Que assuntos você quer receber:

A confirmação da sua inscrição foi enviada para o seu e-mail

Agradecemos sua inscrição e esperamos que você aproveite nossos conteúdos!

Entenda o que é o Google EAT e quais os aspectos relevantes para poder ter o seu site bem ranqueado pelo Google.

Quem trabalha com marketing digital sabe que utilizar bem as técnicas de SEO, sigla para Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca em português, é fundamental para conseguir atrair mais as pessoas através de estratégias que levem os clientes ao conteúdo postado, e entre elas está o Google EAT.

Desde 2014, o Google EAT vem gradualmente se transformando em um dos elementos mais importantes do SEO e uma ferramenta fundamental para que as páginas da web possam ter sucesso em um dos sites de buscas mais utilizados do mundo. 

Assim, entender como os diversos mecanismos de busca funcionam, tais como Bing, Yahoo, Google, entre outros, é  essencial para conseguir realizar a otimização de um site e conseguir atrair mais clientes.

Por isso, queremos ajudá-lo a saber o que é o Google EAT e como utilizá-lo em favor da sua página na web para se destacar entre os concorrentes e ter muito mais sucesso. Venha conosco e descubra tudo sobre essa ferramenta.

O que é o Google EAT?

EAT é a sigla para Expertise, Authoritativeness e Trustworthness, ou Expertise, Autoridade e Confiabilidade em português, e vai além de um algoritmo que elenca as buscas: é um princípio que avalia a qualidade de uma página da web.

A primeira vez que o termo Google EAT apareceu foi no documento de Diretrizes de Classificação de Qualidade de Pesquisa do Google (Search Quality Rating Guidelines), e faz parte do conceito ainda mais antigo do Google de julgar a experiência e autoridade do site e conteúdo pesquisado.

A participação dos princípios do E-A-T no documento é uma evidência da sua importância, já que é direcionado para os funcionários do Google que verificam e avaliam manualmente a qualidade do site na SERP (Search Engine Results Page), ou Página de Resultados do Mecanismo de Pesquisa.

Essa participação dos funcionários gera uma avaliação humana para a qualidade dos sites, que não pode ser realizada por inteligência artificial simplesmente, mas depende da opinião das pessoas que utilizam o mecanismo de busca. 

Como o Google não divulga exatamente como os algoritmos funcionam, saber que o E-A-T é um fator importante e que o Google pretende que os seus algoritmos funcionem dessa maneira já é um grande passo para quem trabalha com o marketing digital.

O documento, de fato, dedica um capítulo inteiro para avaliar o E-A-T  e afirma que este é um dos fatores mais relevantes na determinação da qualidade geral de uma página, o que gera mais satisfação para os usuários do Google e consequentemente um melhor posicionamento do conteúdo.

google eat

Expertise

Segundo o dicionário Oxford, expertise diz respeito à competência ou qualidade de especialista sobre determinado assunto. Ou seja, esse fator considera se há experiências do autor sobre o que está sendo falado, se o mesmo pode ser considerado um expert no assunto. 

O Google busca sempre que suas páginas sejam voltadas a ajudar os usuários, ou seja, é importante que o conteúdo seja divulgado por quem tenha experiência e competência e saiba transmitir esse conhecimento de forma envolvente.

As diretrizes mais recentes ainda permitem a chamada “experiência diária”, ou seja, aquela que é adquirida com a vida, sem a necessidade de treinamento formal ou educacional. Mas, isso não vale para páginas YMYL, como veremos mais adiante.

Autoridade 

Seguindo o mesmo princípio de entregar o melhor conteúdo aos usuários, o Google se preocupa se o autor possui autoridade reconhecida sobre o que está sendo falado, ou seja, se há legitimação no conteúdo entregue pela página na web. 

Não basta saber sobre o assunto, é preciso ter a validação de autoridade do criador do conteúdo, do conteúdo principal em si e do site para poder ser ranqueado no topo das pesquisas do Google. 

Confiabilidade 

Por fim, o Google analisa o nível de confiabilidade do criador do conteúdo, do conteúdo e do site como um todo, verificando se é possível confiar no que está sendo divulgado e utilizando as avaliações de usuários do site para tal.

É importante que as avaliações sejam verdadeiras e positivas, e caso haja algum feedback negativo é preciso que o site demonstre os esforços para solucionar o problema. 

Relação entre EAT e YMYL 

YMYL é a sigla para “Your Money or Your Life” ou “Seu dinheiro ou sua vida”. O Google utiliza esse marcador para classificar sites que podem afetar suas finanças, saúde, segurança e/ou felicidade

Os sites YMYL são aqueles mantidos nos mais altos padrões do Google EAT, uma vez que o conteúdo dessas páginas pode impactar grandemente o usuário, caso as informações sejam deturpadas. 

Os sites considerados YMYL frequentemente são:

  • Notícias e eventos atuais: informações sobre negócios, eventos internacionais, política, ciência ou tecnologia;
  • Governo, leis e questões cívicas: fatos sobre instituições públicas, serviços sociais, aconselhamento jurídico ou votação;
  • Finanças: todo conselho dado a respeito de investimentos, planejamento, aposentadoria, empréstimos, seguros, bancos, entre outros;
  • Compra: informações sobre pesquisa de produtos, bens e serviços que envolvem uma compra;
  • Grupos de pessoas: sites que apresentam informações ou reivindicações com base em raça, etnia, religião, nacionalidade, idade, gênero, orientação sexual, enfim, que representam um grupo de pessoas;
  • Saúde e segurança: questões médicas e de saúde, com informações de medicamentos, hospitais, farmácias, ou qualquer conteúdo com instruções para emergências. 

Todos esses sites precisam estar muito bem construídos, pois as informações erradas podem prejudicar grandemente o usuário. Por isso, o EAT é muito importante para essas páginas.

Existem outras páginas que podem ser YMYL e o Google confia em seus avaliadores de qualidade para julgar e determinar se uma página é considerada YMYL ou não, para que os níveis mais altos de EAT sejam utilizados. 

Para o Google, seu poder de influência é imensurável e uma pessoa pode tomar uma decisão que altera toda a sua vida baseada no que lê online, por isso uma fonte de informação confiável nos resultados das pesquisas é fundamental para o bem-estar do consumidor

google eat

O EAT é relevante para o seu site?

Se a sua capacidade de seguir e aplicar os princípios do Google EAT ao seu site for comprovada, maior a possibilidade de ter grande visibilidade e sucesso no ranking do seu conteúdo, principalmente se estamos lidando com páginas YMYL.

Basicamente, o Google está fornecendo informações preciosas sobre o que é levado em consideração para um conteúdo ser classificado como de alta qualidade e ter uma boa posição no ranking de buscas. 

É importante salientar que o Google EAT em si não é ranqueador. É um conceito utilizado pelos avaliadores de qualidade para conseguir simplificar os algoritmos e ter uma diretriz nas tomadas de decisões adicionais. 

No entanto, há outras formas que o Google utiliza para determinar expertise, autoridade e confiabilidade que são fatores de classificação no ranking de busca

Nos últimos anos, as atualizações do algoritmo de pesquisa tem caminhado para um tema recorrente, que diz respeito a melhorar a experiência do usuário constantemente. 

Dessa forma, o Google EAT é mais uma ferramenta para alcançar esse objetivo, pois ajuda a determinar a credibilidade do conteúdo, se há um valor real para o usuário, que recebe as páginas mais valiosas na pesquisa e continua voltando para realizar consultas diferentes. 

Se SEO é importante para o sucesso do seu site dentro do marketing digital, então o Google EAT deve também ser considerado ao traçar as estratégias da sua página

Assim, o EAT é relevante para todo e qualquer site que deseja ser classificado como de qualidade e ter a possibilidade de ser bem ranqueado nas ferramentas de busca, além de ser importante para fornecer um bom serviço aos usuários. 

Como o EAT pode ser aprimorado?

Uma vez que você entende a relevância do EAT para a estratégia de SEO do seu site, é importante saber, na prática, o que pode ser melhorado na sua página para alcançar melhores resultados respeitando alguns padrões do Google EAT.

Uma das dicas mais básicas é garantir que o conteúdo principal do site corresponda ao conteúdo principal da página

Por exemplo, uma página que contenha aconselhamento financeiro em um site voltado para conselhos de saúde não atende às diretrizes EAT. 

Segundo as diretrizes do avaliador de qualidade de pesquisa, conteúdos mais longos tendem a obter uma classificação mais alta, portanto mantenha os textos com maior número de palavras. 

Além disso, elencamos algumas dicas específicas que podem ajudar a fazer do seu site um ótimo exemplo de EAT. E para bombar ainda mais o seu conteúdo, o artigo “7 dicas de SEO para o seu blog” também pode te auxiliar.

Estude as palavras-chave

Estudar as palavras-chave consiste no processo de identificação das frases ou termos que as pessoas mais utilizam nos mecanismos de pesquisa para encontrar resultados relevantes.

Este estudo pode te levar a entender o comportamento do consumidor e, assim, traçar a estratégia mais acertada para conseguir atraí-lo. 

Criar páginas relevantes e conseguir adequá-las para as formas em que as pessoas realizam as pesquisas pode melhorar a classificação nos resultados de pesquisa, aumentando a visibilidade da página e o número de visitantes

O estudo das palavras-chave também pode te ajudar a entender melhor como as pessoas chegam no seu site, a frequência que seu público realiza pesquisas e como os seus concorrentes atraem visitantes. 

Conseguir identificar as tendências de pesquisa irá ajudar você a desenvolver uma página que atenda melhor os seus consumidores, resolvendo os problemas do seu público e entendendo os pesquisadores. 

Vá além do que os concorrentes oferecem

Primeiro, pode ser preciso realizar uma análise dos concorrentes, para identificar quais as estratégias de mercado que estão sendo utilizadas pelas empresas que atuam no mesmo nicho que você. 

Analisando os concorrentes é possível medir os pontos de otimizações que podem ser realizados como estratégias a curto e longo prazo, modificando a sua maneira de trabalhar de acordo com o que os consumidores buscam. 

Existem alguns sinais que podem ser buscados ao analisar um concorrente no nível macro (que são os principais níveis de classificação) e no nível micro (que podem fazer a diferença num ambiente competitivo). 

No nível macro, podemos citar as palavras-chave utilizadas, a estrutura do site, se há uma estratégia SEO, existência de otimização móvel, segurança do site, frequência de publicações, número de links, entre outros sinais. 

Já os microfatores são menos óbvios, por exemplo: 

  • análise de conteúdo; 
  • número de H2s;
  • trechos em destaque;
  • estrutura dos links internos;
  • procedência dos links externos utilizados; 
  • estratégias de marketing;
  • existência de parcerias;
  • número de avaliações.

Uma vez que a análise do concorrente foi realizada, é preciso ir além: entender o comportamento do seu cliente e adaptar a sua estratégia, e até  mesmo seus produtos e serviços para atender às demandas e, assim, ter o seu diferencial no mercado. 

Buscar ser pioneiro e testar novas ideias, estar aberto às solicitações do seu público e oferecer um serviço pensado exclusivamente no seu cliente não é uma tarefa fácil e demanda estudo e dedicação. 

Vire uma referência 

Agora que você entendeu como o EAT funciona, dê a devida importância à expertise, autoridade e confiabilidade da sua página, incorporando essas medidas à sua estratégia de conteúdo para, assim, ser considerado uma referência no seu nicho:

  • Melhore a autoridade de quem escreve e da sua equipe na totalidade;
  • Convide autores conhecidos para fazerem uma participação na sua página;
  • Foque em conteúdos longos que possuem a probabilidade de classificação entre os top 10;
  • Forneça todas as informações que um usuário deseja ver em uma consulta sobre determinado assunto;
  • Escreva sobre aspectos em que a concorrência perde;
  • Segmente seu conteúdo com maestria e tenha os títulos claros;
  • Atualize regularmente sua página;
  • Faça bem as suas pesquisas e cite as fontes, que devem ser sempre confiáveis. 

A consistência é extremamente importante quando o assunto é se tornar uma referência. Não será da noite para o dia que o seu site será visado, mas com um trabalho firme e constante é possível alcançar o patamar de parâmetro para os concorrentes. 

Trabalhe na sua reputação 

É preciso que você entenda que, no mundo digital, as coisas podem mudar rapidamente. Um dia você pode ser o líder no seu nicho e, no dia seguinte, estar em terceiro lugar. 

Assim, é importante trabalhar na sua reputação. Para começar, acompanhe as suas avaliações em sites como Google Meu Negócio, Bing Places, Yelp, entre outros.

Mantenha sempre a proatividade ao responder às críticas negativas e gerar críticas positivas ativas, incluindo o envolvimento de seguidores nas mídias sociais e monitorando as revisões necessárias. 

É preciso responder os comentários negativos prontamente e manter uma presença online constante e consistente, para você conseguir controlar a narrativa e não os seus concorrentes. 

Ao negligenciar suas avaliações e deixar sua reputação à própria sorte, seus concorrentes identificarão essas fraquezas e as usarão contra você.

Cabe somente a você controlar o que estão dizendo a respeito da sua marca ou site, gerar mais avaliações e assumir a responsabilidade da sua reputação no mundo do marketing.

O Google EAT é muito importante para as páginas individuais, mas a qualidade geral do website é o principal na hora da classificação

Por isso, crie uma página “sobre nós”, tenha uma política de privacidade publicada, faça seu site ser reconhecido em outras páginas e nunca pare de buscar aprender, evoluir e escrever bem

Se você quer compartilhar conosco a sua opinião sobre o Google EAT como um consumidor das ferramentas de pesquisa, deixe um comentário e nós iremos adorar conversar com você.

Navegue por tópicos

  • Tabela de conteúdos

  • O que é o Google EAT?

    • Expertise

    • Autoridade 

    • Confiabilidade 

  • Relação entre EAT e YMYL 

  • O EAT é relevante para o seu site?

  • Como o EAT pode ser aprimorado?

    • Estude as palavras-chave

    • Vá além do que os concorrentes oferecem

    • Vire uma referência 

    • Trabalhe na sua reputação 

Tags:

  • Domínios

Alexandre Nogueira

Alexandre Nogueira é jornalista, Redator SEO, Copywriter e especialista em tecnologia. Possui ainda pós-graduação em Jornalismo Esportivo e especialização em marketing digital. Já trabalhou em grandes agências, como a Rock Content e a SharpSpring. Escreve sobre Tecnologia, Marketing digital, SEO, Cultura e Esportes. Ama jornalismo, games, tecnologia, pets, cinema, viajar, escrever, o futebol e o Santos, não necessariamente nessa ordem.

Mais artigos do autor

Garanta sua presença online

Encontre o nome perfeito para seu site

www.

Comentários