WAMP é um acrônimo para um conjunto de softwares formados pelo Windows, Apache, MySQL e PHP. Veja suas principais vantagens e como configurá-lo.

WAMP é uma abreviatura para Windows, Apache, MySQL e PHP. É derivado de LAMP, que significa Linux, Apache, MySQL e PHP. Como o nome sugere, enquanto LAMP é usado em servidores Linux, WAMP é usado em servidores Windows!

Como o WordPress geralmente não é instalado em servidores Windows, o WAMP tornou-se popular entre os desenvolvedores como um método de instalação do WordPress em computadores domésticos. Quer entender melhor? Confira neste artigo um guia inicial!

O que é WAMP?

“W” significa Windows; “A” significa Apache, um software usado para páginas web; “M” significa MySQL, um sistema de gerenciamento de banco de dados; e “P” significa PHP, uma linguagem de programação na qual muitos softwares, como o WordPress, são escritos. 

Como instalar o WampServer

O WAMP é executado como um processo no Apache e comunica-se com o banco de dados MySQL, o que ajuda a criar um site dinâmico.

Por que usar WAMP?

Em vez de instalar seu site WordPress em sua hospedagem web, pode ser necessário instalá-lo primeiro em seu computador. Entretanto, o PHP, por padrão, não pode ser visualizado sem o software adequado. 

Assim, o WAMP é um conjunto de serviços que permite exibir seu site localmente (sem estar conectado à internet). Como resultado, ele facilita o trabalho de um bom número de desenvolvedores. Você poderá testar novos recursos e plugins como achar melhor, sem risco.

Vale lembrar, no entanto, que uma vez que o site é criado, é necessário escolher um serviço de hospedagem web para colocá-lo on-line. Leia mais: Turbo — o novo plano de hospedagem de sites HostGator

A pilha de software WAMP pode ser baixada da página de download do projeto WampServer. Para usuários do Microsoft Windows, este é um pacote de instalação fácil, com um painel de controle que inicializa o Apache Web Services, o PHP e o MySQL no computador local. 

Assim, o WAMP e outros tipos de softwares com nomes e funcionalidades semelhantes são uma boa maneira de desenvolver sites em um computador local sem transferir os arquivos para um site ativo. Além disso, iniciantes costumam usá-lo para fins de aprendizagem e teste.

É importante lembrar que, se você instalar o WordPress localmente em seu computador usando WAMP, então será a única pessoa a ver este site.

Relembrando Apache

O Apache é um dos servidores web mais antigos que existem hoje! Ele foi criado em 1995 e desenvolvido pela Apache Software Foundation. Um servidor web é usado para exibir um site. Assim que você solicitar a exibição de uma página, o servidor extrairá o conteúdo e o exibirá a você. 

Um dos maiores desafios é ser capaz de atender a vários usuários simultaneamente, pois cada um solicitará a exibição de uma página diferente. Um servidor web também é capaz de ler e processar diferentes linguagens de programação como PHP, Python, HTML, Javascript e outras.

O servidor da web Apache possui módulos que adicionam funções ao seu software, como MPM (para lidar com vários modos de processamento) ou “mod_ssl” (para ativar o suporte para SSL V3 e TLS). 

Existem outros módulos Apache, como módulos de segurança, cache ou reescrita de URL. Além disso, você pode criar e configurar o servidor por meio de um arquivo .htaccess, que é levado em consideração em toda hospedagem compartilhada!

Relembrando MySQL

O MySQL é um componente importante da pilha corporativa de softwares livres conhecidos como LAMP. Essa é uma plataforma de desenvolvimento web que usa Linux como sistema operacional, Apache como servidor web, MySQL como sistema de gerenciamento de banco relacional de dados e PHP como linguagem de script orientada a objetos. 

Projetado originalmente pela empresa sueca MySQL AB, o software foi adquirido pela Sun Microsystems em 2008 e, em seguida, pela Oracle, quando comprou a Sun em 2010. Hoje, o MySQL é a base de muitos dos maiores sites da web. Existem inúmeros aplicativos profissionais e de consumo que o utilizam, como Facebook, Twitter, YouTube, etc.

O MySQL segue um modelo cliente-servidor. No coração do sistema de gerenciamento, está o servidor MySQL, que gerencia todas as instruções ou comandos do banco de dados. O servidor MySQL existe como um programa separado para uso em um ambiente de rede cliente-servidor e como uma biblioteca integrada (ou conectada) para aplicativos separados.

Esse software foi desenvolvido primeiro para lidar rapidamente com grandes bancos de dados. Se o MySQL é normalmente instalado em uma única máquina, ele pode transmitir dados do banco para vários destinos: os usuários podem acessá-lo com diferentes interfaces de cliente MySQL. 

Relembrando PHP

PHP é inspirado principalmente em três linguagens de programação: C, Perl e Java (cujo modelo de objeto foi usado como base para o desenvolvimento do PHP5). Outras linguagens, como Shell e C ++, também tiveram influência em alguns aspectos do PHP.

Desde o seu início, o PHP tem interessado cada vez mais desenvolvedores e é usado para a criação de milhões de sites dinâmicos na web. Um site dinâmico é aquele cujo conteúdo muda de forma autônoma. 

Isso pode mudar dependendo da data, do navegador utilizado pelo cliente, da posição geográfica, dos privilégios atribuídos a cada usuário após uma autenticação, por exemplo, do histórico de navegação e mais!

Sites dinâmicos são baseados em idiomas conhecidos como CGI (Common Gateway Interface), da qual o PHP faz parte. Além disso, PHP é uma linguagem de programação do lado do servidor. Ao contrário do Javascript, que é executado no cliente (navegador), é executado inteiramente no servidor que hospeda o site. 

Embora sua execução seja mais lenta que a do JavaScript, por causa do tempo que leva para a solicitação chegar ao servidor e a resposta para chegar ao navegador, o PHP tem várias vantagens.

Instalação do WAMP

Criar seu site em seu computador ou importar um site existente e iniciá-lo é muito fácil com o software WAMP. Confira abaixo.

  1. Primeiro, baixe o WAMP do site oficial. Você não precisa preencher as informações no pop-up, basta clicar diretamente em “Ir para download direto”. Se for seu caso, lembre-se de fechar o Skype (ele bloqueia o WAMP) e, em seguida, inicie a instalação. Você pode escolher um navegador e editor padrão para usar. Se isso não te interessar, deixe a opção padrão clicando em “Não”. Não há necessidade de ter conhecimentos específicos para instalar esse programa. Basta seguir as instruções na tela que o WampServer será instalado em poucos cliques.
  2. Depois de concluir a instalação, inicie o programa! Em seguida, um ícone aparecerá na barra de tarefas. Aguarde-o ficar verde: isso indica que o servidor está funcionando e que seu computador está simulando uma conexão com a internet.
  3. O endereço principal do seu servidor  é: http: // localhost. Assim, desconecte-se da internet, abra seu navegador e cole esse endereço. Você verá que seu navegador não exibe a tradicional “página impossível de exibir”, então você está logado.

Você também pode chegar a essa página clicando diretamente no ícone na barra de tarefas. Em seguida, um menu suspenso aparecerá, e você deve clicar em “localhost”.

Agora que temos nosso servidor web, nada mais acontecerá se não levarmos um aplicativo para teste ou desenvolvimento. É por isso que, para ilustrar um exemplo simples e concreto, vamos experimentar um primeiro aplicativo simples: WordPress, uma plataforma de blog.

Exemplo de uso

Antes de testar um aplicativo, você deve saber que o WAMP criou uma pasta em seu disco rígido para simular seu host. Essa pasta é chamada de “www” e está localizada no seguinte local para uma instalação padrão:

C: \ wamp \ www 

Você pode acessá-la navegando em seu disco rígido ou clicando diretamente no ícone WAMP na barra de tarefas e escolhendo “diretório www” no menu suspenso. É aqui que você colocará seus aplicativos web em seu computador para torná-los operacionais, ok?

  1. Para instalar o WordPress, baixe o aplicativo gratuitamente pelo site oficial.
  2. Descompacte a pasta baixada e copie a chamada “WordPress”  para o “diretório www”.
  3. Clique no ícone WAMP na barra de tarefas e escolha “phpMyAdmin” no menu drop-down para criar um banco de dados. Na página que aparecer, escreva o nome da base e confirme clicando em “Criar”.
  4. Inicie a instalação automatizada do aplicativo. Para isso, vá ao servidor local (ícone WAMP na barra de tarefas + localhost no menu suspenso). Agora vemos que há uma nova pasta “WordPress” em nosso servidor. Clique para abrir e siga as instruções na tela.

Fácil? Bom, acabamos de criar um site WordPress local. Basta acessar a interface de administração para preenchê-lo. Com um pouco de prática, não leva mais de cinco minutos para realizar essa operação. Esse foi apenas um exemplo fácil de configurar, mas, de fato, existem muitas aplicações orientadas para “ensino”, que funcionam com o mesmo princípio.

Como a instalação é automatizada de A a Z, é muito fácil instalar esse servidor de desenvolvimento. Assim, temos grande liberdade para testar ou desenvolver aplicativos web sem precisar estar conectado: um passo necessário para quem deseja se aprofundar nessa área!

Considerações finais

Agora você sabe o que é WampServer e porque deve usar esse software. Na verdade, como você viu, o WAMP é uma ótima maneira de economizar tempo na construção do seu site. Além disso, permitirá que você aprenda a desenvolver em um ambiente totalmente seguro.

No entanto, conforme falamos, se você deseja tornar seu site visível, precisará optar por hospedagem web. Confira nossas soluções para isso!

Acompanhe mais conteúdos sobre tecnologia, marketing e negócios em nosso Blog!