Você sabe como um servidor proxy funciona e qual é a sua importância para a navegação na Internet? Confira o guia completo sobre o assunto.

Um servidor proxy atua como uma porta entre você e a internet. Nem todo usuário que navega na web realmente sabe como ela funciona. É aí que entra o servidor proxy: ele é responsável por separar os usuários finais e os sites em que navegam, oferecendo segurança e privacidade. 

Se você estiver usando um servidor proxy, o tráfego da internet flui pelo servidor proxy até a página em que você está tentando navegar. Esse filtro impede que você acesse determinados sites ou, até mesmo, que você tenha ou não conexão com a internet. Neste artigo, você saberá mais sobre o que é o servidor proxy, como ele funciona e a sua importância para navegar com segurança pela internet. 

O que é um servidor proxy?

Servidor Proxy
Fonte da imagem: Profissionais Linux

O servidor proxy é conhecido como “intermediário”, porque fica entre os usuários finais e as páginas da web que eles visitam. Ele atua como um filtro de endereço IP (Protocolo de Internet) sofisticado. Contudo, o proxy faz mais do que encaminhar solicitações da web em nome da segurança de dados e do desempenho da rede. 

Se ficou difícil de imaginar o que é servidor proxy, pense nele como um firewall e filtro da web, que fornece conexões de rede compartilhadas e armazena dados em cache para acelerar solicitações comuns. Um bom servidor proxy mantém os usuários e a rede interna protegidos contra a parte “ruim” da internet. Além disso, ele fornece um alto nível de privacidade.

Um proxy pode estar fisicamente localizado em qualquer lugar. É possível configurar um proxy em seu computador ou na nuvem. Mas o principal é que ele tenha as configurações de que você precisa para a funcionalidade desejada.

Para que serve um servidor proxy?

Existem várias razões pelas quais organizações e indivíduos necessitam de um servidor proxy. A primeira – e talvez mais importante – é a segurança, pois ele serve de firewall entre seu sistema e a internet. Sem ele, os hackers têm fácil acesso ao seu endereço IP e podem usá-lo para se infiltrar no seu computador ou rede.

Se você souber como usar proxy, pode configurá-lo de forma a evitar anúncios indesejados ou coletar dados específicos de IP. Em caso de empresas ou de pais que não querem que seus filhos entrem em determinados sites, o proxy evita que se visite determinados sites. Algumas organizações bloqueiam sites de redes sociais como o Facebook, com objetivo de evitar distrações.

Eles também podem monitorar e registrar todas as solicitações da web. Desse modo, mesmo que não bloqueiem o site, eles sabem quanto tempo você gasta numa determinada página. 

O servidor de proxy armazena dados em cache. Quando você digita um site no seu navegador, o servidor proxy verificará se possui a cópia mais recente do site para ser enviada. Assim, quando várias pessoas acessam https://www.hostgator.com.br/ ao mesmo tempo e do mesmo servidor proxy, ele envia apenas uma solicitação para a HostGator, o que melhora o desempenho da rede.

O servidor de proxy serve para que indivíduos e organizações naveguem na internet de forma mais privada. Na prática, os servidores mudam o endereço IP e outras informações de identificação contidas na solicitação da web. Isso significa que o servidor de destino não sabe quem realmente fez a solicitação original, o que ajuda a privar suas informações pessoais e seus hábitos de navegação.

Você pode configurar proxy para impedir que sites de malware conhecidos acessem o servidor proxy. Além disso, as organizações podem acoplar seu servidor proxy a uma rede privada virtual (VPN), para que os usuários remotos sempre acessem a internet por meio do proxy da empresa. 

Diferença entre VPN e servidor proxy

A principal diferença é que uma VPN protege todo o tráfego da rede (uploads ou downloads de FTP, processos do sistema operacional em segundo plano, como atualizações), enquanto proxies protegem apenas o tráfego da internet. Uma VPN é uma conexão direta à rede da empresa para usuários externos ou remotos.

Usando uma VPN, uma empresa pode controlar e verificar o acesso aos recursos (e-mail, dados internos) de que seus usuários precisam, ao mesmo tempo que fornece uma conexão segura para o usuário proteger os dados da empresa. Um proxy apenas repassa suas solicitações de internet, agindo como um intermediário. Uma VPN, por outro lado, canaliza todas as suas atividades de rede até o nível do sistema operacional. 

Diagrama de funcionamento VPN
Diagrama de funcionamento VPN – Fonte da imagem: Tech Chroma

Como um servidor proxy funciona?

Como tem seu próprio endereço IP, o servidor proxy funciona como um intermediário entre um computador e a internet. Seu computador conhece esse endereço e, quando você envia uma solicitação pela internet, ela é encaminhada ao proxy, que obtém a resposta do servidor da web e encaminha os dados da página para o navegador do seu computador, como Chrome, Safari, Firefox ou Microsoft Edge.

Quando o servidor proxy encaminha suas solicitações da web, ele coleta a resposta do servidor da web e encaminha os dados da página da web para que você possa ver a página em seu navegador. 

Tipos de servidores proxy

Embora todos os servidores proxy forneçam aos usuários um endereço alternativo para usar a internet, existem diversos tipos que satisfazem diferentes necessidades dos usuários – cada um com seus próprios recursos. A escolha depende do seu intuito. Confira abaixo alguns tipos de servidores proxy disponíveis no mercado.

Forward Proxy

É o proxy de encaminhamento, adequado para redes internas que precisam de um único ponto de entrada. Ele é usado para obter dados para grupos de usuários em uma rede interna. Quando uma solicitação é enviada, o servidor proxy a examina para decidir se deve prosseguir com a conexão.

No entanto, um proxy de encaminhamento pode limitar a capacidade de uma organização de atender às necessidades de usuários finais individuais.

Proxy Transparente

Proxies transparentes são adequados para empresas que desejam fazer uso de um proxy sem que os funcionários saibam que estão usando um. Eles fornecem ao usuário a mesma experiência do uso de seu computador doméstico. Por outro lado, os proxies transparentes são mais suscetíveis a certas ameaças de segurança.

Proxy anônimo

Um proxy anônimo é responsável por tornar a navegação indetectável. Ele acessa a internet em nome do usuário ocultando a identidade dele e as informações do computador. 

Se você quiser ir um passo mais à frente, pode usar os high anonymity proxies. Ele apaga suas informações antes que o proxy tente se conectar ao site de destino. É usado por usuários que não desejam que suas atividades sejam rastreadas até a organização. 

Proxy distorcido

Identifica-se como um proxy para um site, mas esconde sua própria identidade. Para isso, ele altera seu endereço IP para um incorreto. É uma boa escolha para pessoas que desejam ocultar sua localização ao acessar a internet. Alguns sites bloqueiam automaticamente esse tipo de proxy, fazendo com que os usuários não consigam acessá-los.

Proxy de data center

Os proxies de data center existem por meio de um data center de uma empresa. O servidor proxy existe em um datacenter físico, e as solicitações do usuário são roteadas por meio desse servidor. 

São ótimos para quem precisa de tempos de resposta rápidos e uma solução econômica. A desvantagem é que não oferecem anonimidade, o que pode colocar em risco as informações ou a identidade dos usuários.

Proxy Residencial

Um proxy residencial fornece um endereço IP que pertence a um dispositivo físico específico. Todas as solicitações de navegação são canalizadas por ele. Os proxies residenciais são adequados para donos de sites que querem bloquear anúncios suspeitos ou indesejados de concorrentes. 

Apesar de serem mais confiáveis que outros proxies, eles são mais caros.

Proxy Público

Pode ser acessado por qualquer pessoa gratuitamente. Os proxies públicos são mais adequados para usuários que querem segurança, mas não se importam com velocidade. No entanto, ao usar um proxy público, você corre risco de ter suas informações acessadas por outras pessoas. 

Proxy Compartilhado

Proxies compartilhados são usados ​​por mais de um usuário ao mesmo tempo. São uma opção sólida para pessoas sem muito dinheiro para gastar e sem necessidade de uma conexão rápida. Por ser compartilhado, você pode ser responsabilizado pelas decisões de outros, o que pode fazer com que seja banido de um site.

Proxy SSL

Um proxy SSL (Secure Sockets Layer) fornece descriptografia entre o cliente e o servidor. Como os dados são criptografados em ambas as direções, o proxy oculta sua existência, tanto do cliente quanto do servidor. 

Esses proxies são mais adequados para organizações que precisam de alta proteção contra ameaças. Os mecanismos de busca preferem servidores que usam SSL, o que ajuda o SEO da sua empresa. 

Proxy Rotativo

Um proxy rotativo atribui um endereço IP diferente a cada usuário que se conecta a ele. Conforme os usuários se conectam, eles recebem um endereço exclusivo do dispositivo conectado antes deles. Os proxies rotativos são ideais para usuários que precisam fazer raspagem de dados contínuos e em alto volume. 

Proxy reverso

Ao contrário de um proxy de encaminhamento, que fica na frente dos clientes, um proxy reverso é posicionado na frente dos servidores da web e encaminha as solicitações de um navegador para os servidores da web. São uma boa opção para sites que recebem muitas solicitações de acesso. 

Agora que você sabe mais sobre o servidor proxy e sua importância, escolha o seu com cuidado. Lembre-se que o proxy é um recurso de segurança, e conhecer os pontos fortes e fracos irá ajudar você a configurá-lo de forma mais bem estruturada.

Continue acompanhando o blog da HostGator para mais conteúdos sobre tecnologia, negócios e marketing!