mais, indico o Google Analytics Dashboard Plugin for WordPress by MonsterInsights. É um dos plugins mais famosos do segmento e conta com integração e recursos avançados.

4 – Verificando se o código de acompanhamento está funcionando

Para verificar se a instalação deu certo, acesse seu site (se fez via WordPress, acesse numa aba anônima ou faça logout) e em seguida acesse o painel do Analytics e siga o caminho:

Tempo real > Visão geral ou Tempo real > Comportamento.

Se conseguir visualizar sua visita seu código está funcionando bem!

Motivos para instalar o Google Analytics

Certo, já sabemos o que é Google Analytics, como instalá-lo e que é possível coletar dados de visitantes. Mas, qual tipo de dados e por que deles?

Com o tempo o GA torna-se uma base de informação imensa, o que é ótimo para nós. Por isso, listo abaixo algumas ideias de dados que você obtém no Google Analytics.

Saber quem visita seu site

Conhecer seu público é imprescindível, seja online ou físico. Dessa forma você consegue oferecer seu serviço a quem está procurando de fato.

O Google Analytics fornece dados sobre gênero, idade, interesses, se são novos usuários ou que já visitaram seu site um dia. São dados valiosos que muitas vezes geram surpresas para os donos de empresas.

Qual a origem das visitas no seu site

É possível extrair dados geográficos dos usuários, tais como País, Estado e Cidade. Além do idioma. Para um supermercado que tenha loja física e também ecommerce, por exemplo, pode-se traçar o seguinte paralelo:

Lojas que mais vendem X Regiões que mais compram no site.

Essa análise pode gerar insights preciosos quanto aos esforços necessários para abertura de novas lojas físicas.

O que fazem quando estão no seu site

É possível também saber quais páginas são mais visitadas, que tipo de conteúdo faz mais sentido ter no site.

Imagine que uma empresa de aluguel de pranchas produz conteúdos variados: alguns com vídeos de produção profissional, outros com vídeos curtos feitos em celulares, outros com texto e imagens, entre outros.

Através dos relatórios será possível entender que tipo de conteúdo tem melhor consumo pelo público e assim direcionar os esforços.

Será que faz sentido investir em produção profissional de vídeos quando aqueles feitos em celular tem melhor engajamento? 🙂

Quais tipos de interações

Você mudou o menu do site e agora quer saber quantos cliques o link de produtos recebeu. No GA é possível! Ou ainda quantos cliques um banner de promoção teve no período de Black Friday. Bacana, não?

As interações também podem ser conversões, ou seja, as vendas que o site fez ou contatos realizados no formulário de orçamento.

Saber quais dispositivos seus usuários utilizam

A internet está a um toque de distância através dos celulares. Ainda assim os notebooks e desktops são muito utilizados.

Dependendo do seu ramo de negócio, pode ser interessante saber os dispositivos de acesso ao seu site. Dá pra saber até marca (iPhone Apple, Motorola, Macbook etc.). E lembre-se: ter um site acessível por celular pode ter boas vantagens para o SEO do seu projeto.

Quais os horários com maior frequência de visitas

Será que meu site tem visitantes durante a madrugada? Qual o horário de maior incidência de visitas na página de produtos?

Dados de horários e dias são bem úteis, pois podem orientar quando fazer manutenções, lançar promoções ou quais os melhores horários de vendas.

Analise seus dados e estude

Com o setup finalizado basta agora você iniciar suas análises. Tenha sempre em mente que os dados são guias importantes para seu negócio. São uma base científica para tomada de decisões, portanto, use-os sempre que puder

Você pode começar com algumas métricas do Google Analytics para iniciantes, estudar seu nicho e traçar as metas de evolução do seu site!

O Google também oferece cursos online e gratuitos direto na Analytics Academy, tanto para iniciantes como para usuários avançados. Os cursos são em inglês, mas beber direto da fonte vai te trazer vantagens.

Por último, tem o guia de instalação oficial para configurar o acompanhamento do GA, com conteúdo menos didático, mas ainda assim bem proveitoso.

E caso ainda tenha alguma dúvida, use os comentários abaixo pra gente te ajudar. Boas análises!

Tags:
Comentários
Pressione Enter para pesquisar ou ESC para fechar