Conteúdos por assunto

Que assuntos você quer receber:

A confirmação da sua inscrição foi enviada para o seu e-mail

Agradecemos sua inscrição e esperamos que você aproveite nossos conteúdos!

Google Acadêmico: conheça a plataforma e saiba como usá-la

google acadêmico

Compartilhe:

O Google Acadêmico é uma área que reúne diversos artigos, trabalhos e teses para consulta. Confira aqui como aproveitá-lo ao máximo!

Antigamente, a maioria das pessoas tinha que recorrer a bibliotecas presenciais para ter acesso a mais conhecimento. Com o avanço da tecnologia, as fronteiras deixaram de existir e isso foi quase integralmente substituído por tecnologias como a do Google Acadêmico.

Em alguns cliques os leitores podem navegar por uma extensa estante virtual, garantindo mais acesso ao conhecimento. Saiba mais sobre todas as possibilidades dessa ferramenta e faça pesquisas cada vez mais interessantes!

O que é o Google Acadêmico?

O Google Acadêmico, que também é conhecido como Google Acadêmico, é um diretório online exclusivo onde é possível pesquisar conteúdos da literatura acadêmica.

Ele é ideal para estudantes, universitários, professores, pesquisadores, cientistas e qualquer outra pessoa que necessite de informações mais qualificadas para suas atividades diárias ou trabalhos formais.

Fontes de pesquisas

A plataforma surgiu em 2004 e reúne, em um único lugar, diversas fontes para pesquisas como:

  • Revistas;
  • Livros digitais;
  • Artigos de conferência;
  • Pré-impressões;
  • Teses e dissertações;
  • Resumos.

Além desses, relaciona ainda relatórios técnicos e outras literaturas acadêmicas que incluem pareceres de tribunais e patentes, por exemplo.

É o famoso Google, só que para quem busca referências informativas para compor trabalhos da faculdade, pós-graduação ou mestrado.

Por ser direcionado para esse objetivo, só exibe arquivos escritos, tirando a distração das imagens e de notícias da versão convencional do maior mecanismo de buscas do mundo.

Formatos

Quanto aos formatos, os arquivos são rotulados como PDF ou HTML. No primeiro caso, é preciso ter um leitor instalado no computador ou celular para abrir o documento. Se ainda não tem, você pode usar o Adobe Acrobat Reader.

Já o segundo formato é mais usual por ser, normalmente, o padrão das páginas web. Então, a leitura também é feita online, uma vez que os arquivos ficam hospedados em outros sites ou acervos específicos.

Como usar o Google Acadêmico?

Para usar o Google Acadêmico basta acessar o site pelo computador, tablet ou celular. É preciso ter conexão com a internet, já que o sistema não funciona offline.

Os principais resultados são apresentados na primeira página, mas dá para continuar explorando mais leituras seguindo por outras páginas até encontrar o que você realmente precisa. São carregados até mil resultados por cada pesquisa.

Portanto, a lista irá apresentar os artigos mais relevantes, mas você poderá ordenar conforme sua preferência. Usar o Google Acadêmico é muito intuitivo.

Como pesquisar no Google Acadêmico?

Num primeiro momento e, para ser mais assertivo, você deve ser específico em sua busca. Depois pode fazer pesquisas relacionadas para ampliar o contexto.

Exemplo: se a sua intenção é saber mais sobre a qualidade de vida dos brasileiros acima de 60 anos de idade, deve começar por essa pesquisa.

Para cobrir a cobertura do tema, pode incluir pesquisas sobre expectativa de vida, longevidade e importância dos cuidados com a saúde e alimentação. Esses são fatores que influenciam diretamente no tema primário.

Acesse o Google Acadêmico e digite o termo de busca e clique na lupa ou dê um Enter.

Caso tenha uma conta Google (Gmail), você pode autenticar o seu usuário. Do contrário, pode seguir sem logar, mas não conseguirá usar alguns recursos.

Note que os arquivos carregados trazem diversas informações adicionais como título, autor, fonte, número de vezes em que foi citado e versões.

Caso queira refinar a busca, você pode configurar os filtros no meu lateral ou usar os operadores de pesquisas.

Operadores de pesquisa

A partir dos operadores de pesquisa a sua busca já é refinada de imediato. O buscador retornará os melhores resultados para a combinação exata do que você digitou.

Se quiser procurar por um autor, por exemplo, você deve usar o operador autor:””. Então, ficará assim: autor:”philipe kotler”.

Observe que não é preciso inserir o nome em maiúsculo, pode digitar em letras minúsculas, sem problemas. Apesar do sistema não diferenciar minúsculas e maiúsculas, vale usar o padrão de letras minúsculas para todas as situações.

O mesmo se aplica a pesquisa por título. Se você tiver o título completo, basta digitá-lo entre aspas.

Lembre-se de que digitar a grafia correta nas pesquisas é muito importante. Nem sempre o Google conseguirá entender, interpretar ou sugerir uma correção.

Nesta situação, pode não retornar nenhuma resposta, ou seja, nenhuma literatura.

Selecione uma ou mais fontes e boa leitura!

7 tipos de arquivos que você acha no Google Acadêmico

Entre os tipos de arquivos mais comuns referenciados no Google Acadêmico estão:

1 – Artigos acadêmicos ou científicos

Os artigos acadêmicos ou científicos são aquelas produções textuais autorais utilizadas no âmbito acadêmico ou científico.

Listados no Google Acadêmico podem ser mencionados em citações diretas ou nas bibliografias.

2 – Artigos relacionados

Como o nome sugere, o Google Acadêmico traz recomendações extras baseadas no que foi pesquisado. A intenção é relacionar outros materiais que possam agregar conhecimento.

Vale lembrar que nem todos os assuntos terão artigos relacionados. Isso varia muito, conforme a abrangência ou especificidade de cada tema. Se bem que, se você pensar, dificilmente alguém já não tenha falado sobre um assunto.

Assuntos que são tendência podem levar mais tempo para serem indexados como referências acadêmicas. No entanto, podem ser referenciadas dentro de temas mais macros.

3 – Dissertações ou teses

Para a obtenção de graus, os estudantes de mestrado precisam entregar a dissertação, e os de doutorado as teses. Esses trabalhos tendem a ser mais específicos e seguem orientação especializada.

São excelentes fontes de pesquisa porque são mais aprofundados e trazem uma visão mais crítica e argumentativa.

4 – Livros

Os livros distribuídos gratuitamente ou com licença para tal podem ser listados como resultados das pesquisas e lidos, sem qualquer tipo de limitação.

Só não podem ser novamente distribuídos comercialmente sem a devida remuneração ao autor devido aos direitos autorais e a própria segurança da informação.

No caso dos demais, são apresentados apenas como leituras sugeridas. Havendo interesse, é preciso adquirir o exemplar.

Um dos grandes benefícios é a ampla gama de editoras apresentadas.

5 – Pareceres judiciais

Os pareceres jurídicos listam as opiniões publicadas de processos de apelação da suprema corte estadual dos Estados Unidos, tribunais de apelação, fiscais e de falências.

Vale lembrar que essas opiniões são fornecidas apenas para fins informativos. Não devem ser consideradas como substitutos de aconselhamento jurídico de um profissional habilitado.

Além disso, o próprio Google não garante que as informações sejam completas ou precisas. Portanto, cabe averiguar com mais atenção.

6 – Resumos

Parte sintetizada de documentos maiores, os resumos são comumente utilizados para ajudar a identificar do que se trata o conteúdo. Por esse motivo, são indexados e se mostram opções muito utilizadas para as pesquisas.

7 – Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs)

Os trabalhos de conclusão de cursos ou TCCs são, sem dúvida, um marco na vida dos universitários por serem uma exigência que encerra essa etapa.

Podem ser criados no formato de monografia, artigo científico, planejamentos, relatório de estágios, audiovisual dentre outros.

Também podem ser citados em novas pesquisas já que contêm informações comprovadas ou validadas anteriormente. Quando disponíveis online, facilitam essa citação.

Vantagens do Google Acadêmico

Confira as vantagens do Google Acadêmico:

É um serviço gratuito

Normalmente, as instituições educacionais indicam referências básicas em cada curso. Além disso, é claro, os universitários ou pesquisadores precisam ampliar seu repertório e recorrer a outras fontes.

Neste sentido, contar com um serviço gratuito que é reconhecido mundialmente é muito vantajoso. É como ter nas palmas das mãos, ou a distância de poucos cliques, inúmeras bibliotecas disponíveis.

Vale lembrar que a leitura na íntegra de alguns artigos pode exigir uma assinatura. Se não tiver como acessar, dentro do próprio Google Acadêmico você pode verificar outras alternativas ou artigos semelhantes.

Essas restrições são impostas por algumas universidades que liberam os conteúdos somente a afiliados.

Permite encontrar artigos relacionados ao seu tema

O grande acervo do Google Acadêmico centraliza milhões de documentos. Diferente da versão aberta do Google, no Acadêmico você pode ganhar mais tempo na busca por conteúdo para pesquisa ou reprodução autorizada.

Trata-se de uma imersão em um ou mais temas de interesse que você precisa conhecer.

Lista os arquivos mais relevantes

O Google Acadêmico tem alguns critérios para mostrar os artigos. Considera: o conteúdo do próprio documento, local onde foi publicado, quem são os autores e, principalmente, a frequência e número de vezes em que a obra foi citada em outra literatura acadêmica.

Isso indica a qualidade e relevância do que você verá no site.

Dá a opção de pesquisas avançadas

Ao pesquisar por determinado tema, é possível pesquisar em qualquer idioma, somente páginas em português ou ainda utilizar as configurações de filtros avançados.

A busca por período lista arquivos desde 2022, desde 2021, desde 2018 ou um período específico que você pode determinar. Sendo assim, pode conferir documentos mais recentes ou mais antigos.

Ainda dá para incluir ou excluir citações e patentes.

Facilita a obtenção de citações

Escrever demanda dedicação e horas de leitura, compilação e estudos. Ter uma ferramenta que facilita essa atividade é crucial.

Um bom trabalho acadêmico pode ser enriquecido com citações, ou seja, referências de outros autores que corroboram ou ajudam a embasar o que você escreveu.

Dados de pesquisas, estudos ou estatísticas também tornam o conteúdo mais atrativo.

Libera um perfil público

Se tiver um trabalho próprio e os seus materiais autorais forem citados em qualquer outro estudo, você pode ser avisado imediatamente. Isso só funciona se criar um perfil público.

É necessário configurar informações básicas pessoais para tornar seu perfil visível e as pessoas conseguirem identificá-lo como autor facilmente.

Para iniciar o preenchimento, clique em “Meu perfil”.

Em seguida, disponibilize os demais dados solicitados.

Ao encontrar perfis de autores ou colegas acadêmicos, você pode segui-los para receber artigos.

Cria alertas

Ao clicar em “Criar alerta”, você receberá notificações sobre os assuntos de interesse. Para cada tema, é necessário criar um novo alerta.

Para isso, basta inserir um e-mail e selecionar os filtros de interesse entre resultados mais relevantes ou todos os resultados. O e-mail não precisa ser Gmail, neste caso. Pode ser qualquer conta pessoal ou corporativa.

Você receberá uma mensagem com um link para confirmar o serviço. Com essa funcionalidade fica muito mais simples acompanhar atualizações. É uma forma prática e rápida de não perder nenhuma informação útil.

Alteração ou cancelamento de alertas

Para alterar os alertas criados com sua conta Gmail, acesse o link onde aparecerá a lista de todos os alertas e faça a edição.

Caso tenha usado um e-mail externo, é preciso cancelar individualmente cada aviso e cadastrar novamente. O recebimento do alerta recorrente pode ser cancelado ao clicar na opção de cancelamento que consta no rodapé das mensagens.

Cria uma biblioteca pessoal

Você ainda pode salvar os itens em sua biblioteca digital. Dessa forma, ficará mais fácil encontrar os links em uma próxima consulta.

Veja que, neste caso, é preciso logar na sua conta Google. Assim, você criará uma lista de arquivos favoritos e terá a sua biblioteca virtual particular.

Para adicionar uma citação completa de um resultado na biblioteca, basta entrar nas configurações e selecionar o formato de citação preferido na seção “Gerenciador de bibliografia”.

A plataforma oferece suporte a RefWorks, RefMan, EndNote e BibTeX.

Mesmo não sendo compartilhável, já é um grande ganho ter uma lista de links salvos para consulta futura.

Diferença entre o perfil e a biblioteca

O perfil é a maneira de expor seus textos publicamente, enquanto a biblioteca é sua coleção de artigos que inclui também obras de outros autores.

Enquanto o perfil é compartilhável, a biblioteca é restrita, mas são funcionalidades que podem ser complementares.

Como registrar um trabalho no Google Acadêmico

Como você viu, no Google Acadêmico são listados muitos materiais que já existem, mas diariamente o agregador consegue identificar novos documentos ao fazer uma varredura automática por toda a rede.

Quanto aos registros, a atualização pode levar de 6 a 12 meses, porque é preciso rastrear novamente as mudanças na fonte de origem. Se forem sites maiores, a velocidade desse rastreamento é reduzida, por isso demoram um pouco mais.

No entanto, a base geral é atualizada frequentemente. Então, ao entrar no site você pode ver determinados resultados em um dia, mas em outro, prestigiar outros autores.

Seus trabalhos também podem ser expostos no Google Acadêmico. Assim, você pode se tornar um contribuidor da plataforma. Veja como:

Faça uma pesquisa

O primeiro passo é descobrir se o seu trabalho já consta ou não na base. Faça a busca pelo título do trabalho ou pelo nome do autor, utilizando os operadores.

Disponibilize sua obra literária online

Como o Google Acadêmico é um agregador de links, não é possível submeter os arquivos diretamente na plataforma, ou seja, não dá para fazer o upload por lá.

Portanto, se você for um autor individual deve hospedar seu material em um site de sua propriedade para que possa ser rastreado pelos robôs do Google.

Ao escolher a hospedagem e até Sistema de Gerenciamento de Conteúdo, como o WordPress, por exemplo, mantenha o site sempre atualizado e seguro, livre de ataques que podem corromper os arquivos ou até excluí-los do servidor.

Uma dica muito útil é fazer backups do seu servidor frequentemente.

A regra para os repositórios universitários e editores de períodos é bem parecida. É necessário disponibilizar os arquivos na internet e seguir as diretrizes técnicas.

Pré-requisitos dos documentos

Os contribuidores individuais devem garantir que:

  • o texto completo do seu artigo está em um arquivo PDF e salvo na extensão “.pdf”;
  • o título do trabalho aparece em uma fonte grande no topo da primeira página;
  • os autores do artigo estão listados logo abaixo do título em uma linha separada, e
  • há uma seção de bibliografia intitulada, algo como “Referências” ou “Bibliografia” no final.

Ao hospedar o arquivo online você deve direcioná-lo para uma página HTML. Isso quer dizer que deverá fazer essa primeira referência. Assim, os rastreadores do Google conseguirão ler o link e entender que levará para um arquivo no formato correto.

Certifique-se de que a pasta local ou o servidor está protegido contra Malwares.

Google Scholar Metrics

Ter uma literatura acadêmica e saber que é útil para outras pessoas ou estudos é o que todos os autores gostariam. Esse reconhecimento e prestígio valoriza o que já existe e pode incentivar a criação de novos estudos.

Uma maneira prática de medir essa autoridade e influência é a partir do Google Acadêmico Metrics, que fornece um ranking com as 100 principais publicações em diferentes idiomas.

Para ver quais artigos das publicações foram citados e quem citou, clique no índice e navegue para explorar mais. Essa é uma excelente opção para quem tem interesse em determinados temas.

Então, já conhecia o Google Acadêmico? Se ainda não, agora você sabe como buscar boas referências para suas pesquisas e onde incluir suas obras para que mais pessoas conheçam todo seu talento.

Ao usar algum dos materiais para seus trabalhos, lembre-se de dar os créditos. Valorize os estudantes, pesquisadores e cientistas que continuam a difundir conhecimento sobre temas, áreas e causas que precisam cada vez mais de discussão.

Salve o Google Acadêmico nos seus favoritos ou tela inicial e, da próxima vez, comece sua jornada de pesquisa por lá para fazer descobertas incríveis!