O load balance é uma técnica usada para garantir a boa experiência dos usuários no site da sua empresa. Veja mais sobre sua importância e como aplicá-lo.

Essencial para manter a estabilidade do seu site, o load balance (balanceamento de carga) é uma ferramenta de TI que garante que os  usuários tenham uma navegação perfeita.

A principal função do load balance é distribuir o número de solicitações ao seu data center em diversos servidores, evitando a sobrecarga.

O resultado é um site com estabilidade na conexão e que permite que os visitantes naveguem pelo seu site sem problemas.

Isso não significa que você está isento de quedas ou possíveis problemas técnicos, mas, com o load balance, é possível “esconder” a instabilidade dos usuários até que tudo seja resolvido.

Neste artigo, você vai descobrir a importância do load balance, suas vantagens e como implementá-lo no seu site. 

O que é load balance?

O load balance é a distribuição de tráfego de rede ou aplicativo em vários servidores de uma “torre de servidores”. 

Cada balanceador de carga é responsável por receber e distribuir as solicitações de entrada para qualquer servidor disponível capaz de atendê-las.

De modo geral, o load balance é um sistema usado para equilibrar o volume de trabalho de acordo com o número de requisições de um serviço. Isso pode acontecer em hardware ou software ou em ambos.

Por exemplo, quando alguém faz uma solicitação, ou seja, uma pesquisa na internet ou uma compra em algum site, o servidor, que pode ser dedicado ou VPS, fica responsável por enviar essas informações à rede para que então elas cheguem até o usuário final.

Quando o número de solicitações é muito alto, o servidor pode ficar sobrecarregado, o que causa lentidão ou até mesmo paralisação desses sistemas.

O load balance é um método que ajuda a melhorar a distribuição dessas requisições, influenciando diretamente no desempenho deste processo. 

Ele pode agir de diferentes maneiras, as mais comuns são Round-Robin e Master/Slave. Confira as diferenças entre cada um desses métodos de load balance abaixo: 

  • Master/Slave

Neste método, todas as solicitações são enviadas a um único servidor (Master) e somente se acontecer algum imprevisto elas são distribuídas entre outros medianos (Slaves). 

A grande vantagem deste modelo é que cada servidor tem seu próprio data center, por isso a estabilidade de conexão para o usuário final é maior.

  • Round Robin

Aqui todos os componentes do cluster são Masters e as requisições são distribuídas igualmente entre eles. Caso algum apresente problemas, a informação é então redirecionada para outro. 

Apesar de todos terem a mesma configuração, no Round Robin eles ficam em um único servidor (stand alone), por isso este método é indicado para sites com volume de requisições mais baixo.

  • Hash

Distribui as solicitações conforme a ordem programada pelo administrador, pode ser filtrando por Endereço de IP ou URL solicitada, por exemplo. 

  • IP Hash

Neste método é o IP do cliente que determina qual será o servidor a fornecer os dados solicitados.

Quais são as principais vantagens?

Com o load balance, o transporte das informações fica mais rápido e as chances do serviço ficar indisponível caem consideravelmente.

Outra grande vantagem é que, com o sistema de distribuição master/slave, fica mais fácil realizar manutenções no sistema já que sempre haverá um servidor disponível para atender as demandas de solicitações.

Caso haja algum problema, o load balance é responsável por torná-lo imperceptível aos olhos do usuário já que nos bastidores ele está trabalhando para redirecionar a solicitação ao servidor disponível mais próximo. 

Além disso, o load balance fornece análises que preveem gargalos de tráfego antes que eles aconteçam e insights que podem ajudar na tomada de decisão do seu negócio.

Alguns outros benefícios são:

  • Escalabilidade
  • Redundância
  • Flexibilidade
  • Eficiência
  • Agilidade

Como ele pode auxiliar o site da sua empresa?

O load balance é importante para sites com alto volume de solicitações, como lojas virtuais. Como já vimos, ele é elemento essencial para manter uma boa estabilidade de navegação.

Entretanto, até mesmo sites menores podem se beneficiar com ele. Os empreendedores e proprietários de empresas precisam estar preparados para eventos como uma Black Friday ou Natal. 

É muito comum que nessas datas o volume de solicitações cresça bastante e várias pessoas naveguem pelo seu site ao mesmo tempo, o que pode sobrecarregar os servidores.

Ele também ajuda a melhorar a reputação da sua empresa, pois mantém o nível de confiabilidade do seu público.

Seu site sempre disponível transmite sensação de segurança aos seus clientes e isso é muito importante, principalmente se você trabalha com vendas. 

As pessoas ficam desconfiadas de inserirem dados sensíveis como número de cartões de crédito em sites que apresentam falhas técnicas.

Como implementar o load balance?

O load balance pode ser configurado tanto em software quanto em hardware. Quanto maior o volume de solicitações seu website tiver, maior terá que ser o espaço para processar essas informações.

Independentemente de qual método escolher, sempre será necessário realizar uploads com os softwares que promovem o bom funcionamento do load balance.

Por isso, muitos administradores optam por usá-lo em software que se adaptam ao seu hardware disponível. Esta opção é bem flexível e mais em conta, sendo a mais utilizada.

Para configurar um load balance é preciso se atentar a alguns pontos. O primeiro deles é garantir o tráfego uniforme dos servidores.

Para isso, você pode usar um failover automático, que é um componente de tolerância a falhas.

Você também precisa monitorar seus servidores constantemente. Através de configurações de integridade ativa você analisa seus servidores em intervalos programados que vão fornecer o status da conexão em códigos específicos como taxa de resposta e tempo limite, por exemplo.

Outro ponto que vai ajudar seu load balance é o controle geográfico. Você precisa direcionar os visitantes ao servidor mais próximo. 

Se você tem um público grande nos Estados Unidos, por exemplo, o ideal é que você tenha um servidor físico mais próximo ou uma extensão DNS para melhorar o balanceamento de carga.

Como você percebeu, um site que possui load balance se torna mais competitivo. Isso porque a equipe de TI consegue garantir escalabilidade e disponibilidade de serviços enquanto a equipe de vendas foca no objetivo da empresa sem se preocupar se o site estará ou não no ar.

E aí, gostou deste conteúdo? Conte para a gente se você já possui load balance no seu site e os benefícios que ele trouxe para seu negócio!

Assine a nossa newsletter. Receba conteúdos como este no seu e-mail 🙂