Fique por dentro das novidades do seu tema preferido

Aprenda a criar sites incríveis com facilidade

Use o poder da internet para divulgar o seu negócio

Inspire-se com as estratégias de grandes empresas

Conteúdos variados para alavancar os resultados do seu projeto

A confirmação da sua inscrição foi enviada para o seu e-mail

Agradecemos sua inscrição e esperamos que você aproveite nossos conteúdos!

Confuso com as terminologias? Então, confira aqui os conceitos e as diferenças entre e-commerce e marketplace.

Que as vendas online se expandiram muito nos últimos anos não é novidade, pois a praticidade de receber um produto em casa fez com que muitos consumidores adotassem essa forma de consumo. 

Com tantas possibilidades de lojas online em diferentes plataformas, fica a dúvida do que é e-commerce e marketplace, mesmo ambas tendo a mesma finalidade – comprar e vender. 

Entender as diferenças entre e-commerce e marketplace ajuda você a definir qual a melhor opção para o seu negócio. Vamos descobrir juntos quais são elas? 🚀

O que é e-commerce? 

E-commerce vem do inglês eletronic commerce, ou comércio eletrônico na tradução. São transações realizadas em lojas online que funcionam como as físicas daquela marca que você tanto gosta. 🛍️

O e-commerce é aquele site com os quais já estamos habituados a realizar ações como buscar a marca, entrar no site, selecionar os produtos, pagar e aguardar ansiosamente pela chegada do pacote. Já para o empreendedor a ação começa quando o pagamento é confirmado: ele separa e/ou produz o produto, embala e envia ao destinatário.

Nesse tipo de plataforma, toda a responsabilidade de criação, manutenção, divulgação do site é por conta do empreendedor.

O que é marketplace? 

O funcionamento do marketplace é forma diferente do e-commerce, operando como um grande centro comercial, só que online. É aquela rua movimentada de comércio da sua cidade, mas numa plataforma virtual. 

As transações são de responsabilidade da plataforma, que avalia os produtos e repassa a porcentagem sobre o valor da venda aos vendedores. O armazenamento, produção e a logística de entrega são de responsabilidade dos anunciantes. 

Essa forma de consumo vem ganhando espaço no mercado digital. Algumas plataformas de marketplace são bem conhecidas, como Americanas e Amazon, por exemplo. 

Agora que ficou mais claro o significado de cada tipo de plataforma, continue aqui para saber as diferenças entre e-commerce e marketplace. 

Quais as diferenças entre e-commerce e marketplace?

Você já deve ter percebido, ainda que parcialmente, o que diferencia cada uma delas. 

E-commerce é uma loja virtual destinada a uma marca específica, sendo ela revendedora ou fabricante de algum produto. Já o marketplace é uma plataforma onde você encontra diversas marcas, que pode conter uma variedade maior de produtos ou somente um segmento. 

Essa é a maior e mais expressiva diferença entre e-commerce e marketplace. Quer saber quais são as outras?  🤔 Continue aqui e conheça todas elas. 

Investimento inicial

Economia é a alma do negócio! A principal vantagem do marketplace é o investimento econômico, já que você só precisa escolher a plataforma, criar um perfil de vendedor e cadastrar o produto. 

No e-commerce, o investimento inicial geralmente é mais elevado. Existem plataformas que ajudam o empreendedor a criar suas lojas onlines com um investimento menor, mas ainda precisará de um desenvolvedor de web, nome do domínio do site, certificado HTTPS, sistema de pagamentos… Ufa!   

Além do valor gasto, vale lembrar que o e-commerce é uma plataforma todinha sua. 

Alcance no mercado   

Importante lembrar que ter uma loja virtual não é  garantia de vendas. O alcance de mercado se dará quando a sua marca conquistar a confiança e credibilidade do consumidor. 

Para que isso aconteça, é necessário tempo, investimento em divulgação e muita disposição para fazer com que o site da sua marca tenha um alcance satisfatório nos primeiros meses.  

O consumidor terá que buscar pela sua loja virtual por pesquisas no Google. Por isso, é essencial fazer um trabalho pensando nos mecanismos de buscas (SEO) e também nas redes sociais.

No marketplace, a plataforma já possui estratégias de divulgação e tecnologias de buscas para aumentar o número de visitas e engajamento, possibilitando um alcance de mercado mais rápido. 

Personalização

Personalizar um e-commerce garante a customização do layout da plataforma, além de ferramentas e tecnologias mais adequadas ao seu negócio, reforçando a identidade da marca. A personalização proporciona aos consumidores uma experiência individual. 🤩

O marketplace, por ser uma plataforma já pronta, não tem tantas opções de personalização. Porém, ambas podem utilizar as vitrines de recomendações.

Mix de produto

Quanto mais, melhor. O marketplace, sendo uma grande vitrine comercial online, costuma ter uma abrangência maior de produtos do que o e-commerce. 

Mesmo que o marketplace seja de um único nicho, há uma grande oferta de produtos e marcas, diferente do e-commerce que conta somente com uma marca específica. 

Lucros

Quem vende quer lucrar, não é mesmo? 🤑

Como falamos em investimentos iniciais, o e-commerce demanda mais tempo até gerar lucros reais. Nas plataformas de marketplace, mesmo custeando vendas, comissões e taxas da plataforma, há um retorno de lucro mais rápido, podendo acontecer logo nas primeiras vendas. 

Reconhecimento de marca

Mesmo com o crescimento das compras onlines, no e-commerce conquistar a confiança do consumidor pode levar um certo tempo e gerar mais custos com um planejamento de marketing e divulgação da marca em plataformas de busca, até que o consumidor se sinta à vontade em comprar e indicar a sua marca.

Diferentemente, no marketplace esse trajeto é mais curto para as marcas que optam pela plataforma, pois pegam carona na confiança e credibilidade já adquirida, sem precisarem de tempo e investimento. 

Uma desvantagem é que no marketplace o foco é somente o produto, dificultando o engajamento de uma marca específica. 

Segurança

Receio de comprar pela internet? Quem nunca? Entretanto, hoje as compras online são bem mais seguras. 😉

No e-commerce, o empreendedor é quem cuida da segurança dos dados pessoais do consumidor, precisando de mais investimentos com serviços de proteção. 

No marketplace, já faz parte do protocolo da plataforma, garantindo uma maior credibilidade aos consumidores. 

E-commerce ou marketplace: qual escolher? 

A escolha certa existe? Na verdade, isso vai depender muito da estratégia que pretende traçar em seus negócios.

O e-commerce é uma plataforma para uma marca específica, enquanto o marketplace é uma grande vitrine com mix maior de produtos e grande variedade de marcas. Essa seria a maior diferença entre e-commerce e marketplace. 

Pensando no custo benefício, o marketplace é ligeiramente melhor que o e-commerce.

Para decidir qual a melhor solução para o seu negócio não existe uma fórmula pronta, nem um caminho exato a seguir. A decisão, como já dissemos, depende do seu objetivo.

Conclusão 

O marketplace é a evolução do e-commerce, mas cada uma com as suas vantagens e desvantagens. 

Esperamos que esse post tenha esclarecido as dúvidas das terminologias e as diferenças entre e-commerce e marketplace, para que você comece a vender seus produtos online quanto antes. 🛒💻

Até o próximo post, pessoal! 👋

Navegue por tópicos

  • O que é e-commerce? 

  • O que é marketplace? 

  • Quais as diferenças entre e-commerce e marketplace?

    • Investimento inicial

    • Alcance no mercado   

    • Personalização

    • Mix de produto

    • Lucros

    • Reconhecimento de marca

    • Segurança

  • E-commerce ou marketplace: qual escolher? 

  • Conclusão 

Tags:

  • DLoja Virtual

Luiz Arthur Vasconcelos

Publicitário com mais de 15 anos de experiência como copywriter e produtor de conteúdo. Em sua carreira já trabalhou com grandes marcas nacionais e internacionais conquistando o reconhecimento de importantes premiações.

Mais artigos do autor

Garanta sua presença online

Encontre o nome perfeito para seu site

www.

Comentários