Mais guias especiais

Que assuntos você quer receber:

A confirmação da sua inscrição foi enviada para o seu e-mail

Agradecemos sua inscrição e esperamos que você aproveite nossos conteúdos!

Empreendedorismo: o guia completo para você ter seu próprio negócio

Compartilhe:

Quer ser empreendedor? Não sabe por onde começar ou tem dúvidas? Veja nesse guia completo tudo para você abrir seu próprio negócio.

Pensando em montar o seu próprio negócio e investir no seu espírito e capacidade para o empreendedorismo? Se a sua resposta foi “SIM”, então esse conteúdo é o seu lugar. 

Preparamos um guia completo com tudo o que você precisa saber sobre a arte de empreender.

Garantimos que você poderá tirar muitos aprendizados deste conteúdo que vai do conceito de empreendedorismo a uma série de dicas práticas para a montar o seu negócio.

Você aceita embarcar conosco em uma viagem rumo ao empreendedorismo? Então, aperte os cintos e boa leitura!

O que é Empreendedorismo?

Empreendedorismo é a capacidade de planejar e montar um novo negócio absolutamente do zero, além de ser capaz de gerar retorno para o empreendedor e também para a sociedade.

Na prática, podemos dizer que empreender é ir além da simples abertura de uma empresa, é pensar na frente, ser criativo e transformar ideias em valor.

Um empreendedor é aquele que consegue encontrar soluções para as necessidades da sociedade, formatar ideias e entregar produtos e serviços que atendam as expectativas do público.

Se o seu objetivo é empreender, parabéns pela sua decisão. Você precisará de coragem para romper limites e acreditar em você mesmo e no seu potencial empreendedor.

Na sequência, vamos apresentar uma série de informações bacanas para pessoas que assim como você pensam em empreender, começando pela pesquisa de mercado e desenvolvimento da sua marca. Vale a pena conferir!

Pesquisa de Mercado

Uma das primeiras etapas para colocar o empreendedorismo em prática é a pesquisa de mercado

Nesta etapa, o empreendedor de sucesso precisa ser observador e capaz de analisar a fundo o mercado para entender as necessidades do público e formatar o seu negócio.

A pesquisa de mercado permite que o empreendedor colete informações do mercado e com base nelas, além de conseguir elaborar um planejamento assertivo para o seu negócio.

Uma pesquisa de mercado bem elaborada deve ajudar o empreendedor a responder uma série de perguntas, dentre elas:

  • Quem é o público alvo do meu negócio?
  • Quais as principais necessidades do público-alvo?
  • Quais são os produtos e serviços oferecidos pela concorrência?
  • Quais são os principais diferenciais encontrados nos concorrentes?

Esses questionamentos vão permitir que você compreenda o mercado em que estará inserido, além de incluir as suas necessidades e os seus desafios.

Por sua vez, ao conhecer melhor o mercado, você será capaz de montar o seu negócio com maior assertividade, indo ao encontro das necessidades do seu público-alvo.

Para que o assunto pesquisa de mercado fique mais claro, imagine que o seu objetivo como empreendedor é abrir uma loja virtual, ou seja, um e-commerce. Quais seriam os seus primeiros passos?

Certamente, você buscaria compreender como funcionam os sites concorrentes, quais produtos que eles ofertam, os preços que praticam, quem são os seus clientes, como funciona a política de frete, dentre outros fatores.

Com base nessas informações você seria capaz de determinar se realmente vale a pena entrar para o segmento e definir estratégias para destacar-se da concorrência.

Na prática, uma pesquisa de mercado, nos permite entender como o mercado ao nosso redor funciona, sendo portanto, uma das etapas mais importantes do empreendedorismo.

Criando sua marca pessoal

Após uma boa pesquisa de mercado, é hora de pensar na imagem da sua marca, uma nova etapa no universo do empreendedorismo que inclui:

  • Branding;
  • Nome;
  • Slogan;
  • Tom de voz;
  • Dentre outros fatores.

Uma marca pessoal precisa ser cativante e atrativa o bastante para criar uma completa sintonia e chamar a atenção do público-alvo.

Por mais que possa parecer redundante, podemos dizer que uma boa marca, precisa ser “marcante”, ou seja, não pode ser esquecida pelo consumidor.

Branding

Você já ouviu falar sobre branding de marca? O branding de marca reúne propósito, valores, identidade e posicionamento. Ou seja, é um conjunto de estratégias que buscam montar a imagem da marca.

Um bom branding consegue fazer com que os clientes e a sociedade em geral tenham uma visão positiva da empresa. Por consequência, ele também ajudará as pessoas a compreenderem o posicionamento da marca.

Para construir um branding bastante assertivo e que ajude a desenvolver uma imagem positiva para a sua marca, contratar profissionais ou agências de marketing pode ser um bom caminho.

Bons profissionais de marketing podem desenvolver um plano de branding surpreendente e inesquecível para a sua empresa.

Definindo nome e slogan

Nome e slogan são atributos indispensáveis em uma boa estratégia de marketing e empreendedorismo, ambos precisam ser atrativos o bastante para literalmente “grudar” na cabeça do público.

Para que você compreenda a importância de um bom slogan, complete os exemplos abaixo:

1.”______ tem 1001 utilidades!”

2.”Tomou ______, a dor sumiu”

3.”______ todo mundo usa, recuse imitações!”

4.”Sorriso saudável. Sorriso _______”

Completo? Então, confira as respostas:

  1. Bombril
  2. Doril
  3. Havaianas
  4. Colgate

Viu só como um bom slogan pode ficar na cabeça do público? O mesmo pode acontecer com o nome da marca.

Por sinal, muitos produtos conseguem imprimir um marketing tão forte que o público acaba trocando o nome do produto pela marca. Não acredita? Então responda as perguntas abaixo:

Você costuma comprar refrigerante de cola ou “Coca-Cola”? Achocolatado em pó ou “Nescau”, ou “Toddy”?

Está mais do que provado que Nome e slogan precisam ser criativos o suficiente para grudar na cabeça do público e contribuir para a identidade da sua marca, portanto use e abuse da criatividade!

Conheça o seu público-alvo

Para que um negócio tenha sucesso é fundamental que o empreendedor conheça muito bem o perfil público-alvo. 

Na prática, podemos dizer que conhecer bem o público é uma das chaves para o sucesso no empreendedorismo.

Por sinal, você já ouviu falar sobre “público-alvo”?

Como o próprio nome indica, público-alvo é o grupo de pessoas que a sua empresa, marca ou produtos deseja atingir. 

Trata-se de um conceito fundamental no mundo do marketing e dos negócios, afinal, antes mesmo de abrir um negócio, você precisa saber para quem irá vender os seus produtos ou serviços.

Você já definiu o perfil das pessoas que a sua empresa pretende atingir? Ainda não? Então, procure fazer perguntas sobre elas, como por exemplo:

  • Onde elas moram? 
  • Qual a faixa etária?
  • Quais os seus hobbies?

Perguntas como as listadas acima, podem ajudar na definição do público alvo, contribuindo para que você trace o perfil do seu público e construa personas relacionadas a ele.

Opa! Você já sabe o que é público-alvo, mas surgiu um novo termo por aqui “Persona”, o que isso significa?

As personas são representações fictícias do público-alvo. Como o próprio nome sugere, uma espécie de personagem com as características do seu público. 

Ela serve como base para que o empreendedor conheça melhor o perfil dos seus clientes, e com isso, tome decisões e defina estratégias mais assertivas no futuro.

Para que este conceito fique mais claro, veja alguns exemplos de persona:

  • Persona 1: Rosa é uma aposentada de 55 anos residente do estado de Santa Catarina. A maior parte do seu tempo é dedicado à sua família. É casada e toma grande parte das decisões de casa em conjunto com seu cônjuge. Presa muito pela segurança e conforto da sua família.
  • Persona 2: Paulo tem 48 anos e é gerente de uma grande empresa de Florianópolis. Gostaria de dar mais conforto e segurança para sua família e evitar imprevistos. Está sempre atento às notícias e redes sociais.

Veja como a definição de personas pode ser útil para aproximar as estratégias da sua marca às necessidades dos clientes. Isso é fundamental no empreendedorismo e para o sucesso no mundo dos negócios.

Portanto, se você ainda não definiu a persona e o público-alvo do seu negócio, pense nisso, o quanto antes.

O tom de voz da sua marca

Outro atributo muito importante quando estamos construindo o branding e a imagem de uma empresa é o tom de voz da marca, você sabe o que isso significa?

O tom de voz é a forma com que a empresa irá se comunicar e interagir com o público, nos mais diferentes canais de comunicação, incluindo as redes sociais.

Aqui na HostGator, por exemplo, temos um tom de voz descontraído e que foi construído ao longo do tempo para aproximar a nossa empresa do nosso público.

Por outro lado, existem empresas que possuem um tom de voz mais impessoal e formal, como é o caso das empresas de consultoria e assessoria jurídica, por exemplo.

Diante disso, podemos dizer que o tom de voz é muito mais que um simples atributo de comunicação ou a linguagem utilizada pela empresa para se comunicar com o público.

O conceito em questão também guarda relação direta com a identidade da marca, suas crenças e seus conceitos.

Por sinal, a sua marca já tem um tom de voz para comunicar-se com o público? Trabalhe nisso!

Mantenha consistência

Por fim, ainda falando sobre a marca pessoal e a sua importância no empreendedorismo, não poderíamos deixar de destacar um atributo muito importante, a consistência.

O empreendedor precisa saber que uma marca não se consolida da noite para o dia, ela é fruto de um processo e por muitas vezes de um longo período de consistência.

Defina com cuidado e atenção todos os atributos listados acima que envolvem o seu novo negócio, seja assertivo e pratique a consistência, como uma estratégia para fortalecer a marca e torná-la reconhecida ao longo do tempo.

Faça um benchmark e conheça seus concorrentes

Você sabe o que é benchmark? É hora de conhecer o conceito, conferir os seus tipos e entender a sua importância para alcançar o sucesso no empreendedorismo.

Talvez, o termo benchmark seja uma novidade para você, no entanto, ele é muito importante no mundo dos negócios e em nosso cotidiano, sendo até mesmo provável que você já tenha feito uso dele sem ao menos conhecer.

O benchmark é uma ferramenta de análise estratégia utilizada pelas empresas para observar os seus concorrentes e fazer comparações entre o seu próprio modelo de negócios e o praticado pela concorrência.

Esse tipo de estratégia permite que as empresas observem quais são as melhores práticas do mercado, sendo, portanto, capazes de implementar melhorias e correções em seus próprios processos, na prática, trata-se de uma importante ferramenta de empreendedorismo.

Por sua vez, essas melhorias e correções devem contribuir para aumentar a competitividade da empresa, sua aceitação no mercado, eficiência operacional e consequentemente os seus resultados, atributos indispensáveis no empreendedorismo.

Tipos de Benchmark

Bom, você já sabe que o benchmark é uma ferramenta de análise e gestão utilizada pelas empresas para comparar os seus processos e negócios aos da concorrência em busca de melhorias, mas afinal, quais são os seus tipos?

Existem diferentes tipos de benchmark, e isso é o que vamos verificar agora, confira!

  • Benchmark Competitivo: É aquele que analisa e utiliza os dados da concorrência como parâmetro e analisa a posição da empresa no mercado em relação às suas principais concorrentes.
  • Benchmark Genérico: Utilizado para avaliar e comparar processos de empresas semelhantes, mesmo que essas não façam parte exatamente do mesmo segmento de mercado.
  • Benchmark Funcional: Comparação de etapas e processos que fazem parte de todo e qualquer negócio, como por exemplo, à gestão financeira das empresas. Pode ser aplicado com relação a empresas concorrentes ou em relação a empresas do mercado em geral.
  • Benchmark Interno: Tipo de benchmark que permite a realização de comparativos entre diferentes departamentos de uma mesma organização, sempre em busca da implementação das melhores práticas de cada departamento na organização como um todo.
  • Benchmark Cooperação: Modelo que permite a celebração de parceria entre empresas que estão dispostas a trocar experiências e cooperar uma com a outra para que ambas possam crescer juntas.

Como fazer um bom benchmarking?

Agora que você já sabe o que é benchmarking e conhece os seus tipos, confira no passo a passo como fazer um bom benchmarking completo e assertivo de forma simples e descomplicada:

1. Faça uma análise interna

A primeira etapa do processo de benchmarking consiste na realização de uma análise interna detalhada em busca de pontos e setores que precisam passar por algum tipo de melhoria.

Essa análise é realizada antes mesmo da análise de concorrentes e permite que o empresário identifique os primeiros pontos que exigem atenção e melhoria de processos dentro da organização.

2. Selecione alguns concorrentes

Após a análise interna, é hora de olhar para o ambiente externo da empresa, traçando um comparativo entre os seus principais concorrentes.

Nesta etapa, seguindo as boas práticas de benchmarking, você deve selecionar ao menos 3 concorrentes diretos para avaliar e traçar os comparativos. 

Este número permite a realização de uma avaliação assertiva, detalhada com dados e resultados baseados em diferentes visões de negócios.

Procure identificar e extrair as melhores práticas de cada concorrente para implantação na sua empresa.

3. Defina os indicadores

Após definir os concorrentes que serão avaliados, crie uma tabela, com linhas e colunas que relacionem a sua empresa e os concorrentes com uma listagem de indicadores.

Durante a montagem da tabela, defina quais são os indicadores que você pretende avaliar, em um benchmarking que trate sobre a presença da sua empresa e dos concorrentes na web, pode utilizar indicadores como:

  • Número de páginas indexadas nos buscadores;
  • Qualidade dos conteúdos publicados;
  • Velocidade de carregamento do site;
  • Design do site e das redes sociais;
  • Engajamento nas redes sociais;
  • Resultados em campanhas específicas.
  • Dentre outros indicadores.

A análise comparativa de estatísticas e concorrentes por meio do benchmarking é um dos segredos para a melhoria de processos e crescimento no empreendedorismo.

4. Colete os dados necessários

Após definir os concorrentes e estatísticas a serem avaliadas, é hora de obter os dados necessários. 

Essa pode ser uma das tarefas mais complexas do benchmarking, pois os dados que precisamos nem sempre são de fácil acesso.

No entanto, existem diversos mecanismos legais e não invasivos para obter os dados necessários para a realização das análises, dentre eles:

  • Pesquisa de campo: A utilização de artigos, estudos, e ferramentas de base de dados para coletar as informações desejadas.
  • Participação em eventos: Alguns dados também podem ser obtidos via networking com outros empresários e participação em eventos como workshops, conferências, feiras e palestras.
  • Visitas presenciais: As visitas presenciais em concorrentes nem sempre são possíveis, mas são uma excelente alternativa para a avaliação de processos.

5. Faça comparações e análises

Nesta etapa, você já tem os concorrentes e os dados e estatísticas que precisa, portanto, é hora de avaliar os concorrentes e traçar o comparativo com a realidade da sua empresa.

Faça uma análise detalhada e criteriosa o bastante para identificar os pontos que precisam passar por melhorias e também aqueles na qual a sua empresa tem saído na frente dos concorrentes avaliados.

6. Identifique as forças e fraquezas do negócio

Com um relatório final em mãos, você pode utilizar ferramentas como a matriz SWOT para identificar as forças, oportunidades, ameaças e fraquezas da sua empresa em relação aos concorrentes.

  • Forças: Liste suas vantagens em relação aos concorrentes.
  • Oportunidades: Oportunidades externas identificadas que podem contribuir para que a sua empresa se destaque das concorrentes.
  • Ameaças: Situações externas que podem expor a empresa a riscos frente aos concorrentes.
  • Fraquezas: Liste suas desvantagens e pontos de melhoria em relação aos concorrentes.

Avaliar os concorrentes e o mercado, identificando forças, oportunidades, ameaças e fraquezas é uma das virtudes daqueles que conquistam o sucesso no empreendedorismo.

7. Trace estratégias para se diferenciar da concorrência

Por fim, trace e defina estratégias e metas de melhoria que vão permitir que o seu negócio conquiste uma posição de destaque em relação à concorrência.

Quanto maior a posição de destaque conquistada frente aos concorrentes melhor para os resultados e objetivos da sua empresa.

Experiência do cliente

Para obter sucesso no empreendedorismo e no mundo dos negócios é fundamental maximizar a experiência dos clientes.

Os clientes são a razão de existir de qualquer negócio, sem eles, é impossível manter um negócio em funcionamento e alcançar lucros e resultados satisfatórios.

Diante disso, a experiência do cliente é um dos atributos mais comentados do momento no meio empresarial e dos negócios.

As empresas, mais do que nunca, sabem que precisam zelar pela reputação das suas marcas, respeitando os clientes e buscando oferecer sempre o melhor a eles, evitando ao máximo as insatisfações e seus transtornos.

Sabemos que em mundo conectado como o que vivemos atualmente, um problema não resolvido pode cair nas redes sociais afetando negativamente a imagem das empresas.

Por outro lado, uma experiência diferenciada de atendimento pode ser alvo de elogios e compartilhamentos que vão permitir alcançar um número cada vez mais expressivo de clientes.

Portanto, invista na construção de uma experiência diferenciada de atendimento para os seus clientes.

Como se diferenciar da concorrência

Quando o assunto é a experiência do cliente, é fundamental que o empreendedor trace estratégias e saiba como oferecer diferenciais.

A qualidade e a experiência do atendimento ofertada ao público pode gerar valor para os clientes e fazer uma grande diferença na imagem, nos resultados e no crescimento da sua marca.

Para ajudar você, listamos uma série de dicas que podem diferenciar a sua empresa da concorrência, confira:

  1. Utilize o benchmarking para melhorar os pontos fracos do relacionamento com os clientes;
  2. Invista em inovação e tecnologia como aliadas para melhorar a experiência dos clientes;
  3. Monte um time de atendimento e pós-venda que esteja disponível aos clientes;
  4. Desenvolva boas estratégias de marketing e aproximação com o público;
  5. Conheça de perto os anseios e desejos do seu público-alvo e das suas personas;
  6. Ofereça diferenciais trabalhando exatamente nas brechas e erros dos seus concorrentes;
  7. Sempre que possível ofereça um algo a mais e surpreenda.
  8. Invista em pesquisas de satisfação, saiba ouvir os clientes e resolver problemas;
  9. Seja ativo nas redes sociais e tenha cuidado com cada cliente e com a sua marca;
  10. Coloque-se sempre no lugar do cliente e o atenda da mesma forma que gostaria de ser atendido.

Com cuidados básicos e estratégias assertivas de empreendedorismo, você pode conquistar um importante destaque frente aos concorrentes.

Aprendendo a criar um plano de negócios

Você sabe o que é, qual a sua importância e como montar um plano de negócios? 

A construção de um plano de negócios é uma das etapas iniciais e mais importantes para uma empresa de sucesso.

No entanto, é preciso destacar que apesar de importante, muitos empreendedores acabam pulando esta etapa ao iniciar um negócio. Por sinal, este é um dos maiores erros relacionados ao empreendedorismo.

Na prática, começar uma empresa sem um plano de negócios, é o mesmo que construir uma casa sem um projeto. As chances de alguma coisa não sair conforme o esperado acaba sendo muito grande, um risco que definitivamente não compensa.

Sabendo da importância do plano de negócios para o seu sucesso no empreendedorismo, vamos apresentar na sequência um passo a passo completo para que você elabore o seu absolutamente do zero, confira!

Passo a passo na criação de um plano de negócios para seu empreendimento

Antes de iniciarmos este passo a passo é importante destacar que o plano de negócios deve servir como um mapa e um guia para a abertura da empresa e consequentemente para o seu desenvolvimento.

Um bom plano de negócios, é uma ferramenta extremamente útil para o empreendedorismo e deve responder a perguntas básicas e de grande importância, como por exemplo:

  • Qual a proposta e o objetivo do negócio?;
  • Quais os principais produtos e/ou serviços a serem ofertados?;
  • Quem serão os principais clientes?;
  • Onde a empresa estará localizada?;
  • Quanto é preciso investir para montar o negócio?;
  • Qual será a estimativa de faturamento mensal?;
  • Quanto tempo será necessário para recuperar o investimento?
  • Dentre outras perguntas importantes.

Sendo assim, vamos ao passo a passo para montar um plano de negócios completo!

1. Elabore um Sumário Executivo

Recomendamos que você inicie a construção do seu plano de negócios pelo sumário executivo, uma espécie de resumo que aborda os principais pontos do negócio.

Dentre as informações que não podem faltar no sumário executivo, podemos destacar:

  • Nome da empresa;
  • Missão e objetivos do negócio;
  • Atividades a serem desenvolvidas;
  • Forma jurídica e regime tributário;
  • Capital a ser investido e fonte dos recursos.

2. Análise de mercado

Na sequência, o plano de negócios deve abordar uma análise completa e objetiva do mercado onde a empresa será inserida.

Para montar esta parte do plano de negócios, você deve utilizar o benchmarking (análise de concorrentes) e o seu estudo para definição do público-alvo e personas.

A análise de mercado deve ajudar você a conhecer seus concorrentes, a demanda do mercado e os seus clientes, informações preciosas para definir estratégias e avaliar se o negócio em questão é realmente viável e capaz de gerar os retornos esperados.

Nesta etapa, é importante responder, dentre outras, as seguintes perguntas:

  • Qual a faixa etária do público-alvo?
  • O que as pessoas esperam da empresa?
  • Onde mora o público-alvo da empresa?
  • Quem são os principais concorrentes do negócio?
  • Quais produtos e serviços oferecem?
  • Quais os principais diferenciais?
  • Como funciona a política de preços dos concorrentes?
  • Dentre outras perguntas importantes.

Perguntas como as que listamos acima, são extremamente úteis para que o empreendedor conheça melhor o mercado e o seu segmento de atuação.

3. Defina os seus fornecedores

Após analisar e conhecer melhor o mercado, é hora de definir quais serão os seus fornecedores. 

Os fornecedores são peça chave para um negócio de sucesso, eles podem ajudar a sua empresa a se destacar em relação à concorrência e devem ser listados no plano de negócios.

Bons fornecedores são aqueles que oferecem:

  • Produtos e serviços de qualidade;
  • Condições especiais de pagamento;
  • Preços competitivos;
  • Bom prazo para entrega de pedidos.

4. Escolha a localização ideal

Um bom plano de negócios e o empreendedorismo andam juntos, assim como a escolha da localização ideal para o seu negócio.

Sua empresa precisa estar no lugar certo e na hora certa. Portanto, estude muito bem os seus concorrentes, o seu público, os custos com locação/aquisição e reformas para definir o melhor local para instalar o seu negócio.

Locais com fácil acesso ao público, boa visibilidade e facilidade de estacionamento estão entre as melhores opções para a instalação de uma loja ou estabelecimento físico para prestação de serviços.

Por sua vez, para aqueles que trabalham na internet, como os e-commerces, por exemplo, a facilidade de acesso a rotas de distribuição como estradas e rodovias é o que mais importa.

Estude e identifique a melhor localização para o seu negócio com o auxílio do plano de negócios.

5. Plano operacional

O seu plano de negócios também deve considerar a estrutura e os aspectos operacionais para que a sua empresa entre em funcionamento, dentre eles:

  • Mão de obra necessária;
  • Aquisição de mobília;
  • Aquisição de equipamentos;
  • Layout do negócio;
  • Definição de processos e departamentos;
  • Dentre outros aspectos.

Na prática, o plano operacional definirá como será a forma de funcionamento e operação do novo negócio, sendo muito importante para a organização da empresa.

6. Plano financeiro

Um dos pontos centrais para a montagem de um negócio é o plano financeiro, incluindo:

  • Investimento necessário para montar o negócio;
  • Previsão das despesas e custos mensais ou operacionais;
  • Previsão e estimativa de receitas;
  • Fontes de recurso para financiamento do negócio;
  • Prazo estimado para recuperar o investimento;
  • Projeção de lucros do negócio.

Diversas pesquisas apontam que problemas financeiros estão entre os principais motivos para o encerramento de empresas no Brasil. 

Sendo assim, tenha atenção especial com esta parte do seu plano de negócios.

7. Plano de marketing

Por fim, não poderíamos deixar de falar sobre o plano de marketing, outro aspecto fundamental para todo e qualquer negócio. 

Quando o assunto é marketing, o empreendedor precisa reconhecer que por melhor que sejam os seus produtos e serviços, eles não serão capazes de gerar retorno para o negócio sem interessados em pagar por eles.

Sendo assim, defina e liste no seu plano de negócios, as estratégias de marketing a serem adotadas e o investimento disponível para este fim.

Construa boas estratégias e evite economizar quando o assunto é o marketing e a visibilidade da sua empresa.

Com esta etapa, chegamos ao fim do passo a passo para criação do seu plano de negócios. 

Lembre-se, um bom plano de negócios tem um impacto significativo para o seu sucesso no empreendedorismo.

Brainstorming: o que é e porque fazer

O brainstorming ou “tempestade de ideias” (em tradução livre) é uma técnica para desenvolvimento de ideias e soluções a partir de reuniões e debates entre um grupo de pessoas.

Em uma reunião de brainstorming, um grupo de pessoas, normalmente de diferentes áreas da empresa, é reunido e um problema apresentado.

A partir do problema apresentado, as pessoas começam a debater possíveis soluções e apresentar uma série de ideias diferentes, cada qual sob o seu campo de visão.

Na maioria dos casos, a reunião de brainstorming resulta em soluções criativas e que podem fazer a diferença não somente para a solução do problema em pauta, mas também para o desenvolvimento de novas ideias de empreendedorismo e para os resultados da empresa.

Quais são as etapas de um brainstorming?

Uma reunião de brainstorming deve ser dividida em quatro etapas, são elas:

  • Informe com antecedência: Para colher bons resultados, informe aos participantes sobre a reunião de brainstorming e os seus princípios de funcionamento com antecedência, pois assim, as pessoas podem se preparar melhor para o momento.
  • Apresente o problema: Na data e hora marcada, reúna os participantes selecionados e apresente o problema de forma detalhada. Quanto maior o número de detalhes, maiores as chances de surgirem boas ideias.
  • Modere a reunião: O líder da reunião de brainstorming deve assegurar que todos tenham oportunidade para falar e apresentar as suas ideias. Para isso, é importante que ele consiga assegurar que o foco da reunião não se perca. Como um moderador, o líder também deve estar pronto para tirar dúvidas e estimular as pessoas a opinarem e debaterem sobre o problema, criando um ambiente propício para novas ideias.
  • Registre cada detalhe: Para não perder nenhuma ideia apresentada, é importante que o líder designe uma pessoa para anotar e registrar tudo o que aconteceu e as ideias que foram levantadas durante a reunião. O registro das informações será importante para seleção e implantação das melhores ideias para a solução do problema apresentado durante a reunião.

Baixe o infográfico completo de Brainstorming!

Ferramentas de Brainstorming

Atualmente é possível encontrar no mercado diversas ferramentas que podem contribuir para o desenvolvimento de um ambiente de boas ideias em reuniões de brainstorming, dentre as quais, podemos destacar:

Gitmind: O Gitmind é uma ferramenta online de mapa mental e fluxograma com uma ampla variedade de modelos. Os modelos desenvolvidos na plataforma são compartilháveis e editáveis em qualquer dispositivo, incluindo tablets e smartphones.

A versão gratuita, está entre as principais vantagens desta ferramenta.

Lucidchart: Outra opção interessante para o desenvolvimento de mapas mentais, diagramas e fluxogramas durante reuniões de brainstorming é o Lucidchart.

A principal vantagem desta ferramenta é a sua disponibilidade em trabalhar offline, ou seja, sem conexão com a internet.

MindManager: O MindManager é uma ferramenta profissional para o desenvolvimento de mapas mentais, disponível para uso em sistemas Windows e Mac OS.

A ferramenta permite que os participantes adicionem vídeos, links e anexos ao mapa mental que ao final pode ser salvo como um documento do Word.

Por fim, vale destacar que o brainstorming é uma excelente ferramenta para estimular não somente as novas ideias, mas também o empreendedorismo e o desenvolvimento de novas oportunidades de negócio.

Networking: como isso ajuda você a empreender melhor

Em sua tradução livre, networking significa “rede de contatos”, o que por sinal, é uma excelente ferramenta para impulsionar negócios.

O networking é capaz de contribuir para o crescimento e visibilidade das empresas abrindo novas portas, caminhos e oportunidades de negócios.

Diante disso, é importante destacar que o empreendedor e empresário que pretende chegar ao sucesso precisa conhecer muito bem o poder das relações interpessoais.

O empreendedor precisa ser capaz de desenvolver as suas habilidades de relacionamento, seja com clientes, fornecedores, outras empresas, instituições e com a sociedade em geral.

Construir uma rede de contatos é fundamental para quem deseja receber indicações e abrir novos caminhos, explorando um horizonte infinito de possibilidades de negócios.

Invista em estratégias de relacionamento, participe de feiras e eventos, marque presença nas redes sociais, compartilhe histórias e experiências com outros empresários, faça reuniões e apresente a sua empresa sempre que possível.

Quanto maior a sua rede de contatos e relacionamentos, maior a visibilidade da sua empresa e o número de oportunidades de negócios que vão começar a surgir.

O networking é uma ferramenta que ajudará a sua empresa a ser lembrada e consequentemente uma das pontes para o sucesso no empreendedorismo, não abra mão dela.

Aprenda a divulgar seu negócio

Como diz o ditado, a “propaganda é a alma do negócio”, logo não podemos deixá-la de fora quando o assunto é o empreendedorismo.

Aprenda a divulgar o seu negócio e faça com que a sua marca seja visível para o seu público-alvo, conquiste o maior número possível de clientes!

Para começar, nada melhor do que investir na internet, criando uma página para o seu negócio nas principais redes sociais do momento, como Facebook e Instagram.

Nas redes sociais, crie e publique conteúdo de qualidade e interaja com o seu público, responda comentários, mensagens no direct e mantenha a sua marca ativa nas redes sociais.

Crie um site

Criar um site também é uma excelente alternativa para impulsionar o empreendedorismo divulgando o seu negócio, principalmente agora, época em que vivemos na era da internet e da tecnologia.

Você pode criar um site institucional, daqueles que apresentam a empresa, contam a sua história e propósito, ou então um e-commerce, transformando o site em uma verdadeira máquina de vendas que funciona 24 horas por dia.

Por sinal, vale destacar que o e-commerce brasileiro tem crescido significativamente em volume de vendas nos últimos anos, e portanto, não há momento melhor que o atual para entrar para o segmento.

As pessoas estão preferindo cada vez mais a comodidade de comprar sem sair de casa, por sua vez, você pode aproveitar este momento para aumentar significativamente as suas vendas.

Com um e-commerce, você pode vender não somente para o público da sua região, mas também para todo o Brasil e até mesmo para o exterior, potencializando as receitas e o volume de vendas da sua marca.

Utilize o Google Meu Negócio

Você também pode divulgar sua empresa, cadastrando ela no Google Meu Negócio, uma ferramenta gratuita que pode aumentar significativamente a visibilidade do seu negócio.

Ao cadastrar a sua empresa no Google Meu Negócio, você vai fazer com que ela apareça no Google Maps e nos resultados de busca do Google.

Ao aparecer no Google as suas chances de alcançar novos clientes, vender e fechar novos negócios cresce substancialmente, aproveite, é gratuito!

Você pode cadastrar a sua empresa no Google Meu Negócio, clicando aqui.

Solicite aos seus clientes que avaliem seu negócio

O Google Meu Negócio permite que os clientes avaliem as empresas e atribui uma nota que varia de 0 a 5 estrelas e fica visível para o público em geral.

Além da nota, os usuários também podem deixar um comentário a respeito da sua experiência com a empresa.

Logo, é fundamental que o seu negócio acumule boas notas e recomendações. Quanto maior a sua nota e o número de comentários positivos, melhor para o seu negócio.

Para potencializar a nota, a credibilidade e a visibilidade do seu negócio, você pode solicitar aos clientes que deixem uma avaliação.

Quando o assunto é o empreendedorismo, vale tudo para conquistar uma posição de destaque, boa reputação e visibilidade no mercado.

Por fim, seja criativo, não economize em estratégias de marketing e faça com que o seu negócio seja visível para o público.

Erros para evitar no seu empreendimento

Você que acompanhou atentamente este conteúdo até aqui, teve acesso a uma série de dicas para criar um negócio realmente incrível, conquistar o seu público-alvo e crescer como nunca.

Também falamos sobre uma série de ferramentas e boas práticas relacionadas ao empreendedorismo, mas ainda não acabou.

Neste tópico, vamos apresentar os erros mais comuns cometidos pelos empreendedores para garantir que eles não aconteçam com você e com o seu negócio, confira com atenção.

Não estudar a concorrência

Em um dos tópicos anteriores, falamos sobre o benchmarking, suas ferramentas e técnicas para ajudar você a estudar a concorrência.

Você aprendeu que estudar a concorrência é um passo fundamental para um negócio de sucesso, portanto, temos certeza que você não vai abrir mão do estudo de concorrentes.

No entanto, precisamos alertar que esse é justamente um dos principais erros de quem decide apostar no empreendedorismo e montar um negócio.

Estudar os concorrentes é fundamental para que o empreendedor possa compreender o mercado, revisar processos, conquistar posição de destaque e conquistar a preferência dos clientes.

Portanto, não se esqueça de estudar detalhadamente a sua concorrência, aplique as técnicas de benchmarking.

Falta de planejamento

Neste conteúdo, também falamos a respeito da importância do plano de negócios e apresentamos um passo a passo completo para que você crie o seu.

Você já sabe que iniciar um negócio sem um bom plano de negócios pode colocar tudo por água abaixo, portanto não cometa esse erro.

Siga as dicas que apresentamos ao longo do conteúdo, monte um plano de negócios completo, evite imprevistos e destaque-se da concorrência, iniciando um negócio super assertivo!

Não ter mais de um fornecedor

Não ter mais de um fornecedor é um dos erros críticos para todo e qualquer negócio.

Independentemente do segmento do seu negócio, a sua empresa não pode ficar nas mãos de um único fornecedor.

Contar com apenas um fornecedor é muito arriscado e pode resultar em consequências desastrosas, comprometendo a competitividade do seu negócio.

Construa uma carteira sólida e diversificada com fornecedores de confiança, e sempre que for efetuar um novo pedido, faça uma cotação que inclua ao menos três fornecedores, visando garantir uma boa economia e os melhores prazos de entrega.

Estoque e precificação errados

Não controlar o estoque de forma adequada ou precificar incorretamente os produtos pode resultar em danos significativos para o seu negócio.

Por sinal, esse é um dos erros mais comuns, quando o assunto é o empreendedorismo e a montagem do próprio negócio.

Quem compra produtos em excesso, possui custos maiores com estoque e corre o risco de ficar com mercadorias encalhadas. Por outro lado, quem compra menos, pode perder oportunidades de vendas.

Evite prejuízos decorrentes de problemas com a gestão de estoque, aplique boas práticas de gestão e controle adequadamente o estoque do seu negócio.

De forma semelhante, evite erros de precificação, ao precificar incorretamente os produtos, você pode deixar de vendar ou então vender com preços muito baixos, acabando no prejuízo.

Sendo assim, antes de precificar os produtos, estude os seus concorrentes e os preços praticados no mercado, considere os custos do seu negócio e calcule uma margem suficiente para gerar o retorno que a sua empresa precisa e almeja.

Falta de investimento em anúncios

Sua empresa precisa ser visível ao público, afinal, só vende quem aparece e para aparecer, você precisa anunciar. Não acredite que os clientes vão começar a cair do céu. 

Para que os clientes apareçam você precisa investir em anúncios e estratégias de marketing fazendo com que a sua marca seja visível para o público.

Reserve uma parcela do seu orçamento mensal para investir em anúncios e campanhas de marketing, mas não invista por investir, use boas estratégias para garantir os melhores resultados.

Não faça como os empreendedores que não anunciam, saiba que esse é um dos erros mais comuns e prejudiciais ao seu negócio.

Vale lembrar que até mesmo as marcas já consolidadas no mercado anunciam, sendo assim porque você não deveria anunciar?

Quem não anuncia não conquista visibilidade e acaba no esquecimento, tenha cuidado.

Não investir em SEO no e-commerce

Por fim, destacamos a falta de investimento em SEO no e-commerce como um dos piores erros que um empreendedor deste segmento pode cometer.

Portanto, se você tem ou pensa em montar um e-commerce, saiba que para ele aparecer nas primeiras posições do Google, será preciso investir tempo e recursos em estratégias de SEO e posicionamento orgânico.

Alcançar os primeiros resultados do Google é fundamental para quem deseja conquistar clientes e vender na internet. 

Vale destacar que o seu site não conseguirá gerar um volume consistente de vendas, enquanto ele não aparecer na primeira página dos buscadores.

Portanto, estude e invista em estratégias de SEO, garanta que o seu e-commerce esteja visível no Google e venda como nunca!

Crie seu e-commerce

Ative o empreendedorismo, crie o seu e-commerce e comece a ganhar dinheiro como nunca com o auxílio de uma máquina de vendas chamada internet.

Ao longo deste conteúdo, destacamos o crescimento e a importância do e-commerce como uma excelente oportunidade de negócio para aumentar expressivamente o volume de vendas.

Monte um e-commerce para o seu negócio, anuncie seus produtos, conquiste visibilidade e venda para pessoas de qualquer parte do Brasil e do mundo, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Você pode começar agora mesmo, clique aqui e conheça o nosso criador de sites.

Monte, edite e personalize, conte com o apoio da HostGator para criar um e-commerce incrível e faturar alto com vendas na internet.

As vantagens de ter um e-commerce

Pensando em montar um e-commerce? Preparamos uma lista com as principais vantagens deste tipo de negócio, confira:

  • Maior praticidade para os clientes;
  • Venda para qualquer parte do Brasil e até mesmo do mundo;
  • Venda 24 horas por dia, 7 dias por semana;
  • Custos menores com operacional e funcionários;
  • Flexibilidade para trabalhar de onde estiver, até mesmo do conforto de casa;
  • Facilidade para acompanhar métricas e resultados;

Com tantas vantagens, montar um e-commerce é ou não é uma excelente oportunidade de empreendedorismo e negócios?

Não perca mais tempo, coloque os seus planos em prática, empreenda e monte um negócio de sucesso!

Crie um MEI para seu empreendimento

Você que está pensando em abrir uma empresa sabia que pode fazer isso em poucos minutos aí mesmo de onde você está?

Com o MEI – Microempreendedor Individual, você pode formalizar o seu negócio e conquistar o seu CNPJ com apenas alguns cliques.

O MEI é um regime tributário especial criado pelo Governo Federal para incentivar o empreendedorismo e facilitar a abertura de pequenos negócios.

Iniciar um negócio como MEI pode ser um excelente negócio, principalmente quando o assunto é a tributação reduzida.

Um e-commerce, por exemplo, contribui com apenas R$ 56,00 mensais para o MEI e pode faturar até R$ 81 mil ao ano.

Vantagens de ter um MEI

Confira as principais vantagens do MEI e descubra porque essa pode ser uma excelente oportunidade para formalizar o seu negócio:

  • Processo simplificado e rápido para abertura de empresa;
  • Permissão para emitir notas fiscais;
  • Maior facilidade de acesso a crédito;
  • CNPJ para negociar com os melhores fornecedores;
  • Permissão para contratar até 1 funcionário;
  • O empreendedor passa a contar com a cobertura do INSS;
  • Carga tributária reduzida;
  • Não precisa de contador.

São muitos benefícios, não é mesmo? Então, confira no próximo tópico, como criar o seu MEI e ative o empreendedorismo.

Como criar um MEI

Criar um MEI é muito simples, confira o passo a passo que preparamos para guiar você:

  1. Acesse o Portal do Empreendedor;
  2. Clique na opção “Quero ser MEI” e logo em seguida em “Formalize-se”;
  3. Crie uma conta “gov.br” ou acesse com o seu CPF e senha;
  4. Preencha o sistema com os documentos e informações solicitadas;
  5. Informe as atividades que pretende exercer, a localização e o nome da empresa;
  6. Confira o preenchimento, finalize a inscrição e imprima o seu CNPJ.

Pronto! O seu MEI está ativo, você formalizou o seu negócio e agora tem um CNPJ para chamar de seu! 

Cursos complementares para empreender

Informação de qualidade e conhecimento são essenciais em qualquer área das nossas vidas, logo não poderia ser diferente quando o assunto é o empreendedorismo.

“Investir em conhecimento rende sempre os melhores juros”

Benjamin Franklin

Como já dizia Benjamin Franklin em uma das suas frases mais famosas, o investimento em conhecimento é uma das melhores fontes geradoras de juros, ou seja, de renda.

Sabendo da importância e do poder do conhecimento no mundo dos negócios, a HostGator Academy oferece uma série de cursos de empreendedorismo gratuitos.

Queremos incentivar o desenvolvimento dos seus negócios e as suas habilidades como empreendedor, confira na sequência alguns dos nossos cursos gratuitos e busque conhecimento.

Presença Online para MEIs

O curso Presença online para MEIs é uma parceria entre a HostGator e o Sebrae para alavancar o seu negócio.

Esse curso foi desenvolvido para capacitar os empreendedores que desejam iniciar a sua jornada de negócios na internet.

O curso é dividido em três módulos:

  • Módulo 1: Por que se tornar um MEI
  • Módulo 2: Presença Online
  • Módulo 3: Seu site no ar

Neste curso, você vai conferir:

  • O funcionamento de um MEI;
  • Requisitos básicos;
  • As vantagens de ser MEI;
  • Documentos necessários;
  • Atividades possíveis;
  • Orientações para criar o seu próprio site;
  • Dicas para fazer o seu site bombar;
  • E, muito mais…

Aprenda com especialistas em um curso gratuito de excelente qualidade, acredite no empreendedorismo e impulsione o seu negócio, clique aqui para acessar a página do curso.

Introdução ao WooCommerce

O WooCommerce é uma ferramenta incrível que permite que você crie uma loja virtual em poucos passos. 

No curso Introdução ao WooCommerce, você vai conhecer e aprender a utilizar uma das plataformas mais utilizadas em todo o mundo pelos sites de e-commerce.

A boa notícia é que após este curso, você poderá utilizar o WooCommerce para criar o seu próprio e-commerce e começar a vender muito na internet.

Veja o que você vai aprender neste curso ministrado por Reinaldo Silotto, especialista em programação e desenvolvimento do canal TekZoom:

  • Apresentação do WooCommerce;
  • Como escolher a hospedagem ideal para sua loja;
  • Instalando e configurando o WooCommerce;
  • Cadastrando produtos e configurando o frete;
  • Configuração do meio de pagamento;
  • Dicas especiais.

Aproveite a oportunidade, desenvolva o seu e-commerce e presença online e ainda garanta um certificado de participação, clique aqui para acessar a página do curso.

Tudo sobre Criação de Vídeo para seu Negócio

No curso Tudo sobre Criação de Vídeo para seu Negócio a HostGator Academy recebe Brainstorm Tutoriais, especialistas na produção de vídeos com 9 anos de experiência em criação de conteúdo na internet e um canal super sucesso no YouTube. 

Os vídeos são uma excelente ferramenta para divulgar seus produtos, a sua marca, e interagir com o público, para ter certeza disso, basta conferir o sucesso de plataformas como o Youtube e o Tik Tok.

Neste curso você vai aprender na prática a criar vídeos incríveis e conquistar a atenção dos internautas, garantindo a visibilidade da sua empresa nas redes sociais e na internet.

Veja o que você vai aprender neste curso:

  • O que é preciso planejar antes de criar conteúdo;
  • Utilização de roteiros para organização de ideias;
  • O que é importante ter em mente na hora da gravação;
  • Informações sobre como editar o conteúdo criado;
  • Publicação do seu trabalho em diferentes redes;
  • E, muito mais…

Aproveite a oportunidade e aprenda a criar vídeos incríveis com este curso gratuito da HostGator Academy, clique aqui e confira!

Canva: Design Fácil para Empreendedores

Todo empreendedor de sucesso sabe reconhecer a importância das redes sociais para a divulgação da sua marca, seus produtos e consequentemente dos seus negócios.

Você que acredita no poder do empreendedorismo e pretende alcançar o sucesso no mundo dos negócios, não pode deixar a sua empresa fora das redes sociais, dentre elas o Instagram e o Facebook.

No entanto, não basta apenas marcar presença nas redes sociais, é preciso interagir com o público e criar conteúdos incríveis, preferencialmente com aspecto profissional.

Pensando nisso, a HostGator preparou mais um curso para você, o Canva: Design Fácil para Empreendedores.

Veja o que você vai aprender neste curso:

  • Criando sua Conta no Canva;
  • Conheça a Ferramenta por Dentro;
  • Como Criar Qualquer Material no Canva;
  • Como Utilizar suas Próprias Fotos;
  • Inserir e Editar Elementos;
  • Criar Posts para as Redes Sociais;
  • Como Criar Imagens Animadas (em GIF);
  • Aprender a Trabalhar com Vídeos no Canva;
  • Como Fazer um Recorte Profissional com 1 Clique;
  • Como Usar os Recursos Profissionais da Ferramenta.

Confirme a sua inscrição neste curso gratuito e aprenda a criar imagens profissionais para as redes sociais do seu negócio! Clique aqui para acessar a página do curso.

Faça anúncios com o curso Introdução ao Google Ads

O curso Introdução ao Google Ads é uma “mina de ouro” para você que pretende conhecer os atalhos do Google para impulsionar os seus negócios e garantir a visibilidade que a sua marca precisa na internet.

Neste curso você vai aprender com especialistas, tudo o que precisa saber para colocar a sua primeira campanha de Google Ads, além de garantir um certificado da HostGator Academy.

Veja o que você vai aprender neste curso incrível:

  • Introdução ao Google Ads;
  • O Sistema de Leilão do Google Ads;
  • O que é índice de qualidade;
  • Criando Sua Primeira Conta no Google Ads;
  • Estrutura de Campanha no Google Ads;
  • Criando Sua Primeira Campanha;
  • O que são Palavras-Chave?;
  • Criando Anúncios com Textos Relevantes;
  • O que são extensões de anúncios;
  • Criando uma Tag de Conversão;
  • Ferramentas de Relatórios;
  • Dicas de Otimização;
  • Conteúdo, bônus e muito mais…

Aprenda com especialistas, crie anúncios incríveis no Google Ads e garanta a visibilidade da sua marca na internet, clique aqui e confira!

Não restam dúvidas, aprender e desenvolver novas habilidades em favor do seu negócio é um dos maiores segredos do empreendedorismo!

Conclusão

Estamos chegando ao fim deste conteúdo, aprendemos muita coisa por aqui, não é mesmo?

Aqui você não só descobriu o que é empreendedorismo e como empreender, mas também teve acesso a um guia completo com todas as etapas, ferramentas e informações que você precisa para montar um negócio de sucesso.

Falamos sobre a criação da sua marca e definição de público-alvo, benchmarking e estudo de concorrentes, plano de negócios, estratégias para divulgação, erros que você não pode cometer e como formalizar o seu negócio.

Ah, isso sem falar na série de cursos que separamos para ajudar você a empreender, agora é hora de colocar a mão na massa!

Antes de finalizarmos, queremos parabenizar você que chegou até aqui! 

Este conteúdo foi um verdadeiro curso sobre empreendedorismo, certo? Portanto, com certeza você que chegou até aqui, aprendeu muita coisa que não sabia antes. Agora, você pode aplicar os novos conhecimentos para o sucesso do seu negócio!

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe com outros empreendedores e coloque todo o seu aprendizado em prática o quanto antes!

Vai montar um e-commerce?

Conte com a HostGator, conheça as ferramentas, planos e condições especiais que temos para você e impulsione o seu negócio!