O mundo é feito de conexões, e com a entrada no mercado de trabalho que percebemos o quanto o networking é importante. Saiba mais aqui!

Ouça o conteúdo deste post clicando no player abaixo!

A vida é feita de conexões. Desde muito cedo aprendemos a nos relacionar com nossos familiares, conforme vamos crescendo surgem as primeiras amizades (que podem durar a vida toda ou não), depois vem os amores e junto com a vida adulta, o convívio com os colegas de profissão. 

É com a nossa entrada no mercado de trabalho, que percebemos o quanto as conexões são importantes e como elas podem nos impulsionar a dar passos mais largos. Hoje, com a concorrência acirrada entre profissionais e empresas, cada vez mais é preciso construir bons relacionamentos e marcar positivamente a vida das pessoas, para que elas continuem lembrando de nós, assim como nós delas. 

Quando temos uma relação sincera com as pessoas, de ajuda mútua, deixando de lado os próprios interesses, nós geramos o crescimento conjunto. A partir dele, é possível compartilhar com diversas pessoas do mundo o conhecimento, oportunidades, inovação e muito mais. Afinal, servimos de ponte entre as pessoas e sempre teremos uma ligação com alguém, seja de forma pessoal ou profissional. 

Toda essa reflexão vem para abrir nosso assunto principal: a importância do networking. Por mais que você não perceba, você faz isso todos os dias, desde muito pequeno. Afinal, em algum momento de nossa existência nós entendemos que uma boa rede de contatos abre portas e pode nos levar a posições e lugares inimagináveis. 

Por que o networking é tão importante?

A tradução livre de networking é “rede de contatos”. O principal sentido do networking é o ato de fazer conexões pessoais ou profissionais, que ajudam a abrir caminhos e criar oportunidades de carreira, assim como no mundo dos negócios. 

Aqui cabem duas máximas, que são muito conhecidas (acredito que desde que o mundo é mundo), que são:

  • Quem não é visto, não é lembrado;
  • Quem indica, amigo é. 

O networking cabe nessas duas frases, pois elas definem muito bem a construção das relações. Afinal, se você cria boas conexões, sempre vai ser lembrado por alguém e por consequência será indicado para algo, seja para um emprego, uma nova oportunidade de negócio e por aí vai. 

Se na vida pessoal o networking é importante, no empreendedorismo ele é lei. Uma empresa só tem sucesso se for bem relacionada, se possui clientes felizes e fidelizados e por consequência um bom marketing boca a boca. 

Como dono de um negócio, você deve saber muito bem que desde o início é preciso ter uma relação eficaz com todos que fazem parte da sua cadeia, para que continue crescendo e alavancando sua empresa. 

O networking traz aprendizado

Todos os dias a gente aprende algo novo com alguém que conhecemos ou com um completo estranho. Você até pode dominar vários assuntos, mas em algum momento você e seu negócio vão precisar de ajuda e uma boa rede de contatos pode ser uma mão na roda. 

Aprenda a extrair o máximo de seus contatos, para que você siga aprimorando o seu negócio. Procure ter a escuta ativa e aceite as críticas construtivas e conselhos que vem de pessoas com mais experiência ou que já passaram pela mesma situação que você. A sua rede de contatos está aberta para te trazer conhecimento, você está pronto para aprender?

Te ajuda a fazer benchmarking

O mundo está cada vez mais competitivo. Todos nós estamos atrás do “pulo do gato” e daquela oportunidade que vai mudar a vida das pessoas, assim como de sua empresa. Pensando nisso, você já parou para analisar que a sua rede de contatos pode te ajudar a se aproximar do seu concorrente e que juntos podem começar a pensar em soluções para os clientes?

Ao compartilhar conhecimento, mesmo que seja com o seu concorrente, ambos se tornam fonte de inspiração e podem gerar o crescimento conjunto. Esse tipo de crescimento está se tornando tendência entre as empresas e trazendo valor agregado não só aos negócios, mas também aos clientes e sociedade. Quando as empresas se unem, elas têm muito mais a oferecer, do que quando competem apenas para ser melhores que as outras. 

O networking e o benchmarking juntos são uma boa combinação para a disrupção, inovação e criação de novas formas de aprendizado e sucesso em conjunto. 

Ajude antes de ser ajudado

Para que o networking funcione e seja verdadeiro, você precisa estar aberto a ajudar. Como todos nós sabemos, a base de relacionamentos duradouros é a confiança e honestidade e somente a partir disso você conseguirá agregar na vida das pessoas. 

Dessa forma, sempre que puder ajudar ou fazer uma gentileza para alguém, faça. Quando você menos espera, a vida vai te retribuir essa boa ação e as pessoas estarão dispostas a te ajudar, já que você um dia fez o mesmo por elas. 

Esteja na internet

Além da sua empresa, você também precisa estar presente na internet. Hoje, as boas relações também são construídas a partir das redes sociais, principalmente no LinkedIn. 

Acompanhe o que sua rede posta, curta, compartilhe e comente tudo aquilo que acha interessante e que pode agregar em sua vida e na de outras pessoas. 

Além disso, crie posts com suas opiniões, compartilhe conhecimento, esteja disposto a conversar via mensagens privadas e até no WhatsApp. Por fim, interaja com pessoas que tenham afinidade com a sua empresa e esteja disponível para trocar ideias e fazer o crescimento conjunto acontecer. 

Procure fazer parcerias

Você conhece um negócio que pode agregar o seu e acredita que juntos podem ter ainda mais sucesso? Então proponha uma parceria! 

Pense em como a união das empresas poderia ser benéfica e faça a sua proposta. Lembre-se que o resultado é maior quando existe a soma das partes. O mundo está cada vez mais colaborativo e se você quer fazer a diferença nele, precisa de boas relações e parcerias. 

Saiba como contar a sua história

A construção de uma boa relação começa com a empatia. Se quem está te ouvindo sente afeto, você acaba de conquistar mais uma pessoa para a sua rede de contatos. 

Além de saber ouvir, é preciso saber como contar a sua história e prender a atenção das pessoas, principalmente daquelas que você tem o maior interesse em se relacionar. Para isso, nunca se esqueça de quem você é e seja consistente ao falar de suas paixões e principalmente de sua empresa. 

As pessoas compram sonhos e ficam pela experiência. Deixe claro onde está hoje, onde quer estar nos próximos anos e como quer gerar oportunidades e soluções para elas ao longo do tempo. 

O networking funciona como uma via de mão dupla, você e todos os envolvidos precisam ganhar com a conexão. Seja conhecimento, uma indicação, um novo cliente ou proposta, todos precisam ganhar nessa rede colaborativa. 

A forma como você se relaciona com os outros é a sua vitrine e a partir disso pode ter mais ou menos contatos. No mundo dos negócios, aqueles que se ajudam, é quem prosperam mais. Seja empático, gere oportunidades, ajude quem puder no caminho. Com certeza isso vai se reverter em algo muito positivo em seu futuro e você sempre será lembrado como aquele que sempre se importou com o próximo genuinamente. 

O networking pode não ser algo muito fácil de se fazer, mas depois que você pega o jeito, só cultiva parcerias e cresce nesse mercado cada vez mais competitivo

Gostou desse conteúdo? Acesse o blog da HostGator para mais artigos sobre tecnologia, negócios e marketing!