Que assuntos você quer receber:

A confirmação da sua inscrição foi enviada para o seu e-mail

Agradecemos sua inscrição e esperamos que você aproveite nossos conteúdos!

Entenda o que é stakeholder, qual a relação que existe na empresa e sua importância, além dos tipos de stakeholders no mundo dos negócios.

Stakeholder, segundo a norma internacional ISO 26000 que dá recomendações sobre responsabilidade social, é “um indivíduo ou grupo que tem interesse em qualquer decisão ou atividade de uma organização”.

O conceito parece ser bem amplo e, além disso, pode ser difícil identificar qual a real importância que o stakeholder tem dentro de uma empresa e o motivo de você precisar saber mais sobre esse assunto. 

O termo apareceu pela primeira vez em 1963, em um memorando do Instituto de Pesquisa de Stanford e se referia a “grupos sem cujo apoio a organização deixaria de existir” e, mais tarde, continuou sendo aprimorado, principalmente para o mundo dos negócios. 

Hoje em dia é comum incluir a chamada “parte interessada” na hora de tomar grandes decisões que podem influenciar enormemente em instituições e empresas, levando em conta todos os que possuem algum interesse na organização. 

Quer saber mais sobre Stakeholder? Vamos mostrar as definições existentes, sua importância e como incluí-los no gerenciamento da empresa. 

O que é Stakeholder? 

R. Edward Freeman, professor na Universidade da Virgínia, utilizou o termo stakeholder em 1984, a princípio, para definir todos os que podem ser afetados pelos resultados das ações de uma determinada empresa. 

A partir daí, Freeman desenvolveu todo um estudo, a chamada Teoria dos Stakeholders que, basicamente, diz que uma empresa deve sempre estar atenta a todos os que possuem ligação com ela, seja direta ou indiretamente. 

Dessa maneira, segundo a teoria, um gerente de uma empresa precisa conseguir pensar em meios de alcançar a meta de absolutamente todas as pessoas interessadas, sejam funcionários, clientes ou fornecedores.

Porém, realizar isso pode ser bem complicado, já que os diferentes grupos de stakeholders podem ter interesses completamente diferentes e, muitas vezes, concorrentes. 

O conceito de stakeholder gira em torno dos indivíduos ou grupos que possuem qualquer tipo de interesse em relação às atividades de uma corporação, sejam eles sócios, funcionários, clientes, patrocinadores, fornecedores e até mesmo a sociedade como um todo. 

Os stakeholders podem ser envolvidos em grande ou pequeno grau e não necessariamente precisam fazer algo específico, além de participar do negócio de alguma forma, da maneira que melhor se adaptar às necessidades dos mesmos. 

Alguns dos stakeholders são mais ativamente envolvidos com o negócio, seja de forma direta ou indireta. A empresa pode possuir uma relação mais próxima ou não com os mesmos.

Exemplo de stakeholder

Um exemplo que mostra uma das partes envolvidas na empresa são os clientes. Ao adquirir um produto ou serviço, o cliente é afetado pela companhia, pois esta fornece algo que o cliente quer ou precisa e, ao mesmo tempo, a empresa é afetada, já que a compra faz parte de sua receita. 

Entretanto, um cliente também pode escolher se envolver mais ativamente com uma empresa, sendo um divulgador ativista ou, então, levantando um boicote contra a mesma. Ambas ações irão afetar a empresa diretamente. 

Portanto, embora a definição de stakeholder seja relativamente simples, seu impacto e relação com a organização podem ser mais complexos. Para te ajudar a entender, esclarecemos os principais pontos a seguir. Confira!

banner-registro-dominio

Diferença entre stakeholder e shareholder

É comum as pessoas confundirem os termos, já que shareholders e stakeholders são parecidos na grafia, mas o conceito é diferente, embora esteja relacionado

Sabemos que o stakeholder é todo e qualquer indivíduo ou grupo de indivíduos que possuem participação ou interesse em uma empresa, em pequena ou grande proporção. 

Os shareholders são um tipo específico de stakeholders, pois são apenas os que possuem ações na empresa em questão, podendo também ser chamados de acionistas.  

Os shareholders são o tipo de stakeholders mais ativos, pois podem realizar ações dentro da companhia, tais como: 

  • Votar em decisões importantes; 
  • Ajudar a eleger membros para o conselho de administração; 
  • Vender sua parte da propriedade na empresa. 

A origem dos termos em inglês também se diferem, uma vez que stake pode significar interesse e share significa quota ou ação de uma empresa. Holder significa “aquele que segura algo”. 

Todo shareholder é um stakeholder, porém o contrário não é verdadeiro. Nem todo stakeholder pode conseguir afetar o negócio da empresa, mas os shareholders conseguem afetar diretamente.

Enquanto stakeholders não necessariamente possuem parte do negócio e podem ser envolvidos tanto direta ou indiretamente com a empresa, os shareholders possuem as ações, que são uma parte do negócio e envolvidos sempre diretamente na empresa. 

Em resumo, shareholders são um tipo de stakeholders, ou seja, uma parte, enquanto os stakeholders são um grupo mais amplo, que inclui mais do que apenas os shareholders ou acionistas. 

Por que o stakeholder é importante para a sua empresa? 

Agora que já sabemos que stakeholders são as pessoas interessadas em sua empresa, desde acionistas, funcionários, investidores e clientes, é certo afirmar que deles vem boa parte do apoio financeiro e prático do negócio

Os stakeholders ampliam o grupo de pessoas que se preocupam com a prosperidade da empresa, ajudando no trabalho do empreendedor de evoluir com o próprio negócio. 

Quando a relação entre a empresa e os interessados é saudável, há vantagens  para os dois lados, e todos ficam felizes com o desenvolvimento do negócio e a lucratividade. 

Quando o relacionamento entre stakeholders e empresa não é o ideal, podem existir muitas demandas ou interesses conflitantes, fazendo com que as decisões sejam tomadas de forma lenta e imprecisa. 

Os stakeholders ampliam o grupo de pessoas que se preocupam com a prosperidade da empresa, ajudando no trabalho do empreendedor de evoluir com o próprio negócio. 

Para poder ter um relacionamento bem-sucedido entre stakeholders e empresa, é preciso que ambas as partes trabalhem em conjunto para conseguir caminhar em direção a objetivos comuns.  

Um exemplo disso é a relação com os colaboradores: eles dependem do seu negócio para seguir tendo um salário e, assim, poderem se sustentar. 

Ao mesmo tempo, você necessita que os colaboradores estejam motivados e trabalhem dando o melhor de si, para que ajudem a alcançar os objetivos da empresa.

Da mesma forma, se a sua empresa se esforça para oferecer um produto ou serviço de qualidade, buscando atender às necessidades dos seus clientes, é provável que eles façam propaganda do seu negócio, porque desejam que mais pessoas conheçam. 

A relação com os investidores e acionistas também pode ser saudável, desde que todos estejam alinhados com relação aos interesses

Naturalmente, quem investe em sua empresa deseja um retorno financeiro, mas se a preocupação estiver além do lucro é possível que todos saiam ganhando e garantindo um bom serviço prestado. 

stakeholder

Benefícios dos stakeholder

Assim, o ideal é saber construir uma boa relação com seus stakeholders, pois uma empresa com uma parte interessada que seja engajada pode, inclusive, ter benefícios financeiros ao longo do tempo.

Funcionários que se importam com o trabalho realizado e que visualizam o local como mais do que “apenas um emprego” trabalharão com mais afinco e serão embaixadores do seu negócio

Clientes que acreditam em seu negócio irão oferecer suporte, vão sempre comprar com a sua empresa e farão o marketing gratuito sempre que for possível para que possam ver o seu negócio prosperando.

O contrário também acontece: funcionários infelizes podem atrasar a sua produção com um serviço mal-feito, greves e manifestações que geram bastante dor de cabeça e não ajudam em nada a empresa. 

Se os clientes não tiverem suas necessidades consideradas, a propaganda negativa acontece com muita dedicação e, hoje em dia, com o avanço das redes sociais, movimentos como o boicote estão cada vez mais comuns. 

Você deve continuar investindo em sua empresa em outras áreas, como a tecnológica, por exemplo, mas não deve descartar buscar um bom gerenciamento dos stakeholders como uma forma de cuidar do sucesso do seu negócio. 

Quais são os tipos de stakeholders? 

Já vimos que podem existir muitas pessoas interessadas na empresa, ou seja, podem existir muitos tipos de stakeholders, mas de modo geral as partes interessadas podem se dividir em dois grandes grupos: stakeholders internos e stakeholders externos. Agora, iremos entender um pouco sobre cada um. 

Stakeholders internos

Como o nome já sugere, os stakeholders internos são aqueles que estão dentro da organização

Dessa forma, os resultados da empresa afetam diretamente essas pessoas, o que as faz ter um interesse ainda maior graças ao impacto que o sucesso da companhia pode causar em sua vida.

Como exemplo, temos os próprios proprietários, os funcionários, pessoas que integram o conselho de administração, os investidores, acionistas, etc.

Stakeholders externos 

Estas são as pessoas que estão fora da organização e, por isso, são indiretamente impactadas pela empresa. No entanto, são influenciadas pelo trabalho da organização, por isso podem colaborar para o sucesso da mesma. 

Os stakeholders externos podem ser os clientes, fornecedores, credores, clientes intermediários, concorrentes, a sociedade e até mesmo o governo. 

Existe, além disso, uma divisão um pouco menor que inclui os tipos de stakeholders em relação a uma empresa, vejamos como ela funciona!

  • Clientes

Interesse: Valor e qualidade do produto ou serviço 

Naturalmente, podemos citar os clientes como uma parte interessada de um negócio, na medida em que são impactados pelo valor do produto ou serviço que estão adquirindo, além da qualidade dos mesmos. 

Um bom exemplo disso é o fato de que, ao viajar de avião, os clientes são muito interessados na qualidade do serviço prestado, uma vez que suas vidas dependem da aeronave e piloto fornecidos. 

  • Funcionários 

Interesse: Emprego, renda e segurança que este traz.

Com uma participação mais direta na empresa, os funcionários ganham um salário para conseguir o próprio sustento, além de benefícios adicionais, em troca da mão de obra de qualidade. 

Existem locais em que os funcionários também possuem grande interesse na segurança e saúde oferecidas pela empresa, devido à periculosidade do trabalho, como em indústrias de petróleo, mineração, construção e afins. 

  • Investidores 

Interesse: Retorno financeiro 

Os shareholders também podem ser incluídos com os investidores, que esperam receber um retorno financeiro depois de haver investido um capital, seja direto ou com compra de ações. 

Além deles, outros possíveis provedores de capital, como os credores e potenciais compradores, estão preocupados com a prosperidade dos negócios para conseguir ter lucro financeiro.

stakeholder
  • Fornecedores 

Interesse: Segurança e receita

Os fornecedores são os que vendem produtos e/ou serviços para a empresa e, assim, dependem dela para continuar gerando receita e renda continua. Existem alguns setores que também se interessam pela saúde e segurança, pois estão envolvidos mais diretamente nas operações da organização. 

  • Comunidades 

Interesse: Segurança, saúde e desenvolvimento econômico

As comunidades podem possuir interesse nas grandes empresas que se instalam em suas localidades, pois muitas coisas podem impactar a vida das pessoas, como a criação de empregos, o desenvolvimento econômico, segurança e saúde.

Quando há a chegada ou saída de uma grande empresa de uma pequena comunidade, há uma mudança imediata e significativa em relação aos empregos, renda e gastos gerados na área. 

Também pode haver impacto na saúde das comunidades, pois existem empresas que alteram o meio-ambiente, geram grande poluição ou desmatamento nos lugares, preocupando os moradores. 

  • Governo

Interesse: Impostos e Produto Interno Bruto (PIB)

Os governos também possuem interesse na criação de novos negócios, já que coletam impostos específicos de empresas e de todas as pessoas que são empregadas por elas. Além disso, pode acontecer recolhimento em cima de outros gastos gerados por uma empresa, como, por exemplo, vendas geradas. 

O benefício para o governo está também na contribuição que as empresas dão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos locais.

Como os tipos de stakeholders são bem diversificados, geralmente as empresas podem ter certa dificuldade para gerenciar as pessoas interessadas no negócio. 

Como gerenciar e manter stakeholders?

De fato, é preciso muito trabalho e visão para conseguir construir ligações consolidadas entre a empresa e seus Stakeholders, o que pode se tornar um trabalho complexo se não for bem organizado. 

Como em toda gestão de projetos, é muito importante seguir alguns passos para poder ter sucesso nesse quesito. Veja abaixo quais são eles e aplique agora na sua empresa!

  • Identifique os seus Stakeholders

Nós já te ajudamos com esse guia sobre quem são as pessoas interessadas no seu negócio. Agora, é hora de colocar em prática o conhecimento adquirido e identificar os seus interessados, na sua empresa especificamente.

  • Analise seus stakeholders 

Depois de identificar quem são, é hora de fazer uma análise, coletando informações dos próprios stakeholders e percebendo o grau de envolvimento e satisfação de cada um. 

Pode ser preciso criar estratégias de comunicação interna para conseguir realizar bem esse passo. 

  • Prioritize seus stakeholders 

Faz parte do gerenciamento saber priorizar as tarefas e, no caso dos stakeholders, saber qual deles deve ter os interesses elencados como mais importantes

Por mais simples que seja, não é exatamente fácil fazer isso, já que os interesses podem ser totalmente contrários e será necessário analisar o momento da empresa para saber o que deve ser tratado como prioridade. 

Por exemplo, se o negócio estiver em fase inicial, é preciso priorizar os clientes e funcionários. Se a empresa for mais antiga, pode ser o momento de priorizar acionistas e investidores para o crescimento. 

  • Engaje seus stakeholders 

Tornar o relacionamento entre as partes mutuamente benéfico, atendendo às expectativas e objetivos das pessoas que possuem interesse em sua empresa e recebendo em troca a confiança e engajamento no seu projeto é o ideal quando o assunto é stakeholders. 
O relacionamento com os stakeholders é importante para a sua empresa, não importando se você oferece serviços ou produtos, físicos ou digitais. Você deve sempre colocar os interesses no crescimento e sucesso como essenciais para a sua gerência.

Navegue por tópicos

  • O que é Stakeholder? 

    • Exemplo de stakeholder

  • Diferença entre stakeholder e shareholder

  • Por que o stakeholder é importante para a sua empresa? 

    • Benefícios dos stakeholder

  • Quais são os tipos de stakeholders? 

    • Stakeholders internos

    • Stakeholders externos 

  • Como gerenciar e manter stakeholders?

Tags:

  • Domínios

HostGator

Provedora mundial de hospedagem de sites e outros serviços relacionados à presença online.

Mais artigos do autor

Garanta sua presença online

Encontre o nome perfeito para seu site

www.

Comentários