O protocolo TCP/IP é uma sigla para Transmission Control Protocol, utilizado no envio e no recebimento de dados na web.

O protocolo TCP/IP é a “linguagem” dos computadores e especifica a forma como os dados são trocados pela internet. Você já imaginou viver num mundo sem uma linguagem comum para se comunicar com as outras pessoas? Impossível, certo? Com os computadores, não é diferente. 

Atualmente, a maioria dos computadores conversa por meio do TCP/IP, fornecendo comunicações de ponta a ponta, que identificam como os dados devem ser endereçados, divididos, roteados, transmitidos e recebidos no destino. 

Altamente escalável e utilizado, esse protocolo requer pouco gerenciamento central e foi projetado para tornar as redes confiáveis, com capacidade de recuperação automática em caso de falha de qualquer dispositivo. Se você ficou curioso para saber mais sobre o que é protocolo TCP/IP e como ele funciona, este é o artigo certo! 

O que é protocolo TCP/IP?

Assim como o HTTPS, O IP e o TCP são dois protocolos diferentes da rede de computadores. O IP é o “CPF” dos computadores, sigla para Internet Protocol, ou seja, protocolo de internet. É o principal protocolo de comunicação responsável tanto pelos formatos quanto pelas regras de troca de dados e mensagens entre computadores de uma ou várias redes conectadas à internet. 

Ele é um rótulo composto por números atribuídos a um dispositivo conectado à rede. Cada dispositivo possui um endereço IP que o identifica, permitindo que ele se comunique e troque dados com outros dispositivos conectados.

Já o Transmission Control Protocol (TCP) é responsável pela entrega de dados assim que o endereço IP for encontrado. Antes de transmitir os dados, o TCP estabelece uma conexão entre uma origem e um destino, que permanece ativa até o início da comunicação. 

Em seguida, ele divide grandes quantidades de dados em pacotes menores. Basicamente, o TCP é um padrão de comunicação que permite que programas, aplicativos e dispositivos de computação troquem mensagens em uma rede. 

É possível separar IP e TCP em conceitos diferentes, mas isso não faz sentido, pois eles funcionam juntos. Dessa forma, o significado de protocolo TCP/IP nada mais é que um grupo de protocolos de comunicação cujo objetivo é entregar pacotes de dados entre dispositivos de origem e destino, usando informações de endereço.

Para ficar mais simples de entender, pense o seguinte: o IP é o número do seu telefone, 

enquanto o TCP é a tecnologia que permite que o telefone toque quando alguém liga para você. Os dois protocolos são frequentemente usados ​​juntos e dependem um do outro para que os dados tenham um destino e cheguem com segurança, razão pela qual o processo é regularmente referido como TCP/IP.

Como o protocolo TCP/IP funciona?

O protocolo TCP/IP foi desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos com objetivo de facilitar a transmissão de dados (segura e precisa) entre dispositivos. Para realizar esse trajeto, a pilha de protocolos TCP/IP divide as mensagens em pacotes, evitando o reenvio da mensagem inteira caso haja algum imprevisto nesse trajeto. 

Esse pacote de mensagens (dados da mensagem original) deve passar por quatro camadas antes de ser recebido pelo dispositivo de destino: camada de datalink, camada de internet ou rede, camada de transporte e camada de aplicação. Você saberá sobre elas mais a frente neste artigo. Nesse momento, o que interessa é qual a função do protocolo TCP/IP. 

Ao receber o pacote, o TCP/IP passa pelas camadas na ordem reversa para colocar a mensagem de volta no formato original. O protocolo divide a mensagem em camadas para manter o processo padronizado, sem que os fornecedores de hardware e software tenham que tentar gerenciá-lo sozinhos.

Além de enviar e receber pacotes de dados, o TCP lida com a transmissão de quaisquer pacotes perdidos e gerencia o controle de fluxo, com o objetivo de garantir que todos os pacotes cheguem onde devem. Para um exemplo mais prático, vamos utilizar o envio de um e-mail usando SMTP.

A camada TCP do servidor divide a mensagem em pacotes, enumera-os e encaminha-os para a camada IP, que transporta cada pacote para o servidor de e-mail de destino. Quando os pacotes chegam, eles são devolvidos à camada TCP para serem remontados no formato de mensagem original e devolvidos ao servidor de e-mail, que entrega a mensagem na caixa de entrada do usuário.

Para estabelecer uma conexão entre dispositivo e servidor, o protocolo TCP/IP usa um handshake de três vias. O dispositivo e o servidor devem sincronizar e reconhecer os pacotes antes do início da comunicação, então eles podem negociar, separar e transferir conexões.

É importante ressaltar que cada pacote pode seguir uma rota diferente entre o computador de origem e o de destino, dependendo se a rota original usada está congestionada ou indisponível. Agora que você já sabe alguns dos fundamentos do protocolo TCP/IP, chegou a hora de conhecer as quatro camadas do modelo! 

Também conhecida por camada de interface de rede ou camada física, é responsável por lidar com as partes físicas de envio e do recebimento de dados usando o cabo Ethernet, a rede sem fio, a placa de interface de rede, o driver de dispositivo no computador e assim por diante.

Camada de internet 

A camada de internet ou camada de rede controla o movimento dos pacotes pela rede.

Camada de transporte

A camada de transporte é o local em que a mágica do protocolo TCP/IP acontece. Ela fornece uma conexão confiável de dados entre dois dispositivos, divide-os em pacotes, confirma os pacotes que recebeu do outro dispositivo e garante que o segundo dispositivo reconheça-os.

Camada de aplicação

Esta camada é composta por um grupo de aplicativos que requerem comunicação de rede. É com essa camada que o usuário normalmente interage, como e-mail e mensagens. 

Aplicações do protocolo TCP/IP

Como você percebeu, o protocolo TCP/IP é usado para realizar a comunicação entre a rede de computadores. Ele serve para fazer login remoto pela rede, transferência interativa de arquivos e entrega de e-mail e páginas da web. 

Existem várias aplicações de TCP/IP em tempo real. As mais comuns são: 

  • HTTP (Hypertext Transfer Protocol): que lida com a comunicação entre um servidor web e um navegador web;
  • HTTPS (HTTP Secure): que lida com a comunicação segura entre um servidor da web e um navegador da web;
  • FTP (File Transfer Protocol): que lida com a transmissão de arquivos entre computadores.

O Protocolo de Transferência de Hipertexto (HTTP) é o aplicativo TCP/IP mais comumente usado, pois transfere páginas da web de um servidor para um navegador. Além das aplicações em tempo real do protocolo TCP/IP, existem outras. Confira algumas delas abaixo. 

Protocolo de Configuração Dinâmica de Hosts (DHCP)

É o aplicativo responsável por solicitar e oferecer endereços IP. Um cliente DHCP solicita automaticamente um endereço IP de um servidor DHCP quando uma rede é detectada. Um servidor DHCP é executado em um roteador e oferece endereços IP aos clientes DHCP.

Sistema de Nome de Domínio (DNS)

Esta aplicação permite navegar até um site, fornecendo o nome de domínio em vez do endereço IP do site. O DNS mapeia nomes de domínio para endereços IP. Um host de rede precisa do endereço IP (não do domínio ou do nome do host) do servidor da web para gerar um pacote.

Protocolo de Transferência de Correio Simples (SMTP)

O SMTP é configurado para enviar e-mails. 

Protocolo de Gerenciamento de Rede Simples (SNMP)

SNMP significa Simple Network Management Protocol, que gerencia dispositivos de rede. É usado principalmente para monitorar dispositivos de rede em busca de condições que possam exigir a atenção do usuário.

Protocolo de Tempo de Rede Simples (SNTP)

SNTP significa Simple Network Time Protocol, um serviço que fornece a hora do dia para dispositivos de rede. A precisão típica está na faixa de centenas de milissegundos.

Comunicação de Texto Serial Bidirecional (Telnet)

Telnet é um aplicativo que permite a comunicação de texto bidirecional por meio de um aplicativo de terminal, como HyperTerm ou Tera Term.

Protocolo de Transferência de Arquivos Trivial (TFTP)

TFTP é usado para transferir arquivos em uma rede local. Ele pode ser utilizado para atualizar o firmware em um dispositivo embutido com um carregador de boot. Lembrando que o TFTP é uma versão simplificada do FTP. TFTP não tem provisões para segurança, então ele só é usado em redes locais.

Para utilizar algumas das aplicações do protocolo, você precisará do endereço do TCP/IP do dispositivo. Na maioria das vezes, o dispositivo se comunica automaticamente, mas você pode precisas fornecer manualmente seu endereço TCP/IP.

Instalação do protocolo TCP/IP

Nesta seção, você confere como instalar o protocolo TCP/IP. É incomum que os computadores não tenham o protocolo na configuração original instalado, sobretudo se ele faz parte da rede de alguma empresa ou residência. No entanto, caso isso tenha acontecido com você, siga os passos abaixo. 

  1. Clique em “Iniciar”, “Painel de controle” e “Conexões de rede”;
  2. Clique com o botão direito do mouse em “Conexão sem fio” e com o botão esquerdo em “Propriedades”;
  3. Selecione “Protocolo de Internet (TCP/IP)” e clique em “Propriedades”;
  4. Clique na guia “Geral” e marque “Obter um endereço IP automaticamente”; 
  5. Se o protocolo TCP/IP não estiver na lista de componentes instalados, clique em “Instalar”, “Protocolo” e “Adicionar”. 
  6. Selecione “Microsoft TCP/IP” e “OK”.
  7. Verifique se a caixa de seleção “Protocolo da Internet (TCP/IP)” está marcada e clique em “OK”.

Para resumir, o TCP/IP especifica como os dados são trocados pela internet e é usado para transmitir dados de protocolos de alto nível, que precisam de todas as informações para chegar. Algumas das vantagens do TCP/IP são:

  • estabelecimento de uma conexão entre diferentes tipos de computadores;
  • funcionamento independentemente do sistema operacional; 
  • suporte de muitos protocolos de roteamento;
  • arquitetura cliente-servidor altamente escalonável. 

Se você já conhecia o funcionamento deste protocolo, não deixe de compartilhar com a gente outras vantagens. E continue acompanhando o blog da HostGator para mais conteúdos sobre tecnologia, negócios e marketing!