Comece em 2021 colocando em prática a sua meta de ter um negócio próprio com as 6 etapas que vão te mostrar como estruturar o seu Ecommerce do zero.

Ouça o conteúdo deste post clicando no player abaixo!

Comece 2021 colocando em prática a sua meta de ter um Ecommerce próprio. Mas você já parou para pensar como construir um Ecommerce do Zero? Afinal, não é só abrir uma loja online e esperar as vendas acontecerem. 

Para que você consiga fazer isso do jeito certo, nós vamos apresentar as 6 Etapas do método validado que ensinamos para os alunos do Ecommerce na prática.

Mesmo que você ainda não saiba o que vender, essas 6 etapas vão te mostrar como estruturar o seu negócio literalmente do zero. 

Caso você já esteja vendendo na internet, mas não está conseguindo ter resultado, esse método também vai funcionar! 

Antes, entenda o por que você quer construir um negócio… 

Um ponto que nós avaliamos como algo essencial no momento de criar um negócio online é refletir sobre o por que você está construindo esse negócio. 

Pense agora: por que você quer empreender? O que te motiva a seguir por esse caminho? 

Com base nisso, você vai conseguir entender qual é o seu propósito, o seu objetivo…

E isso vale para tudo na sua vida! Se você não tem um propósito, com o passar do tempo, as suas tarefas deixam de fazer sentido, justamente por não ter um objetivo a ser alcançado. 

Então, depois de analisar qual é o seu propósito (ou mais de um, se for o caso), vamos partir para as 6 etapas de criação do seu negócio baseado no nosso Checklist Ecommerce do Zero

1 – Planejamento

E quando falamos em planejamento, estamos indicando um planejamento mais simples e focado no mercado de Ecommerce.

Não é necessário criar um planejamento extremamente detalhado, ainda mais você que está começando agora. Quanto mais objetivo, mais fácil de colocar em prática! 

E o que compõe esse plano de ação? 

O plano de ação é baseado em três pilares básicos para o seu negócio: o que vender, para quem vender e quem vai fornecer. 

O que vender: qual o produto ideal para o seu negócio? O que você quer vender? Nessa etapa, o ideal é você definir um produto que tenha relação com você, os seus gostos, mas também que tenha uma boa procura na internet. Isso porque quando trabalhamos com o que gostamos, tudo fica mais fácil! E lembre-se: quanto mais segmentado for o seu produto, mais fácil atingir o público ideal, a sua persona;

Para quem vender: pegando o gancho do último tópico, você também precisa definir para quem você vai vender o seu produto. E não se esqueça de criar a sua persona (a representação fictícia do seu cliente). Isso vai ajudar e MUITO na hora de criar a comunicação do seu Ecommerce;

Quem vai me fornecer: nessa fase, a ideia é mapear, no mínimo, 3 opções de fornecedores para evitar problemas caso algum deles atrase ou aconteça algum imprevisto. 

2 – Estrutura

A estrutura do ambiente virtual é bem diferente do varejo tradicional, mas ainda assim é muito importante para ter um Ecommerce. 

E o melhor de tudo é que, no Ecommerce, essa estrutura é MUITO mais barata. O que é perfeito para quem quer começar investindo pouco. 

Nós listamos aqui alguns fatores fundamentais que fazem parte da estrutura de um Ecommerce. Confira: 

MEI (Mircroempreendedor Individual): para legalizar o seu negócio, o MEI é a forma mais simples. É através do MEI que você consegue o número de CNPJ e, com isso, poderá gerar notas de compra e venda;

Nome da marca: o nome precisa ser simples, objetivo e original. Nada de nomes que não sejam de fácil memorização;

Domínio (ou url do site): garanta a url da sua loja virtual com o nome da sua marca, mas vale ressaltar que não recomendamos começar a vender na internet com uma loja virtual. O domínio é apenas por garantia, pensando no futuro site;

3 – Audiência 

A Construção de Audiência é FUNDAMENTAL para começar um Ecommerce do Zero e  realizar as primeiras vendas.  

É por meio dos canais de audiência que você vai criar autoridade para a marca, gerar engajamento com o público e atrair novos clientes para o seu Ecommerce.

Isso será feito nas redes sociais! Por lá, você vai criar conteúdos relevantes para o seu público, usando o Marketing de Conteúdo.

Quanto mais pessoas engajadas, maior será a sua audiência e mais pessoas com grande potencial de compra serão atingidas pela sua marca. 

4 – Atendimento 

O Atendimento faz parte da satisfação do cliente com a experiência de compra no seu negócio. 

Para isso, você precisa responder a todas as dúvidas, questionamentos ou problemas que o seu cliente possa ter. 

Esse atendimento vale antes, durante ou depois da compra.

Uma ideia para facilitar esse processo é criar guias rápidos de atendimento, padronizando a comunicação em todos os canais. 

5 – Vendas e Validação

Enfim, as vendas! Chegou a hora de começar a vender e ter um negócio validado. Mas qual é o melhor lugar para iniciar as vendas na internet que não seja um site próprio? 

Por meio dos Marketplaces, você terá toda a estrutura necessária, além do tráfego de milhares de pessoas comprando diariamente totalmente disponível para você vender.  

Então, cadastre o seu produto nos principais Markeplaces como o Mercado Livre, Amazon e Magazine Luiza. 

Em seguida, coloque algumas informações que são determinantes, como:

  • Descrição do seu produto (tamanho, cor);
  • Pontos positivos;
  • Fotos de qualidade mostrando o produto;
  • Disponibilidade do Estoque;
  • Entre outras informações que sejam relevantes para o seu cliente. 

Caso você comece a vender de forma periódica (1 ou 2 produtos por dia, todos os dias) e/ou crescente nesses canais, pode considerar que o seu Ecommerce e produto estão validados. 

6 – Impulsão 

Como o nosso objetivo é fazer com o que o seu negócio não pare de crescer, preste bem atenção na etapa de impulsão. 

É aqui que você vai escalar a sua empresa para que continue crescendo e tenha garantido a consolidação no mercado…E, é claro, trazer mais resultados (ou seja, mais dinheiro no bolso).

A primeira coisa que você precisa fazer nesta etapa é impulsionar as vendas por meio de anúncios, sejam eles nos Marketplaces ou nas redes sociais. 

Na verdade, a impulsão pode ser feita  nos dois ao mesmo tempo, pois as chances de impactar mais pessoas aumentam ainda mais. 

Crie uma campanha bem feita, profissional e com alta capacidade de atrair novos clientes para o seu negócio. 

Com isso, anuncie nos principais canais de venda do seu negócio e aproveite que o valor para os anúncios no Ecommerce são bem baixos. O investimento será pouco para um bom retorno! 

Mas apenas se você fizer uma boa campanha, ok? Então, trabalhe firme nessa tarefa! 

Essas foram as 6 etapas INDISPENSÁVEIS para quem quer criar um Ecommerce do Zero em 2021. Mas, além de criar um negócio, você deseja ter um Ecommerce de sucesso? Nós, do Ecommerce na Prática, estamos aqui para te ajudar nessa jornada! 

Hoje, nossa escola é referência em Ecommerce e já apoiou o crescimento de milhares de negócios online pelo Brasil.

Em nossos conteúdos e treinamentos, você vai encontrar um vasto material que está ajudando muitos brasileiros a criarem e alavancarem o próprio Ecommerce. 

*Este artigo foi escrito pela equipe Ecommerce na Prática.