tendencias_tecnologia_2020

As tendências tecnológicas para ficar de olho em 2020

quinta-feira, 9 de janeiro de 2020 | Comentários

Escrito por

Como era seu primeiro smartphone? Provavelmente, era muito diferente do que você tem nas mãos hoje. A velocidade de desenvolvimento tecnológico é alta e acelera também as mudanças em nossas vidas. Acompanhar essas mudanças e as tendências tecnológicas é fundamental para quem quiser se manter competitivo em qualquer mercado.

Contudo, não basta apenas estar ligado e saber o que está sendo lançado. É preciso entender para que serve, como funciona e, mais importante de tudo, como você pode trabalhar uma nova tecnologia para melhorar os resultados do seu negócio. O mundo digital está em constante evolução e é preciso evoluir junto com ele. 

5 tendências tecnológicas para ficar de olho

Adotar novas tecnologias mantém sua empresa relevante, fica um passo à frente da concorrência e otimiza suas plataformas, como sites e aplicativos. E não para por aí: buscar entender como essas tendências tecnológicas podem ser integradas entre si também aumentam sua produtividade e te dão mais tempo para pensar no que importa.

Pensando nisso, indicamos 5 principais tendências tecnológicas para ficar atento no ano de 2020. Confira!

Leia mais: 9 tecnologias e linguagens para desenvolver sites incríveis

1. DataOps

Você com certeza já conhece o poder da Inteligência Artificial e deve ter uma boa ideia do que é o aprendizado de máquinas, também conhecido como Machine Learning. Agora, imagine combinar os dois em uma ferramenta poderosa de gerenciamento de dados.

Essa é a ideia por trás do DataOps, técnica de análise e gerenciamento de dados que visa agilizar processos e dar uma outra visão sobre o mercado e sobre os próprios processos internos da empresa ao empreendedor.

Com o nível crescente da complexidade de análise de dados e implementação real time no campo comercial, o DataOps chega como uma metodologia que retira a dívida técnica e as partes não planejadas do trabalho da equação.

Por combinar a Inteligência Artificial com o Machine Learning, o DataOps atua em três alicerces básicos:

  • Velocidade;
  • Escala;
  • Conforto.

A quantidade de dados a serem analisados só cresce e a demanda por velocidade de análise também. Um processo que poderia levar anos em mãos humanas, toma uma fração do tempo com um sistema de DataOps.

Conforme a demanda surge, a equipe desenvolve novos modelos de IA que, somados à protocolos de Machine Learning, unificam os fluxos de trabalho e ajudam a extrair o máximo valor dos dados da empresa. É o futuro da otimização do uso do Analytics a favor do seu negócio.

2. Rede 5G

A promessa da rede 5G para 2020 está cada vez mais próxima de se tornar realidade. A nova geração de internet móvel promete ir além da conectividade garantida para dispositivos móveis. O foco é fornecer rede para diversos objetos, algo que converge com os crescimento da internet das coisas (IoT) e seu desenvolvimento.

A rede 5G pode trazer impactos corporativos conforme as empresas passam a adotar o uso de sistemas e objetos conectados em rede. Essa inovação abre oportunidades para automação e controle de processos de uma maneira inteligente, analítica e, quem sabe, até mesmo cognitiva, ou seja, a tecnologia aprende com seu próprio uso.

A rede 5G terá alta velocidade (superior a 1GB por segundo), será mais estável que a 4G, e permitirá particionamento de banda (alocação de parte da conectividade para atividades específicas).

Além de tudo isso, o uso do novo formato de rede móvel vai permitir inovações tecnológicas conectadas que tenham foco no cliente. Com uma rede móvel eficiente, é possível utilizar da conectividade da empresa (e dos consumidores) para propor novas soluções digitais.

3. Assistente virtual por voz

Apesar de já presentes no nosso dia a dia, uma das principais tendências tecnológicas para os próximos anos segue sendo os assistentes virtuais por voz. Seja a Siri, da Apple, a Alexa, da Amazon ou o próprio Google Assistant, eles vão estar cada vez mais presentes na nossa vida e comandando tudo ao redor.

Para além dos assistentes mais famosos do mercado, a interação com bots de serviços já vem aumentando há anos. Isso ocorre porque os chatbots otimizam muito o atendimento, e devem ganhar ainda mais eficiência conforme as tecnologias por voz recebem melhorias.

Contudo, a impessoalidade dos bots ainda é um grande entrave para a adoção completa dessa tecnologia. E quem pode ajudar nessa equação é a Inteligência Artificial.

Com o grande investimento em IA nos últimos anos, a tendência é que os assistentes de voz fiquem cada vez mais humanos e complexos, inclusive sendo capazes de detectar, interpretar e produzir emoção nos diálogos e interações.

Para as empresas de hoje, o atendimento híbrido ainda é necessário. Mas, em breve, os assistentes virtuais podem assumir toda a comunicação com o cliente.

4. A-commerce

O A-commerce é a sigla para comércio automatizado, uma tendência tecnológica que deve se intensificar em 2020. Trata-se da união de sistemas de inteligência artificial e sistemas automatizados, tudo dentro do e-commerce. O foco é personalizar a experiência do usuário automaticamente e facilitar os processos de vendas.

Com a abundância de dados pessoais disponíveis hoje, é possível utilizar as métricas dos consumidores e criar ambientes totalmente pessoais, de forma autônoma.

Imagine que um cliente compra a mesma cerveja toda semana. Com um sistema de A-commerce, é possível se conectar ao assistente virtual pessoal dessa pessoa e ampliar o leque de opções a serem oferecidas para a próxima compra, com base em suas preferências. É como montar uma prateleira de mercado nova para cada cliente, a cada compra.

5. Internet das Coisas e edge computing

A IoT, ou Internet das Coisas (do inglês Internet of Things), promete revolucionar os sistemas empresariais com a automatização completa de processos de máquina à máquina. Contudo, a geração de dados é tão grande que fica complicado analisar e entender como utilizar toda essa massa de informação a favor da empresa.

Por isso, uma tendência tecnológica atual é o edge computing. Ele consiste em criar um filtro de informação na borda da nuvem, ou seja, antes dos dados entrarem onde serão processados. É como um filtro instalado para aliviar a carga informacional da nuvem, mantendo nela somente o que é fundamental para os processos empresariais.

A ideia é unir inteligência artificial com machine learning para criar um sistema que gerencie os dados. Dessa maneira, as equipes humanas focam no que realmente interessa, o que possibilita criar uma experiência ainda mais satisfatória para o cliente.

Ao passo que o Big Data segue em crescimento, esse processo realiza a redução de dados, ou melhor, a triagem dos dados de maior valor. Isso faz com que o edge computing ofereça soluções e uma visão local para tomada de decisões e resolução de problemas, além do maior controle dos dados pessoais.

As tecnologias mudam e o mercado muda com elas. O empreendedor ligado nas tendências tecnológicas acaba sendo pioneiro na utilização dos sistemas mais avançados no seu negócio. Hoje, a automatização e adoção de sistemas inteligentes é a grande chave de mudança do mercado. Investir em tecnologia é primordial para se manter relevante e à frente da concorrência, qualquer que seja seu ramo de atuação.

Para saber mais sobre todas as tendências do marketing digital e tudo que está por vir no campo tecnológico, acesse nosso blog e se mantenha à frente das mudanças inevitáveis que a tecnologia nos traz!

Tags:,
Comentários
Pressione Enter para pesquisar ou ESC para fechar