Faça um teste de usabilidade no seu site agora mesmo

Faça uma análise de usabilidade no seu site agora mesmo

Escrito por

terça-feira, 4 de setembro de 2018 | Comentários

Experimente ouvir o artigo com o player abaixo:

Como anda o seu negócio? De vento em popa? Pode ser que sim, mas sempre pode melhorar, né? O site é um grande aliado para o sucesso, pois é através dele que as pessoas conhecem você e/ou sua empresa.

E para que ele passe uma boa imagem é preciso, necessariamente, estar bem apresentável, ou seja, bonito, fácil e intuitivo. Em busca disso, vou te ajudar a fazer uma análise de usabilidade no seu site agora.

O que é uma análise de usabilidade?

Jakob Nielsen, co-fundador da Nielsen Norman Group, é um grande “advogado do usuário” e tido como o “pai da usabilidade” na web, diz que uma boa usabilidade é o quão fácil e agradável é alguma coisa.

E dentre os vários métodos que Nielsen criou, um deles é a avaliação heurística, que consiste em analisar 10 pontos de problemas em interfaces em busca de soluções rápidas e fáceis. Esse é um método utilizado para quando você já tem algo pronto mas quer rever e melhorar.

Avaliação heurísticas de Nielsen

Então #partiu melhorar o seu site? Abaixo listei as 10 heurísticas e para cada uma delas fiz 3 questionamentos para você se perguntar e analisar como está o seu site.

1. Visibilidade do status do seu site

Não deixe o seu usuário sem informação. Mantenha-o informado sobre o que acontece no seu site, sobre atualizações, feedbacks, etc. Por isso procure analisar os principais pontos, como:

  • Você tem uma página de erro 404?
  • Toda e qualquer ação realizada tem um feedback claro e visível?
  • Os links funcionam e direcionam para as páginas certas?

2. Compatibilidade entre o seu site e o mundo real

O seu site deve refletir como é o mundo real para o seu público, com imagens realistas e contextualizadas e com a mesma linguagem, ou seja, não utilize linguagem técnica ou termos de conhecimento muito específico. Pergunte-se:

  • O estilo da comunicação do site é a mesma do seu usuário?
  • O visual do seu site é parecido com o mundo onde o seu usuário vive?
  • As nomenclaturas utilizadas estão de acordo com o que o seu público entende?

3. Controle e liberdade para o usuário

Por mais que a gente queira que o usuário faça algo em específico, como baixar ou comprar algo, ele precisa ter liberdade de sair, cancelar, desfazer ou editar tudo que quiser. Você deve oferecer e indicar uma ação, mas o usuário deve ter total controle e liberdade de escolha. Por isso, veja se:

  • Seu site tem um breadcrumb (navegação por páginas) que funciona?
  • Dentro de páginas internas, tem opção de “voltar” ou outros links?
  • Caso tenha mais de uma, você sempre oferece todas as opções possíveis para o usuário?

4. Consistência e padronização

Ser consistente e manter um padrão em todas as páginas do site é importante pois facilita a identificação do usuário e ensina ele a usar. Não deixe o usuário perdido mostrando ações diferentes com o mesmo significado. Você já analisou esses pontos no seu site?

  • Todas as telas seguem o mesmo padrão visual?
  • Todas as ações estão com os seus significados (texto e/ou ícone) e links certinhos?
  • A organização e ordem de leitura das coisas está fazendo sentido? – pense sempre no modelo mental dos seus usuários.

5. Prevenção de erros

Melhor que uma boa mensagem de erro é prevenir que ele aconteça. Seja cuidadoso com o seu site e se atente aos detalhes.

  • Todos os links e ações estão funcionando e direcionando/fazendo o que é para ser feito?
  • Quando tem uma ação importante como “deletar algo”, você pergunta se ele “tem certeza” que quer fazer? – Não deixe que o usuário faça algo “sem querer”.
  • Você dá a opção do usuário “desfazer” alguma ação que porventura tenha feito por engano?

6. Reconhecimento em vez de memorização

Seu site deve ser fácil e intuitivo para que os usuários reconheçam as coisas entre uma tela e outra. Não exija que ele tenha que memorizar muitas informações, pois se tiver, ele irá abandonar rapidinho. Cuide se:

  • Os elementos do site (textos, menu, imagens…) estão no mesmo local entre uma tela e outra?
  • O caminho do breadcrumb está todo correto?
  • Seu site está com informações suficientes e de qualidade? – não use texto demais, as pessoas não costumam ler.

7. Eficiência e flexibilidade de uso

De modo geral, todos os negócios terão usuários leigos e mais avançados. Então, pense no melhor e no pior cenário para garantir que todos tenham uma boa experiência de uso. Afinal, seu site é um só e precisa comunicar com todas as pessoas. Além disso, ele precisa ser eficiente.

  • Os atalhos do teclado estão funcionando nos formulários do seu site? – teste o “tab” e o “enter”.
  • Conforme as pessoas usam algumas coisas, elas vêem um conteúdo mais adequado e personalizado?
  • Existe um preenchimento automático a partir de dados anteriores?

8. Estética e design minimalista

O design do seu site precisa ser voltado ao seu objetivo e adequado ao seu público. Nem mais, nem menos. Se tiver dúvida com algum elemento, não coloque ou não faça. Mostre o que é necessário e você terá muito mais resultado. Analise o seu site, de modo geral, se:

  • O objetivo do seu site está evidente?
  • Os textos estão objetivos e claros?
  • O visual está de acordo com o seu público e não está comprometendo a informação?

9. Ajude o usuário a reconhecer, diagnosticar e recuperar-se de erros

Não basta só prevenir, como vimos acima, as mensagens de erros devem ser claras para que as pessoas entendam o que aconteceu e também saibam qual é solução.

  • Você mostra ao usuário porque o erro aconteceu?
  • As mensagens de erro estão claras?
  • Você dá uma solução a cada erro encontrado?

10. Ajuda e documentação

Há quem diga que, se o usuário precisa de ajuda e documentação, é porque não está tão fácil e intuitivo assim. E é verdade, mas é sempre bom garantir que todos tenham acesso à informação e entendam o que está sendo proposto. Então, preocupe-se em analisar se:

  • Os textos estão de fácil entendimento?
  • Caso preciso, você fornece canais de ajuda? – como chat, tutoriais, etc.
  • Caso necessários, o usuário tem acesso a documentações e materiais?

Com as análises acima, seu site ficará muito mais intuitivo e fácil. Isso porque as heurísticas auxiliam na elaboração e avaliação de interfaces.

Comente abaixo se ficar alguma dúvida e se inscreva na nossa news para receber tudo por e-mail 😀

Tags:, , , , , , , ,
Comentários
Pressione Enter para pesquisar ou ESC para fechar