O comando Shutdown é utilizado no Linux para desligar ou interromper o funcionamento do sistema. Veja sua sintaxe e como programá-lo.

No Blog da HostGator, já discutimos uma infinidade de ferramentas de linha de comando que permitem fazer diferentes tipos de operações. Aqui, neste artigo, discutiremos um utilitário que você pode usar para desligar seu sistema: o Shutdown Linux.

A linha de comando do Linux pode ser um pouco difícil de aprender, mas vale a pena, pois ela é tão poderosa que permite fazer, por meio dela, quase tudo que se faz pela interface do usuário. Neste tutorial, discutiremos os fundamentos do Shutdown Linux com alguns exemplos fáceis de entender. Confira!

O que é o shutdown Linux?

Todos os usuários e administradores Linux devem saber como desligar todo o sistema com segurança. Alguns modos de se fazer são: agendar um horário, encerrar imediatamente e transmitir uma mensagem exclusiva. Neste tutorial, aprenda como usar o comando shutdown pelos exemplos.

Shutdown Sintaxe Básica

Antes de tratar de formas específicas de desativar o Linux, é preciso entender a sintaxe básica do comando Linux shutdown: “shutdown [options] [time] [message]”

  • [options]: defina se deseja interromper, desligar ou reinicializar a máquina.
  • [time]: especifique quando deseja que a desativação seja executado.
  • [message]: adicione uma mensagem que anuncia o desligamento.

Como usar o shutdown Linux? 

Para ter como fazer o shutdown Linux, é necessário um usuário root ou com privilégios sudo. Se usada sem argumentos adicionais, a execução “sudo shutdown”, em uma janela de terminal, será realizada em 60 segundos.

Desligamento com todos os parâmetros

Para visualizar todos os parâmetros ao desativar o sistema Linux, bem como uma descrição de cada um, use o seguinte comando:

  • sudo shutdown –help

A saída exibe uma lista de parâmetros de desligamento, bem como uma descrição de cada um.

Como desligar o sistema em um momento específico

Para agendar um desligamento, adicione o argumento [time] e especifique quando deseja que ele ocorra. Existem duas maneiras de desativar o sistema em um horário específico: usando o formato de hora absoluto ou relativo.

A hora absoluta segue o formato “hh:mm” e permite agendar na seguinte sintaxe:

  • sudo shutdown hh:mm

Por exemplo, para exigir que aconteça às 7h da manhã, basta escrever:

  • sudo shutdown 07:00

Como alternativa, use o formato relativo “+m” e agende um desligamento em um número definido de minutos a partir do momento da execução do comando. Nesse caso, a sintaxe dele é:

  • sudo shutdown +m

Para desativar em 20 minutos, execute:

  • sudo shutdown +20

Como desligar o sistema imediatamente

Conforme mencionado anteriormente, a execução do shutdown Linux sem nenhum argumento solicita que o sistema seja encerrado um minuto após ela. No entanto, se precisar de um desligamento imediato, use:

  • sudo shutdown now

Uma alternativa seria agendá-lo no formato de hora relativa com o valor 0, conforme abaixo:

  • sudo shutdown +0

Como transmitir uma mensagem personalizada

Agendado o desligamento, todos os usuários do sistema recebem uma notificação sobre ele. Para adicionar uma mensagem personalizada a ela e informar aos usuários o que está prestes a acontecer, pode-se adicionar uma [mensagem].

Mas tenha atenção: o comando deve incluir o atributo [time]:

  • sudo shutdown [time] “[mensagem]”

Por exemplo, para desativar em 20 minutos e transmitir a mensagem “Atualização do sistema”, execute:

  • sudo shutdown +20 “Atualização do Sistema”

Obs.: Outra forma de transmitir mensagens para usuários no Linux é por meio do comando wall.

Como cancelar uma parada programada

Se quiser saber como cancelar shutdown programado, use a instrução:

  • sudo shutdown -c

Também é possível adicionar uma mensagem para avisar os usuários que o desligamento foi cancelado. Para fazer isso, na hora de cancelar shutdown Linux, adicione o texto (entre aspas) à linha mostrada acima:

  • sudo shutdown -c “Desligamento do Sistema Cancelado”

Como parar a máquina usando o comando shutdown?

Isso pode ser feito usando a opção “-H”:

  • shutdown -H

Caso não saiba, existe uma diferença entre interromper e desligar um sistema. Enquanto o primeiro envolve a interrupção de todas as CPUs, o último também garante que a alimentação principal seja desconectada.

Como fazer o desligamento da máquina?

Embora não seja padrão, ainda é possível usar alternativa “-P” para especificar explicitamente que deseja desligar o sistema:

  • shutdown -P

Se houver vários usuários registrados, é preciso informá-los antes desse processo. É uma coisa boa de se fazer, pois não é interessante interrompê-los em uma tarefa importante, certo?

O comando getent pode ser útil para listar todos os usuários também. Veja como iniciar o desligamento enquanto envia uma mensagem a outros usuários:

  • sudo shutdown +60 “Em Manutenção”

Certifique-se de incluir o atraso de tempo e não se esqueça das aspas antes de sua mensagem. Quanto ao conteúdo, pode ser qualquer coisa que venha à sua mente.

Como reiniciar usando o desligamento?

Para reinicializar, a opção é “-r”. Veja:

  • shutdown -r

Como em outras vezes, é permitido adicionar uma mensagem personalizada, bem como o atraso de tempo desejado. Caso uma reinicialização tenha sido iniciada por engano, uma maneira de informar outros usuários sobre isso é:

  • sudo shutdown -c “Reinicialização cancelada”

Como fazer o desligamento apenas escrever mensagem no mural, ou vice-versa?

Caso  queira apenas disparar mensagens de parede, sem realizar parada, desligamento ou reinicialização, use a linha de comando “-k” dessa forma:

  • shutdown -k

Os arquivos /var/run/wtmp e /var/run/utmp

Ao lidar com a reinicialização, é necessário ter o conhecimento destes arquivos:

  • /var/run/utmp: arquivo de onde o nível de execução atual será lido; este arquivo também será atualizado com o registro de nível de execução e substituído por um registro de tempo de desligamento.
  • /var/log/wtmp: um novo registro de nível de execução para o tempo de desligamento será anexado a este arquivo.

Uma atualização fictícia para /var/log/wtmp pode ser feita usando a opção “-w”.

  • sudo reboot -w

[sudo] senha para administrador

Verifique o status de atualização de /var/log/wtmp

Como “/var/log/wtmp” não é um arquivo legível, o status de atualização dele pode ser verificado usando o comando “cksum”. Ele deve mostrar uma soma de verificação atualizada quando “reboot -w” é executado.

Aqui está um exemplo. Na saída a seguir, podemos ver que a soma de verificação do arquivo mudou, depois que fizemos a reinicialização -w.

  • cksum /var/log/wtmp

xxxxxxx xxxxxx /var/log/wtmp

 sudo reboot -w

cksum /var/log/wtmp

xxxxxxx xxxxxx /var/log/wtmp

Considerações finais

Este artigo inclui todas as funcionalidades básicas do comando shutdown Linux que todo usuário Linux deve conhecer. Utilizá-lo é uma maneira segura de desligar o sistema e é um método útil de informar todos os usuários sobre desligamentos programados.

Esperamos ter discutido tudo o que deseja saber sobre o assunto, mas, caso queira informações adicionais, não deixe conferir mais artigos sobre comandos Linux em nosso Blog, certo?

Neles e nas redes sociais, também falamos sobre as novidades em negócios, tecnologia e marketing. Não deixe de conferir!