O guia completo sobre User Experience está no blog da HostGator. Veja agora!

O User Experience (UX) ou experiência do usuário é uma área multidisciplinar que aborda a interação do usuário final com uma empresa. Basicamente, ele molda os serviços e produtos utilizados e pode significar o sucesso — ou o fracasso — de uma marca.

Para oferecer uma boa experiência ao seu usuário, em primeiro lugar, você deve atender as necessidades dele sem causar confusão. Pode parecer simples, certo? Mas essa etapa por si só, já é um grande desafio! Apenas depois de cumprir esse requisito é que você deve pensar na simplicidade e elegância do seu produto ou serviço. 

Neste artigo, você saberá o porquê de ele ser tão importante nos dias de hoje, conhecerá os pilares do UX User Experience e como ele pode ser aplicado no seu negócio. Preparado(a)?

O que é User Experience?

O termo user experience foi criado no início dos anos 90 por Don Norman, cientista cognitivo e arquiteto de experiência do usuário. Ele afirma que “a experiência do usuário abrange os aspectos da interação do usuário final com a empresa, seus serviços e seus produtos”. Por isso, o que é User Experience está relacionado às interações que um usuário tem com um produto ou serviço. 

Norman cunhou o termo quando fazia parte da equipe da Apple porque queria “cobrir todos os aspectos da experiência da pessoa com um sistema, incluindo design industrial, gráficos, interface, interação física e manual”. Desde então, cada uma dessas áreas se expandiu em especializações

Alguns dos princípios mais básicos da experiência do usuário datam de 4.000 a.C. até a antiga filosofia chinesa do Feng Shui, que se concentra em organizar o ambiente da maneira mais ideal, harmoniosa e fácil de usar. Também há evidências que sugerem que, no século 5 a.C., as civilizações da Grécia Antiga projetavam suas ferramentas e locais de trabalho com base em princípios ergonômicos.

Atualmente, existe uma tendência de as empresas procurarem profissionais especializados em UX, como pesquisador de UX, UX designer ou designer de interação. O objetivo é cobrir todos os diferentes aspectos da experiência do usuário.

De acordo com um estudo do Oxford Journal Interacting With Computers, o objetivo do design UX nos negócios é “melhorar a satisfação e a fidelidade do cliente por meio da utilidade, facilidade de uso e prazer proporcionado na interação com um produto”. 

Design de experiência

Inserido dentro do UX, o design UX projeta produtos (digitais ou físicos) que são úteis, fáceis de usar e agradáveis ​​de interagir. O design UX considera cada um dos elementos que moldam essa experiência, como isso faz o usuário se sentir e como é fácil para o usuário realizar as tarefas desejadas. 

Os designers de UX combinam pesquisa de mercado, desenvolvimento de produto, estratégia e design para criar experiências de usuário perfeitas para produtos, serviços e processos. Eles constroem uma ponte para o cliente, ajudando a empresa a entender — e atender —, às suas necessidades e expectativas. 

Interface do usuário

É importante distinguir a experiência total do usuário da interface do usuário (IU). A interface facilita a transmissão de informação, a navegabilidade e a interação. Se você já ouviu falar em mobile first e User Experience, sabe do que estamos falando! Uma interface de usuário bem-sucedida deve ser intuitiva, eficiente e amigável. 

A interface do usuário é o ponto de interação e comunicação homem-máquina num dispositivo, página da web ou aplicativo. Isso pode incluir telas de exibição, teclados, um mouse e a aparência de uma área de trabalho. As interfaces de usuário permitem que os usuários controlem efetivamente o computador ou dispositivo com o qual estão interagindo. 

Por que o User Experience é importante?

O user experience atende às necessidades do usuário e, por esse motivo, é tão importante. O objetivo do UX é fornecer experiências capazes de manter o usuário leal ao seu produto ou a sua marca. 

A verdadeira experiência do usuário vai muito além de dar aos clientes o que eles dizem que desejam. Pensar numa boa experiência de usuário envolve um pensamento interdisciplinar: engenharia, marketing, design gráfico e industrial e design de interface.

No webinar promovido pela HostGator, o especialista em UX Diego Motta aborda “A importância do UX para o sucesso de seu negócio”, dá dicas e tira dúvidas sobre experiência do usuário.

De acordo com um estudo conduzido pelo Design Management Institute, as empresas orientadas para o design têm participação de mercado 41% maior, 50% mais clientes fiéis e 46% mais vantagem competitiva Além disso, um estudo encomendado pela Adobe descobriu que o design thinking nos negócios cria uma vantagem competitiva mensurável. 

Pilares do User Experience

A experiência do usuário abrange quatro pilares principais: Estratégia de Experiência (ExS), Pesquisa de Usuário (UR), Design de Interação (IxD),e Arquitetura de Informação (IA).

Pilares do User Experience

Estratégia de Experiência (ExS)

O user experience não diz respeito apenas ao usuário final, mas também agrega enorme valor à empresa que fornece o produto ou serviço. Nesse sentido, ExS trata de criar um plano de ação para criar a experiência ideal do usuário e conceber uma estratégia de negócios holística, que incorpore, ao mesmo tempo, as necessidades do cliente e da empresa.   

A estratégia de experiência visa garantir que a visão de negócios da empresa, as necessidades do cliente e os recursos técnicos correspondam e também ajude a gerenciar a atenção e os recursos da equipe, mantendo-os focados na solução dos problemas certos para os usuários-alvo.

Pesquisa do usuário (UR)

A Pesquisa do Usuário é usada para entender o impacto do design em um público. O objetivo é compreender as necessidades, comportamentos, experiências e motivações do usuário por meio de vários métodos qualitativos e quantitativos, a fim de informar o processo de resolução de problemas do usuário

O UR ajuda a eliminar o preconceito ao aprender sobre o usuário a partir de sua perspectiva, experiências, conhecimento e necessidades. Durante a fase de pesquisa, o User Experience designer conduz entrevistas e testes de usabilidade, cria persona para entender as necessidades e objetivos do usuário final. 

Arquitetura da Informação (IA)

O objetivo da IA é organizar o conteúdo de forma que os usuários possam se ajustar facilmente à funcionalidade de um produto e possam encontrar tudo sem fazer muito esforço. Isso é crucial para ajudar o usuário a navegar em torno de um produto. 

É a ciência de organizar e estruturar o conteúdo de sites, aplicativos da web e móveis e software de mídia social. Para determinar a arquitetura da informação de qualquer produto, os arquitetos da informação consideram a relação entre diferentes conjuntos de conteúdo. Eles também prestam muita atenção à linguagem usada e garantem que seja convincente e consistente.

Design de interação (IxD)

O IxD se concentra na integração de estratégia de experiência, pesquisa de usuário e arquitetura de informação em uma interface intuitiva que agrega valor aos usuários, reduzindo o atrito entre o usuário e os produtos.

Como o próprio nome diz, o design de interação está relacionado a como o usuário interage com um sistema e seus elementos, como transições de página, animações e botões. As cinco dimensões do IxD são:

  • Palavras; 
  • Representações visuais; 
  • Objetos físicos;
  • Espaço/tempo; 
  • Comportamento. 

É claro que dentro destes quatro pilares existem outras disciplinas baseadas em elementos da ciência cognitiva e psicologia, ciência da computação, design de comunicação e engenharia de usabilidade.

Cada aspecto da experiência do usuário é importante e tem suas próprias características especiais, mas todos trabalham juntos para criar uma experiência boa ou ruim.

Como aplicar o User Experience em seu site?

Um dos requisitos mais básicos para aplicar o User Experience em seu site é ser capaz de entregar o que você propôs. Além disso, a capacidade de encontrar as informações é importante: se você tiver que pensar muito sobre como encontrar o que precisa, o UX está falhando. Abaixo, você confere dicas de como usar UX no site do seu negócio.

Layout limpo

Otimizar o layout de suas páginas da web ajuda no UX do site.Em vez de inundar seu site com uma textos de diversas fontes e tamanhos,  imagens e cores. O espaço em branco é exatamente o que parece: as partes de uma página que são desprovidas de qualquer coisa, criando assim um senso de organização e clareza. 

Fontes legíveis

Por amor à legibilidade, não use fontes cursivas minúsculas ou texto branco em um fundo preto. Você quer que sua tipografia trabalhe a seu favor, não contra você.

Para garantir que suas fontes sejam fáceis de ler, lembre-se: limite seus caracteres a 50-75 por linha e use pelo menos uma fonte de 12-16 pontos.

Descrições de produtos 

Você está perdendo oportunidades valiosas se não investe tempo criando descrições claras e envolventes de seus produtos ou serviços.Cada texto em seu site, deve transmitir a mensagem e a voz da sua marca. 

Otimização

Dedicar um tempo para garantir que seu site seja fácil de navegar e forneça algo de valor. oferece ao usuário uma experiência muito mais significativa e útil. E, o mais importante, dá a eles um motivo para voltar. 

O SEO tem o mesmo objetivo que o UX: melhorar a experiência do usuário, por isso invista em otimização. 

Escrita de qualidade

Além de gramática e ortografia básicas, seu conteúdo precisa comunicar sua mensagem e dar ao leitor algo de valor. O lema de qualquer bom conteúdo é: informar, inspirar, entreter.

Flexibilidade 

O uso do design deve ser fácil de entender, independentemente da experiência do usuário, conhecimento, habilidades linguísticas ou nível de concentração atual. Além disso, comunica as informações necessárias de forma eficaz, não importando condições ambientais ou das habilidades sensoriais do usuário.

As organizações começaram a perceber a importância das impressões de seus clientes sobre suas marcas. Por isso, projetar uma ótima experiência é a melhor maneira de construir confiança e lealdade. Lembre-se que o usuário está se acostumando às melhores experiências e ficando cada vez mais exigente. 

Se você está em dúvida se está oferecendo uma boa user experience, basta se perguntar: Você pode usar isso? Você acha isso valioso? Você pode encontrá-lo? 

e é acessível para você? Essas perguntas orientam não apenas o design de uma grande experiência, mas também como testamos o sucesso de um produto. 

Investir em User Experience curso também é uma ótima opção para aprimorar seus conhecimentos, e o melhor de tudo? A internet está cheia deles! Por isso, vá e comece essa jornada! 

Continue acompanhando o blog da HostGator para mais conteúdos sobre tecnologia, negócios e marketing!