Você sabe como fazer uma boa campanha de mídia paga e fazer seus anúncios decolarem o seu negócio? Conheça os 5 pilares de uma campanha de sucesso!

Para você criar uma campanha de mídia paga online bem sucedida, existem alguns fatores que você precisa estar atento antes de veicular seus anúncios.

Vamos abordar a seguir 5 pilares que muitas vezes são esquecidos ou mal utilizados.

1 – Planejamento da campanha

O planejamento é um passo muito importante em uma campanha.Porém muitos anunciantes ignoram essa etapa e vão direto para criação da conta. O objetivo dessa etapa é você ter uma visão mais clara do seu negócio para criar uma boa estratégia e ações.

É possível utilizar ferramentas como a Matriz SWOT para identificar quais são suas fraquezas, forças, ameaças e oportunidades. Outra ação importante é fazer pesquisas de mercado, para entender melhor todas as possibilidades e identificar como a concorrência está posicionada.

Nesse sentido, é possível utilizar ferramentas gratuitas como o Google Trends, para identificar os assuntos que estão em alta; fazer buscas no Google para verificar os anúncios dos concorrentes; o planejador de palavras-chave para verificar volume de pesquisas das palavras e utilizar a biblioteca de anúncios do Facebook.

Existem também ferramentas pagas que auxiliam o anunciante a entender melhor o mercado de atuação, tais como SemRush e a SimilarWeb. A definição de objetivos e metas também é fundamental.

Como você vai saber se sua campanha de mídia paga está no caminho certo se não tem nenhuma referência?

Objetivos da sua campanha de mídia

Você precisa definir objetivos e metas claras e atingíveis. Não adianta definir algo que não seja realista com o momento e investimento de sua empresa.

Alguns objetivos bastante comuns em uma campanha de mídia paga são: geração de leads, vendas, tráfego e branding.

  • Geração de Leads: captação de dados do público que demonstrou interesse por um produto ou serviço.
  • Vendas: impactar usuários que possuem uma probabilidade maior de comprar um produto.
  • Tráfego: aumentar as visitas do seu site.
  • Branding: promover e fortalecer uma marca.

Durante o planejamento você pode definir qual o seu investimento disponível, porque a sua meta e os canais que você irá escolher para veiculação estão muito relacionados ao seu orçamento.

Ao criar sua campanha de mídia paga, por exemplo, é possível vender seus produtos para todo o Brasil. Porém quanto maior for a sua área de veiculação maior deverá ser o seu orçamento. 

Muitas vezes é melhor para um anunciante que possui um baixo orçamento veicular suas campanhas apenas em determinadas regiões.

Ao fazer isso é possível oferecer uma experiência diferenciada para esse público, como por exemplo, um frete grátis ou entrega mais rápida. 

2 – Segmentação de campanha

Você precisa conhecer seu público-alvo, quais são seus interesses e hábitos. Quanto menor for o seu investimento mais específico você deverá ser na escolha da segmentação. Como o seu orçamento é limitado você deve priorizar suas campanhas para o público-alvo mais aproximado possível dos seus clientes.

A escolha do público também irá refletir na comunicação que será feita por meio dos anúncios. Veja a seguir os principais tipos de segmentação utilizados em uma campanha de mídia paga:

Perfil Demográfico: Segmente seus anúncios de acordo com a característica do seu público-alvo ideal, tais como gênero, faixa etária, localização e idioma.

Interesse: Alcance novos usuários que possuem algum interesse em comum. Por exemplo, pessoas que acessam sites relacionados à tecnologia ou que possuem interesse em viagens.

Remarketing: exiba seus anúncios apenas para quem já teve algum contato anterior com sua empresa. Você pode, por exemplo, selecionar quem visualizou uma determinada página, um vídeo ou até mesmo selecionar uma lista de email de seus clientes. 

Lookalike ou lista similar: utilize os dados de sua própria audiência para encontrar um novo público semelhante a ela.

Você também pode selecionar alguma dessas segmentações como exclusão, para não impactar algum usuário indesejado. Algumas empresas escolhem por exemplo não exibir anúncios para quem já é cliente.

3 – Anúncio

Dependendo da plataforma de mídia paga escolhida você terá disponível algumas opções de formato de anúncios. No Google Ads, você pode criar anúncios de texto, gráficos, vídeos e formatos inteligentes que utilizam mais de um recurso.

Já no Facebook Ads são utilizados principalmente anúncios gráficos e em vídeo, com a possibilidade de exibir um texto complementar a imagem. O anúncio precisa ser claro, relevante e direcionar o público certo para a página mais específica possível.

É bastante importante enviar mais de uma opção de anúncio, pois a própria ferramenta tem a inteligência de exibir mais vezes a opção que for mais relevante para cada usuário.

Você deve levar em consideração também o contexto, esse anúncio está sendo exibido para um novo usuário ou para alguém que já acessou o seu site anteriormente?

Em alguns momentos será necessário criar o desejo pelo seu produto e em outros apenas reforçar uma mensagem. Para cada objetivo você deve criar um anúncio personalizado para alcançar melhores resultados.

Outra prática recomendada em uma campanha de mídia paga é atualizar seus anúncios sempre que possível, porque depois de um tempo ele perde a relevância para usuários que já o visualizaram por diversas vezes.

É possível trocar a cor, imagem ou a mensagem para verificar qual abordagem funciona melhor com a sua audiência.

4 – Página de destino do anúncio

A qualidade da página de destino também é muito importante em uma campanha de mídia paga. O site que você deverá direcionar seu usuário deve ser totalmente associado ao anúncio exibido.

Não faz sentido, por exemplo, direcionar uma pessoa que está buscando por uma geladeira de 2 portas para a página inicial do seu ecommerce. Nesse caso você deveria levar o usuário diretamente para a página contendo todos os modelos de geladeira de 2 portas que sua empresa vende.

Quanto menos etapas o usuário tiver que concluir para efetuar a sua compra, mais chances ele terá de efetuar a transação.

O seu site também deve ser rápido e intuitivo. Faça um teste A/B para verificar possíveis melhorias. Muitas vezes o problema não está no anúncio e sim na página de destino.

O site que vai fazer um determinado usuário decidir por comprar um produto. Não adianta direcionar um usuário qualificado para uma página com poucas informações.

Avalie também a qualidade do seu site em diferentes dispositivos. Muitos anunciantes exibem sua campanha para o celular mesmo oferecendo uma péssima experiência para o seu consumidor.

Nesse caso o anunciante está desperdiçando o seu investimento e ainda prejudicando a imagem da empresa perante esse público.

5 – Análise e Otimização

Uma das etapas mais importantes em uma campanha de mídia paga é a análise e otimização de seus resultados.

Com os resultados apresentados pelas suas campanhas é possível fazer ajustes, tais como: 

  • Excluir ou adicionar uma audiência
  • Criar um novo anúncio
  • Aumentar ou diminuir um lance ou orçamento
  • Retirar uma região com baixo desempenho
  • Criar uma nova campanha
  • Fazer uma promoção
  • Fazer alterações na sua página de destino

É importante ressaltar que a qualidade do seu produto ou serviço é fundamental para o sucesso de uma campanha de mídia paga.

A publicidade apenas coloca o seu produto em evidência, porém é necessário que ele tenha atributos que o diferenciam da concorrência e que desperte o desejo no consumidor para adquiri-lo.

Como abordado durante todo esse conteúdo existem diversos fatores que influenciam diretamente na qualidade da sua campanha.

Por isso, é importante estar atento a todos os detalhes e possibilidades de melhorias para conquistar melhores resultados.

Conheça o YouTube da HostGator Academy!