Que assuntos você quer receber:

A confirmação da sua inscrição foi enviada para o seu e-mail

Agradecemos sua inscrição e esperamos que você aproveite nossos conteúdos!

Conheça as principais maneiras de como descompactar um arquivo no seu computador Wndows ou Linux. Aproveite!

Ao baixar um arquivo da internet, é comum que ele venha em formatos pré-estabelecidos, como .zip ou .rar. Mesmo que você não saiba muito bem o que significa, certamente você já se deparou com essas siglas por aí. Para além de saber os nomes, você sabe como descompactar um arquivo nesses formatos? 

Se você não sabe, não se preocupe! Montamos aqui um passo a passo especial para te ajudar a deixar todas as dificuldades de lado na hora de abrir qualquer arquivo em formatos como .rar e .zip. Atualmente, esse é um processo muito simples e você vai ver que existem várias ferramentas para facilitar sua vida. 

Vamos mostrar por aqui um pouco sobre cada forma de descompactar e também explicar um pouco mais sobre como cada formato de arquivo funciona. Confira mais informações a seguir. Boa leitura!

O que é um arquivo ZIP ou RAR?

Criar um arquivo compactado é uma forma muito útil de compartilhar diversos documentos de uma vez só e sem ocupar tanto espaço para download quanto ocuparia caso os itens não estivessem compactados. 

Os formatos .zip e .rar são os mais utilizados atualmente para receber ou enviar documentos de forma rápida e “leve”. 

De forma geral, os dois desempenham a mesma função: comprimir várias informações em apenas um arquivo. Entretanto, existem algumas diferenças em relação ao funcionamento de cada um que valem a pena serem mencionadas. 

Tanto o .zip quanto o .rar já existem há alguns anos. Dentre os dois, o primeiro é o mais antigo, tendo como registro do seu lançamento o ano de 1989. Já o .rar veio poucos anos depois, em 1993, e foi desenvolvido por Eugene Roshal. Na verdade, o nome desse formato é justamente abreviação para “Roshal Archive” (Arquivo Roshal, em português). 

Quais as principais diferenças entre os arquivos .zip e .rar?

Independentemente do nome e da data de criação, os formatos compartilham o mesmo objetivo, mas guardam algumas diferenças importantes. A principal característica que podemos destacar é em relação a compatibilidade dos arquivos

Enquanto o .zip é considerado um arquivo de formato aberto, o .rar é uma extensão de formato proprietário. Isso significa que o primeiro apresenta padrões e especificações que podem ser encontrados em domínio público, com uso sem custo, enquanto o .rar está protegido por direitos autorais.

Assim, os arquivos em .rar necessitam de um software específico para descompactá-los. Infelizmente, por muitos anos essa ação ficou limitada ao programa WinRAR, mas como veremos a seguir, hoje em dia o cenário é mais positivo em relação à descompactação desse formato, já que existem diversos programas que realizam tal procedimento.

Por outro lado, o formato .zip pode ser lido e extraído pelo próprio sistema operacional do seu computador, não havendo a necessidade de realizar o download de outros softwares. 

No Windows, por exemplo, os usuários conseguem criar ou extrair arquivos .zip simplesmente através do Windows Explorer. 

Se compararmos as vantagens oferecidas por cada tipo de arquivo, é preciso destacar que o .zip é, de longe, a opção mais popular e mais acessível entre as duas. 

Isso acontece porque os arquivos nesse formato podem ser facilmente descompactados pelo computador, celular ou em sites de fácil acesso. 

Já o .rar se destaca porque apresenta uma taxa de compressão maior e, quando comparado ao .zip, permite uma compactação em arquivos de múltiplos volumes. Por muito tempo, os arquivos .zip apresentavam um tamanho total de apenas 4 GB, por conta das limitações dos sistemas operacionais de 32 bits. 

Quando o assunto muda para sistemas com 64 bits, não existe esse limite e os arquivos compactados dependem somente do espaço que está disponível no disco do seu computador. 

Como descompactar um arquivo ZIP ou RAR?

Como vimos até aqui, os formatos .zip e .rar são amplamente utilizados quando temos interesse em enviar ou receber arquivos muito grandes ou pesados. 

Dessa forma, são ferramentas úteis no dia a dia de muita gente e, por isso, a qualquer momento você pode se deparar com esse tipo de documento. 

Para você aprender a como descompactar um arquivo é preciso ter em mente que existem duas formas de extraí-los: através de um programa do próprio sistema operacional do seu computador ou usando um software indicado para tal ação. 

Por aqui, vamos te explicar o passo a passo para cada uma das formas mais utilizadas atualmente. Confira a seguir as instruções que preparamos.  

Usando o próprio sistema operacional

A forma mais simples de aprender a como descompactar um arquivo é através do sistema operacional do seu próprio computador. Por você estar utilizando uma ferramenta do seu computador, não se torna necessário baixar nada

Os sistemas mais utilizados atualmente são Windows e macOS, por isso vamos indicar o passo a passo para os dois. 

Windows

Para os usuários do Windows é muito simples. Para ter acesso ao conteúdo de um arquivo que está em formato .zip basta clicar duas vezes no mesmo. Ao realizar essa ação, você terá acesso ao que está dentro da pasta, mas para usar os documentos será preciso retirá-los desse local, transferindo-os para outro diretório. 

O suporte padrão do Windows para o formato .zip é chamado de pastas compactadas ou zipadas. Confira a seguir o passo a passo de como usá-lo: 

  • Encontre o documento zipado que você quer acessar na área de downloads e clique duas vezes em cima do arquivo;
  • Automaticamente, você terá acesso ao conteúdo da pasta;
  • Caso queira extrair tudo de uma vez, vá até a pasta que você deseja extrair, clique com o botão direito em cima dela e selecione a opção “extrair tudo”; 
  • Selecione o diretório para o qual você deseja enviar os arquivos e clique em “extrair”;
  • Prontinho! Os arquivos antes zipados já podem ser abertos e editados tranquilamente no seu computador, basta abri-los a partir da pasta que você mesmo selecionou. 

MacOS

Outro sistema operacional bastante utilizado é o macOS, em computadores e tablets da Apple. Assim como no Windows, nesse sistema também é possível descompactar arquivos .zip sem baixar nenhum programa. 

O Archive Utility é uma ferramenta que já está incorporada ao sistema operacional macOS. Confira o passo a passo:

  • Identifique no seu diretório a pasta zipada que você gostaria de abrir;
  • Clique duas vezes na mesma e pronto! O arquivo descompactado irá aparecer na mesma pasta onde o arquivo original estava. 

Utilizando o 7ZIP

O 7-Zip é um conhecido compactador de arquivos. Além de ser uma ferramenta disponível gratuitamente, também é de código aberto que apresenta uma taxa de compressão que pode variar de 2% a 10%, quando comparado a outros programas como PKZip e WinZip, por exemplo. 

Além disso, o 7-Zip possui sua própria extensão, a 7z, que promete comprimir dados com qualidade superior ao formato .zip. Atualmente o programa está disponível somente para usuários Windows, mas existe um port para a linha de comando Linux/Posix chamado p7zip. 

Se você quer aprender a descompactar utilizando esse programa, basta seguir os seguintes passos:

  • Vá até o site do 7-Zip e instale o programa. Em seguida, encontre o arquivo que você deseja extrair e clique uma vez nele com o botão direito;
  • Dentre as opções, busque por 7-Zip e clique em “extrair aqui”;
  • Caso você queira extrair os arquivos para outra pasta, basta fazer o mesmo percurso e, ao invés de selecionar “extrair aqui”, aperte em “extrair arquivos”;
  • Em seguida, você deverá escolher o local onde quer salvar os documentos. 

Utilizando o WinRAR

De forma geral, o WinRAR é um software que apresenta várias funcionalidades, sendo a descompactação e a compactação de arquivos em formato .rar e .zip seu carro chefe. 

Apesar de ser gratuito para as principais funções, durante 40 dias os novos usuários têm a possibilidade de acessar uma licença para testes. 

Após esse período, existe a possibilidade do pagamento de uma mensalidade para fazer uso de determinadas funções específicas oferecidas pela ferramenta. Confira a seguir o passo a passo para descompactar arquivos usando o WinRAR:

  • O primeiro passo é baixar e instalar o WinRAR no seu computador;
  • Em seguida, a maneira mais simples de descompactar alguma pasta é selecionando a mesma e, ao apertar com o botão direito, escolher a opção “extrair aqui”;
  • Pronto! O arquivo descompactado pode ser encontrado diretamente na área de trabalho ou provavelmente na pasta na qual se encontrava o arquivo original. 

Utilizando o Zipware

Da mesma forma que o 7-Zip, o Zipware é uma ferramenta de uso exclusivo para Windows. 

Entretanto, ele apresenta alguns recursos importantes que se destacam, tais como gerenciador de senhas, gerenciador de arquivos simplificado, escaneador de vírus e até mesmo uma conversão de todos os formatos compatíveis para .exe, .7z e, claro, .zip. 

O processo para descompactar arquivos utilizando essa ferramenta segue o mesmo padrão das opções anteriores, com pequenas diferenças:

  • Baixe gratuitamente e instale o Zipware em seu computador;
  • Encontre a pasta zipada que você gostaria de extrair os arquivos e clique com o botão direito em cima. Logo aparecerá um menu no qual você deverá selecionar a opção “Zipware”;
  • Em seguida, selecione a opção “Extrair Aqui”
  • Pronto! Agora você já tem seus documentos descompactados e pronto para serem usados no seu computador. 

Criando um arquivo ZIP ou RAR para poupar espaço

Muitas pessoas acreditam que compactar e descompactar um arquivo é uma ação complicada, que passa por muitas etapas. Como mostramos até aqui, a descompactação é bem simples e, seguindo o mesmo modelo, a compactação também segue o mesmo padrão. 

Em muitos casos, como nos sistemas operacionais Windows e macOS, não é preciso baixar um programa específico para tal ação. Apesar de ser bom lembrar que todos os softwares que citamos aqui anteriormente são indicados para a compactação de arquivos também. 

De maneira simples, qualquer usuário pode compactar quaisquer documentos em seu computador:

  • Localize a pasta que contém os documentos que você quer compactar;
  • Selecione os arquivos ou a pasta toda e clique com o botão direito do mouse em cima da mesma;
  • Encontre a opção “enviar para” e, dentro dela, aperte em “pasta compactada (zipada)”;
  • Em seguida uma nova pasta compactada, com nome idêntico ao da original, será criada no mesmo lugar. 

Ao utilizar esse método para compactação, os arquivos e pastas serão convertidos em formato .zip. Esse é o melhor formato para compactação de documentos do dia a dia, que são muito grandes e pesados para envio corriqueiros. 

Através dessa simples ação, você consegue diminuir o tempo de envio e também o tempo de download de quem vai receber os documentos. Apesar de parecer uma ação complicada, é algo bem simples que é extremamente útil para o conhecimento de qualquer um que faça envios recorrentes de arquivos.

De forma geral, os formatos .zip e .rar foram justamente criados com esse intuito e, até hoje, seguem sendo a melhor forma de enviar e receber documentos pesados via internet. 

E, como vimos, existem inúmeras maneiras e programas para lidar com esses formatos. Basta você encontrar a forma com a qual mais se identifica e possui facilidade para usar. 

Navegue por tópicos

  • O que é um arquivo ZIP ou RAR?

  • Quais as principais diferenças entre os arquivos .zip e .rar?

  • Como descompactar um arquivo ZIP ou RAR?

    • Usando o próprio sistema operacional

    • Utilizando o 7ZIP

    • Utilizando o WinRAR

    • Utilizando o Zipware

  • Criando um arquivo ZIP ou RAR para poupar espaço

Tags:

  • Domínios

HostGator

Provedora mundial de hospedagem de sites e outros serviços relacionados à presença online.

Mais artigos do autor

Garanta sua presença online

Encontre o nome perfeito para seu site

www.

Comentários