O Flush DNS é o procedimento efetuado para limpar o cache DNS. Vem entender agora porque é preciso realizá-lo periodicamente e como pôr em prática essa ação!

Certamente você já teve a péssima experiência de ter a sua conexão de internet lenta, não é mesmo? Parece que na hora em que mais precisamos, o computador resolve não ajudar e fica tudo mais devagar ainda. Bom, caso você tenha se identificado com essa situação, esse artigo vai te ajudar a entender o que é Flush DNS e como isso pode resolver seu problema. 

Por acaso, você já ouviu falar do termo Flush DNS em algum momento da sua vida? Para quem está enfrentando problemas de conexão, esse termo não pode ser desconhecido. 

Já que, um dos grandes aliados de qualquer internauta é a limpeza do seu cache DNS, também conhecido como flush DNS.

Confira a seguir os principais benefícios de realizar essa limpeza periodicamente e, é claro, como fazer para limpar o cache nos sistemas operacionais mais usados aqui no Brasil. Boa leitura!

O que é Flush DNS?

Antes de mais nada, você precisa entender o que é Flush DNS. Se você não sabe o que é, não precisa se desesperar: vamos te explicar todos os detalhes! Essa expressão nada mais é do que a designação para a limpeza do cache do seu computador – seja qual sistema operacional for. 

Quando falamos em realizar um Flush DNS estamos nos referindo à limpeza dos dados armazenados no Domain Name System (DNS). Hoje em dia, você pode utilizar essa estratégia para limpar o cache da sua máquina, independente de qual sistema operacional você use

Seja Mac, Linux ou Windows, todo e qualquer usuário pode lançar mão desse procedimento para melhorar a conexão com a internet e também para se proteger de ataques de hackers. 

A limpeza em cada sistema operacional é feita de uma determinada maneira, mais à frente você terá acesso ao passo a passo de cada uma, não se preocupe.

De maneira geral, o Flush DNS é um processo simples, rápido e de poucos passos. 

A sua importância é inversamente proporcional à dificuldade de realização. Isso significa dizer que qualquer um pode executar essa limpeza a qualquer momento, sem muita complicação. 

Nos próximos tópicos explicaremos com detalhes todos os passos desse procedimento para você fazer em casa sem cometer erros!

Caso você tenha interesse em saber mais sobre o assunto, não deixe de dar uma olhada no nosso artigo sobre “Servidor DNS: conheça o sistema que ajudou a popularizar a internet“.

Porque é necessário fazer o Flush DNS?

Sabe quando o seu celular está muito lento e o próprio sistema sugere que você apague alguns arquivos como, documentos, fotos e aplicativos? Ao realizar esse procedimento, normalmente, a usabilidade do nosso aparelho fica melhor e a lentidão costuma desaparecer. 

Pois bem, ao falarmos de Flush DNS o princípio é o mesmo: realizar uma limpeza para que o sistema fique mais leve e mais rápido de ser utilizado. 

Quando falamos de conexão com a internet, da mesma forma como ocorre com os navegadores, os sistemas operacionais também armazenam arquivos de cache

Esses arquivos recebem o nome de cache DNS que se refere à sigla para Domain Name System. Ao traduzirmos para o português, temos a expressão Sistema de Nomes de Domínio

Assim, os arquivos de cache DNS possuem armazenados dados sobre todos os sites visitados por você, tais como hostnames, registros de recursos e endereços de IP. Grande parte dos sistemas operacionais em uso atualmente utilizam justamente o cache DNS para diminuir a carga sobre os servidores DNS nos momentos de grande tráfego. 

o período de validade do cache é determinado pelo Time to Live (TTL) e, enquanto estão dentro da validade, os arquivos irão responder às solicitações de conteúdo sem a obrigação de passar por um servidor DNS. 

Isso significa dizer, então, que caso você não faça uma limpeza periódica do seu cache DNS seu computador irá armazenar todos os dados de todos os sites visitados até que a validade dos mesmos seja cumprida. 

Vantagens de realizar a limpeza do Flush DNS

Por outro lado, o uso de dados de cache que estão corrompidos ou não estão atualizados costuma levar a erros e vulnerabilidades de segurança. Assim, nós indicamos que você realize o flush do seu DNS de tempos em tempos. 

Em alguns momentos, algumas pessoas se deparam com o erro “Servidor DNS não está respondendo” e não entendem o que está acontecendo. Esse tipo de mensagem pode ser mais um indicativo de que está na hora de realizar o flush DNS no seu computador. 

Veja a seguir alguns dos principais motivos para você fazer essa limpeza periódica:

  • Interditar que suas pesquisas sejam rastreadas: o armazenamento de registros DNS concede maior facilidade aos hackers para rastrear o seu histórico de navegação;
  • Segurança: esses dados são os principais focos para ataques de Spoofing DNS, colocando em risco a segurança de informações sensíveis, tais como dados pessoais e senhas,
  • Resolução de problemas técnicos: realizar a limpeza de seu cache DNS pode ser a solução para conexão com a internet lenta e outros problemas.  

Como fazer Flush DNS?

Agora que você já sabe o que é e qual a importância de limpar o cache do pc, está na hora de aprender pra valer como fazer o Flush DNS no seu sistema operacional. Se liga no passo a passo que preparamos para os principais sistemas usados atualmente. 

Flush DNS em Microsoft Windows

As instruções a seguir foram elaboradas para quem possui Windows XP, Vista, 7, 8, 8.1 e 10:

  1. Pressione ao mesmo tempo as teclas Windows+R e você deverá ver o menu “executar” abrir;
  2. Em seguida, digite cmd para abrir o console do Prompt de Comando do Windows;
  3. Insira o comando “ipconfig/ flushdns” para limpar os arquivos de cache DNS do seu pc,
  4. Se o processo ocorreu como deveria, a mensagem de confirmação “Liberação do cache do DNS resolver bem-sucedido” aparecerá na sua tela!

O Flush DNS em Linux

De forma geral, o Ubuntu não realiza o armazenamento de um cache de registros DNS. Portanto, caso você tenha instalado de maneira manual o serviço chamado Name Service Caching Daemon (nscd), as instruções abaixo irão te ensinar a fazer o flush do cache DNS:

  1. Pressione ao mesmo tempo as teclas Ctrl+Alt+T para abrir a janela do terminal,
  2. Em seguida, insira o comando “sudo /etc/init.d/nscd restart” no subdiretório init.d para limpar os arquivos de cache DNS.  

Flush DNS em Mac OS X

Para os usuários de MAC OS X, a limpeza do flush DNS Mac é um pouco diferente para cada versão do sistema operacional. Para começar, você deve apertar a tecla F4 e inserir “terminal” no campo de busca do launchpad para abrir a janela do terminal:

  • Se a sua versão é MAC OS Sierra, X El Capitan, X Mavericks, X Mountain Lion ou X Lion insira o comando “sudo killall  -HUP mDNSResponder”;
  • Se a sua versão é MAC OS X Yosemite, use o código “sudo discoveryutil udnsflushcaches”;
  • Caso esteja usando o MAC OS X Snow Leopard, você deve usar “sudo dscacheutil  -flushcache” como comando,
  • Por último, se sua versão for a MAC OS X Leopard ou mais antiga, o comando “sudo lookupd  -flushcache” vai resolver seu problema. 

Conclusão

Agora você já sabe que problemas na conexão ou exibição incorreta de páginas da internet podem significar que o seu sistema operacional está armazenando registros de cache DNS corrompidos ou desatualizados. 

Resolver isso é muito simples, basta executar o flush DNS e limpar o cache do seu computador em apenas poucos minutos. 

Se você curtiu esse conteúdo e quer saber mais sobre esse e outros temas, não deixe de acessar o blog da HostGator

Por lá você vai encontrar diversos artigos tão bons quanto esse! Esperamos que você tenha curtido tudo que encontrou aqui e até a próxima!