Que assuntos você quer receber:

A confirmação da sua inscrição foi enviada para o seu e-mail

Agradecemos sua inscrição e esperamos que você aproveite nossos conteúdos!

Saiba por que você deve investir em Rich Media, quais os benefícios de sua utilização, os tipos e exemplos de sua aplicação.

A criação de um anúncio para uma marca ou empresa é um processo que envolve muito mais que uma simples chamada e uma combinação de cores. Devem ser levados em conta fatores como o perfil do usuário, suas preferências e até mesmo o tempo de permanência em uma página. E é nesse contexto que ganha relevância o conceito de Rich Media. Mas o que é Rich Media e pra que ele serve?

O Rich Media ou Mídia Interativa é um nome utilizado pelo setor de marketing digital para os anúncios online que exploram recursos como vídeos, jogos ou áudios, buscando inovar e despertar a atenção do usuário para a marca ou produto que está sendo anunciado. 

Dessa forma, o Rich Media é um tipo de publicidade que busca interagir e envolver o público em torno de produto ou marca utilizando uma abordagem mais criativa, com recursos e animações que se destaquem na tela. Além disso, faz uso de métricas avançadas para provocar uma resposta forte por parte do usuário e aumentar o retorno dos investimentos. 

Buscando explicar um pouco mais sobre esse recurso, o presente artigo irá trabalhar alguns exemplos, vantagens e o conceito propriamente dito de Rich Media, além da sua importância para uma marca ou empresa. Confira a seguir e boa leitura!

O que é Rich Media?

Antes de partir para os benefícios e exemplos, é importante entender o que é Rich Media. Rich Media ou Mídia Interativa, então, é um termo de publicidade digital que designa um anúncio que apresenta recursos avançados como vídeos, jogos e áudios, buscando interagir com seus espectadores e promover o seu envolvimento com o conteúdo.

Tratam-se, portanto, de anúncios gráficos que, por meio de diferentes recursos como banners e propagandas flutuantes, buscam oferecer uma imagem mais atrativa do produto, marca ou serviço divulgado, envolvendo e comunicando-se diretamente com o público. 

Dessa forma, o Rich Media permite a criação de anúncios mais criativos e atraentes, capazes de induzir ainda mais respostas por parte do usuário, sejam cliques, visualizações ou o reconhecimento da marca.

Por que a Rich Media é importante?

Além de buscar atrair a atenção do usuário, o Rich Media faz uso de métricas e outras informações sobre o comportamento padrão do seu público-alvo, número de expansões, saídas múltiplas e conclusões de vídeo, extraindo os dados necessários para o sucesso da sua publicidade. 

Dessa forma, ele pode ser fundamental nas escolhas e estratégias de marketing de uma marca ou empresa, pois busca não apenas atrair, mas satisfazer todas as expectativas do cliente, aumentando as chances de sucesso de uma campanha e o seu número de vendas. 

Dentre os principais motivos para investir nesse tipo de publicidade, estão:

  • Sua maior visibilidade;
  • A maior interatividade com o público;
  • Um melhor retorno para os investimentos;
  • Permite o monitoramento e acompanhamento das métricas;
  • Fortalece a imagem da marca. 

Outro benefício do Rich Media é um aumento da taxa de conversão. Trata-se de uma taxa capaz de definir quantos visitantes do site concluíram uma determinada ação, levando em consideração o número total de visitas e o número total de visitantes que concluíram a meta, por exemplo, uma venda. 

Então, quanto maior essa taxa, maior o sucesso de uma publicidade e o seu retorno.

rich media

Quais são os principais tipos ou formatos de Rich Media?

Outro ponto indispensável durante a criação de anúncio é pensar nos diferentes nichos e possibilidades de utilização. Diante disso, o Rich Media foi dividido em alguns tipos ou formatos pensados de acordo com o tamanho, as animações e os conteúdos de cada um. 

Confira a seguir alguns dos formatos possíveis:

  • Peel-down: nesse tipo de Rich Media, quando o usuário interage ou movimenta o cursor sobre a tela, o banner cresce e ganha destaque em meio aos outros conteúdos;
  • Push-down: trata-se de um recurso criativo que empurra o conteúdo da página para baixo ao se expandir, movendo a página para dar lugar à exibição do anúncio;
  • Banner: no tipo banner, o anúncio possui um tamanho fixo e imóvel na página ou app utilizado;
  • Dinâmico: nesse tipo de Rich Media estão incluídos todos os anúncios que trabalham variando o conteúdo de forma manual ou com base em regras, seja dependendo de um movimento ou clique. Um exemplo seria o flutuante, onde o anúncio é exibido em primeiro plano como um tipo de banner que se move na tela;
  • Multidirecional: o Rich Media pode, ainda, ser expansível, se espalhando por várias direções em uma mesma página;
  • Lightbox: o Rich Media do tipo lightbox se expande quando o usuário interage com o anúncio, seja passando o mouse no desktop ou com o toque no celular;
  • Vídeo: os recursos de vídeos podem ser incluídos em todos os outros formatos de anúncio, sendo muito bem aceito por grande parte dos públicos;
  • Vídeo Player-Ad Interface Definition ou VPAID: esse tipo de Rich Media nada mais é do que um vídeo que varia seu tamanho e formato de acordo com as interações do usuário, focando nos elementos audiovisuais. Ele costuma ser exibido em players de vídeo in-stream do editor, como o player do YouTube.

Diante de tantas possibilidades, para escolher o melhor formato ou tipo a ser utilizado as empresas de publicidade precisam levar em consideração algumas informações como o perfil do público alvo da empresa, as verbas disponíveis, o layout do site e as preferências acerca do formato do anúncio.

O melhor formato de Rich Media será aquele capaz de atender as demandas da sua marca e corresponder com as expectativas do seu público-alvo.

Vantagens do Rich Media

O Rich Media é uma opção de anúncio com valores, geralmente, maiores que um criativo padrão. Isso acontece pois, enquanto um criativo padrão permite o rastreio de apenas um link e um único formato, o Rich Media pode usar vários arquivos e outros recursos especiais.

Então, diante dos possíveis gastos com o desenvolvimento de anúncios desse tipo para a sua marca ou empresa, surge a dúvida se o investimento realmente vale a pena. Por esse motivo, separamos alguns dos principais benefícios da utilização de um Rich Media para divulgar o seu produto ou serviço nas plataformas online. Confira.

Personalização

O primeiro ponto a ser destacado no Rich Media é o seu formato. Diante da utilização das métricas e dos seus variados tipos, esse tipo de publicidade permite que o anúncio seja personalizado, sendo capaz de atender às necessidades daquele nicho específico.

Além de atender às expectativas do seu público-alvo, a personalização diminui as chances de erro. Então, as mensagens, imagens, áudios e animações escolhidas com base no perfil da empresa e de seus clientes aumenta a sua aceitação e possibilidade de engajamento. 

Portanto, desde a escolha de cores até o efeito de um clique, tudo é pensado a gosto do usuário, para despertar o seu interesse da melhor maneira possível.

Métricas

Outra vantagem da utilização do Rich Media é a possibilidade de monitoramento preciso dos anúncios. Dessa forma, é possível saber:

  • O número de cliques e outras interações;
  • O número de visualizações;
  • O tempo médio de visualização.

Além disso, os anúncios desse tipo podem fornecer mais de 400 métricas possíveis, indicando os perfil de cada tipo de consumidor, direcionando e otimizando os custos com cada tipo de recurso a ser utilizado.

Formatos diferentes para campanhas

Por fim, o Rich Media permite a criação de uma campanha que contemple diferentes tipos de anúncios ou mídias, aumentando o alcance e o número de acessos. 

Então, é possível investir em banners, vídeos, jogos, áudios e até mesmo perguntas para atrair a interação e a atenção do usuário. Por fim, vale lembrar, os anúncios de Rich Media empregam HTML5, uma linguagem de marcação relativamente simples e que permite a  produção de sites e aplicativos melhores.

Onde investir em Rich Media?

Outro fator importante durante a criação de uma estratégia de marketing é definir onde os anúncios serão divulgados, ou seja, em quais plataformas investir e porque. Essa escolha se baseia não apenas nos custos de uma publicação, mas no potencial de entrega da plataforma. 

Pensando nisso, separamos algumas opções por seu destaque no mercado e de acordo com o seu público alvo, confira.

Facebook Ads

Dentre as possíveis opções de plataformas, o Facebook Ads ganha destaque quando se tratam de anúncios de Rich Media. 

Trata-se de uma plataforma interna de publicidade do Facebook que conta com recursos completos como o gerenciador de anúncios, possibilitando a criação de um anúncio do zero, a definição do seu público-alvo e o ajuste de outras configurações importantes para uma boa segmentação de mercado.

Além de os anúncios desse tipo apresentarem um carregamento quase que instantâneo, o número de usuários dessa rede já atinge quase 2 bilhões de pessoas. Uma pesquisa realizada em 2019 apontou que as receitas em anúncios nesse mesmo ano aumentaram em cerca de 35%, gerando um retorno de mais de 20,5 bilhões de dólares.

Para anunciar no Facebook Ads, segundo estudos feitos pela WordStream e pelo AdEspresso, o custo médio fica entre R$ 2,00 e R$ 12,00, sendo possível, ainda, ter um custo na casa dos centavos, dependendo do tipo de anúncio e dos resultados que se espera obter.

Google Ads

Além do Facebook, o Google Ads, antes conhecido como Google AdWords, também permite a divulgação de Rich Media e é o principal serviço de publicidade da Google, sendo a principal fonte de receita desta empresa. 

A plataforma já detém quase 98% de todos os anúncios encontrados na internet, ultrapassando a marca de 4 milhões de anúncios na plataforma.

Através dela é possível criar anúncios de Pesquisa ou de Display, no Youtube, no Gmail e na Play Store, aumentando ainda mais a visibilidade e o número de acessos. Segundo o Statista, entre 2019 e 2020 o Google Ads teve um salto de mais de 8% em sua receita, passando de 134 bilhões de dólares para cerca de 147 bilhões. 

Outro ponto interessante é que a ferramenta do Google Ads te dá total liberdade de escolha acerca do quanto a empresa deseja investir, sem a necessidade de firmar um contrato ou trabalhar com o mesmo valor todo mês.

LinkedIn Ads

Por último, mas não menos importante, a plataforma LinkedIn tem se mostrado uma outra rede social interessante para a publicação de Rich Media. 

A rede voltada para contatos profissionais e negócios tem apresentado um aumento em sua receita de cerca de 20% ao ano, contando com mais de 705 milhões de usuários, sendo 34 milhões de brasileiros. 

No quesito valor de investimento, o mínimo do orçamento diário necessário gira em torno de 20 reais. Dessa forma, ainda que esses valores sejam maiores que os do Google Ads, no LinkedIn Ads os leads são mais qualificados e estão mais aptos a comprar.

Exemplos de Rich Media

Depois de entender o que é Rich Media, seus diferentes formatos e onde costumam ser anunciados, é importante analisar os exemplos de diferentes aplicações já existentes no mercado como uma forma de inspiração e fonte de criatividade. 

Confira a seguir o exemplo de  3 grandes marcas que fizeram uso das mídias interativas para promover seu produto ou sua empresa.

Fiat e Volvo

Assim como outras montadoras, a italiana Fiat investiu, durante o lançamento de seu modelo 500x, em anúncios que permitiam ao usuário escolher as características desejadas em seu carro. Dessa forma, o usuário podia alterar a cor do veículo e ter uma visão completa de seu interior dentro do próprio anúncio, além de conferir as diferentes versões do veículo. 

Do mesmo modo, a Volvo oferece em seu site a possibilidade de um visitante personalizar o seu modelo por meio do Car Configurator, sendo possível escolher a cor, detalhes do seu interior e outros acessórios.

Em ambos os casos, além de permitir uma experiência completa ao usuário, as empresas demonstram a preocupação em agradá-lo em cada aspecto da criação do seu veículo, criando um modelo único e exclusivo para cada cliente.

Intel

Empresas de tecnologia também têm investido em alguns recursos para conseguir transmitir as características de seus produtos ao cliente com maior nível de detalhamento. A Intel, por exemplo, explorou o uso de uma tecnologia em 3D e vídeos 360º para mostrar os recursos do seu novo notebook.

Por meio disso, o site da empresa atingiu mais de 35.000 horas de exposição de conteúdo e cerca de  420 mil visitas de consumidores, ilustrando o aumento de alcance e de acessos promovidos por uma Rich Media.

ESPN

Além das empresas de tecnologia e grandes montadoras, emissoras como a ESPN e outras plataformas de streaming também tem feito uso das Rich Medias para promover seus programas e aumentar os pontos de audiência. 

A Entertainment and Sports Programming Network promoveu uma campanha de marketing incrível durante a cobertura dos jogos da NBA. A ideia consistia na divulgação das partidas por meio de banners espalhados pelas cidades dos Estados Unidos, e esse mesmo anúncio se transformava em um placar no horário da partida, mostrando o resultado ao vivo. 

Com vistas ao que foi exposto até aqui, fazer um Rich Media pode ser algo extremamente interessante para aumentar a visibilidade da sua marca ou empresa, promovendo o aumento nas taxas de conversões, cliques e acessos.

Trata-se, portanto, de uma estratégia de marketing digital adequada às exigências do mercado e capaz de acompanhar as tendências, aliando o que há de positivo em uma publicidade tradicional e o que há de mais moderno no mundo digital

Dessa forma, o Rich Media entrega um conteúdo relevante para o visitante sem interrompê-lo, respondendo às suas expectativas e com um excelente custo-benefício para a marca que investe.

Esperamos que tenha ficado claro o que é um Rich Media, seus benefícios e que os exemplos possam ajudar no processo criativo da sua campanha. Procuramos sempre agregar conhecimentos a suas experiências através de nossos conteúdos. Até a próxima!

Navegue por tópicos

  • O que é Rich Media?

  • Por que a Rich Media é importante?

  • Quais são os principais tipos ou formatos de Rich Media?

  • Vantagens do Rich Media

    • Personalização

    • Métricas

    • Formatos diferentes para campanhas

  • Onde investir em Rich Media?

    • Facebook Ads

    • Google Ads

    • LinkedIn Ads

  • Exemplos de Rich Media

    • Fiat e Volvo

    • Intel

    • ESPN

Tags:

  • Domínios

HostGator

Provedora mundial de hospedagem de sites e outros serviços relacionados à presença online.

Mais artigos do autor

Garanta sua presença online

Encontre o nome perfeito para seu site

www.

Comentários