Experimente ouvir o conteúdo desse post Trabalhar em casa é, sem dúvidas, o desejo de muita gente, principalmente pela flexibilidade de horários e a liberdade que esse tipo de trabalho oferece. Antigamente, era difícil realizar esse sonho, mas a internet tem possibilitado que cada vez mais pessoas deixem o escritório para trabalhar de onde estiverem, […]

Experimente ouvir o conteúdo desse post

Trabalhar em casa é, sem dúvidas, o desejo de muita gente, principalmente pela flexibilidade de horários e a liberdade que esse tipo de trabalho oferece.

Antigamente, era difícil realizar esse sonho, mas a internet tem possibilitado que cada vez mais pessoas deixem o escritório para trabalhar de onde estiverem, seja em casa, em um coworking ou até mesmo viajando.

Diante dessas novas possibilidades, muitas pessoas começaram a se empolgar com a chance de finalmente transformar o seu desejo em realidade. Entretanto, por não conhecerem bem o mercado digital, a maioria delas fica perdida em relação ao que fazer para começar e em qual área devem apostar para ter bons resultados. Você se identificou com essa situação?

Acompanhe este post até o fim para ver quais são as áreas mais procuradas no mercado digital.

6 dicas de nichos para você escolher

É difícil encontrar uma área que não tenha se transformado para atender às demandas do meio digital. Entretanto, alguns nichos se destacam por apresentar mais oportunidades para quem quer trabalhar com o que gosta e ter autonomia na carreira.

É claro que há várias maneiras de escolher uma área para você atuar. A principal delas é escolher aquela com a qual você já se identifica e conhece mais. Além disso, é possível descobrir as tendências da internet com o Google Trends. A ferramenta é gratuita e ajuda os usuários a identificar os termos mais buscados no Google em um período de tempo determinado.

No entanto, antes de recorrer à ferramenta, você precisa compreender os diversos nichos do mercado, saber o que está em alta e onde você pode encaixar os conhecimentos e habilidades que já tem.

As 6 opções de áreas mais procuradas no mercado digital que separamos a seguir são as que têm se destacado tanto pela demanda dos clientes quanto pelo interesse dos próprios profissionais.

1. Marketing digital

Já era de se esperar que o marketing digital seria uma das áreas mais procuradas, não é mesmo?

Com os negócios cada vez mais presentes na internet, as marcas começaram a buscar as melhores e mais atualizadas maneiras de divulgar produtos e serviços, se destacar dos concorrentes e atrair a atenção dos clientes. Sendo assim, dentro do marketing digital existem várias possibilidades, tanto para quem busca emprego fixo quanto para os que preferem trabalhar como autônomos.

Se você escreve bem, é criativo e conhece as técnicas de SEO, pode se tornar um freelancer e trabalhar com redação ou revisão de textos, por exemplo. Caso já tenha atuado com marketing anteriormente ou tenha bastante conhecimento na área, pode buscar oportunidades como analista de marketing digital e ser o responsável por criar, implementar e acompanhar os resultados das estratégias de marketing dentro da empresa.

Outro trabalho muito procurado é o de designer. Esse profissional desenvolve todo o conteúdo visual das ações de marketing, cuidando para que elas consigam transmitir a mensagem de uma maneira atraente, objetiva e que gere o engajamento dos usuários.

2. Tecnologia

Praticamente tudo o que fazemos atualmente envolve alguma tecnologia. Por isso, os profissionais dessa área estão cada vez mais requisitados.

Quem tem conhecimento tecnológico pode usá-lo para trabalhar como desenvolvedor de softwares e criar sistemas para facilitar os processos de uma empresa ou para vender para terceiros. Se, além do conhecimento, você também é criativo e está sempre pensando no que pode fazer para facilitar o dia a dia das pessoas, outra boa opção é trabalhar com o desenvolvimento de aplicativos. O importante é focar nos problemas que os usuários estão enfrentando e oferecer soluções inovadoras, práticas e simples.

Você pode, ainda, trabalhar com a criação de sites. Como você viu, muitas empresas têm expandido os seus negócios para atuar também na internet e, para isso, estão buscando pessoas capacitadas para desenvolver, implementar e acompanhar as suas páginas. Se você tem algum domínio nesse assunto, já pensou que essa pode ser a sua porta de entrada para o mercado digital?

3. Educação

Além de ser uma das áreas mais procuradas no mercado digital, a educação é uma das que fornece mais possibilidades para quem quer empreender.

Quem tem experiência como professor presencial, seja nas matérias do ensino básico, técnico ou superior, pode começar a dar aulas online. Além de ser um formato mais barato e simples, as aulas virtuais possibilitam que o professor alcance um número muito maior de alunos, já que não tem nenhuma limitação de tempo ou espaço. Mas se você não é professor, não se preocupe! Provavelmente, tem uma oportunidade para você também.

Hoje, é comum buscarmos respostas para praticamente tudo na internet. Pode ser uma receita, um tutorial sobre como montar um móvel, consertar um eletrodoméstico, cuidar da horta, planejar uma viagem ou até mesmo fazer os próprios cosméticos. Sendo assim, se você sabe muito sobre um assunto específico, também pode usá-lo para criar cursos online e vender na internet. Você pode fazer isso através de e-books, videoaulas ou até mesmo podcasts, depende do público que pretende atingir e das suas habilidades de comunicação.

4. Esportes

Se você está pensando em abrir um e-commerce, mas não sabe o que vender, a área de esportes pode ser uma boa ideia.

Oferecer produtos relacionados a futebol ou a qualquer outro esporte é uma maneira de atingir um nicho que, mesmo sendo bem segmentado, engloba milhares de pessoas. E não é só porque vivemos no país do futebol que você precisa ficar preso a ele, ok? Existem várias atividades físicas que podem ser exploradas, como musculação, crossfit, dança, basquete, natação, entre outras.

Escolha o esporte que você pratica ou tem conhecimento e use o que sabe para atrair os usuários para a sua loja virtual. Se o seu foco for o próprio atleta, você pode investir na venda de artigos esportivos, como acessórios para a prática dos exercícios, roupas profissionais, acessórios, suplementos, entre outros.

O importante é que você consiga transmitir a sua autoridade no assunto. Assim, você convence o seu cliente que os produtos que oferece são os melhores e vão ajudá-lo a melhorar o seu rendimento.

5. Alimentação

É um clichê, mas não deixa de ser verdade: as pessoas estão com a rotina cada dia mais corrida e, por isso, têm menos tempo para se dedicar ao preparo das suas refeições. Por isso, a procura por empresas de alimentação tem aumentado tanto, principalmente daquelas que se preocupam com a saúde e oferecem refeições equilibradas e com alto valor nutricional.

Se você sabe cozinhar e se imagina trabalhando nessa área, pode fazer marmitas para vender por aplicativos ou em sites. Hoje, o mercado é promissor para quem oferece planos de alimentação semanal ou até mesmo mensal, para que o cliente receba as marmitas devidamente separadas e organizadas na sua casa ou trabalho. Quanto mais praticidade você entregar para as pessoas, mais valor elas vão enxergar no seu produto.

Se quiser um público ainda mais segmentado, busque as tendências na área. Você pode se especializar em comidas com pouco carboidrato (as famosas low carb), orgânicas, sem glúten ou que atendam ao público vegano, por exemplo. Esses são ramos em crescimento, que podem te dar a chance de se destacar e ganhar a confiança dos clientes.

6. Estética

Você sabe tudo sobre maquiagem? Conhece técnicas que facilitam a hora de se arrumar para sair? Sabe fazer produtos cosméticos? Lembre-se que falamos que praticamente todo conhecimento pode ser compartilhado na internet? Então tudo o que você sabe sobre beleza e estética pode ser uma oportunidade para entrar no mercado digital.

Muitas pessoas estão interessadas em aprender como fazer as coisas sozinhas, de maneira prática e rápida. Por isso, o YouTube está cheio de usuários em busca de tutoriais de maquiagem, penteados, receitas de produtos caseiros e várias outras respostas para dúvidas relacionadas ao tema.

Você pode criar um canal na plataforma para compartilhar o que sabe e conquistar espaço no mercado. Assim que as pessoas perceberem que você oferece um conteúdo relevante e que realmente soluciona seus problemas, o seu canal vai começar a atrair parcerias, anúncios, patrocinadores e outras oportunidades de trabalho.

Viva de suas paixões

Você conheceu as 6 áreas mais procuradas no mercado digital, mas isso não quer dizer que precisa escolher uma delas para trabalhar. É claro que é importante escolher uma área que tenha demanda no mercado, mas tão importante quanto isso é trabalhar com aquilo que você gosta. Afinal, se você não tem afinidade com o que faz, fica bem mais difícil desenvolver um bom trabalho e se sentir motivado todos os dias.

Antes de decidir em qual área você vai atuar, pense em tudo o que gosta de fazer e que pode ser usado para transformar a sua carreira. Depois, procure as oportunidades com base nessa lista, para encontrar um trabalho que realmente te dê prazer e seja compatível com o que você sabe e quer fazer profissionalmente.

Se no final das contas você perceber que o que quer fazer não se enquadra nessas 6 áreas mais procuradas, não precisa se desesperar. Existe mercado para todo mundo que faz um bom trabalho e oferece soluções atrativas e relevantes para os clientes.

Você não se identificou com nenhuma das áreas que falamos no texto e ainda está na dúvida do melhor caminho para a sua carreira? Conheça 25 profissões do futuro para saber mais sobre as tendências do mercado e se inspirar!

  • Este artigo foi escrito pela equipe da Hotmart.