WordPress-seguro

Mantenha seu WordPress seguro e proteja as informações do seu site

quinta-feira, 16 de julho de 2020 | Comentários

Escrito por

Está sem tempo de ler? Clique no player abaixo e ouça o conteúdo deste post!

A segurança no WordPress é um dos fatores que mais preocupam e, ao mesmo tempo, que necessitam de cuidados especiais por parte do proprietário do site.

Isso porque é preciso adotar medidas para proteger os dados, evitando que sejam perdidos e hackeados.

A plataforma é responsável por manter mais de 34% de todos os sites publicados na internet. Por este motivo, ela costuma ser alvo de agentes maliciosos, que podem acabar colocando em risco todo um projeto – e o investimento.

A segurança no WordPress também é essencial pensando no usuário final. Imagine que você possui um e-commerce e, para efetuar a compra, os clientes precisam digitar dados sigilosos. A falta de cuidado pode fazer com que eles caiam em mãos erradas, podendo gerar inclusive danos financeiros e/ou morais.

Logo, ao adotar medidas de segurança no WordPress, você poderá construir uma relação de confiança com seus usuários, permitindo que eles forneçam suas informações sem medo. E, ao mesmo tempo, garantir a integridade da sua própria página.

Neste conteúdo, mostraremos alguns dos problemas mais comuns que afetam a integridade da página criada através do WordPress. Também daremos dicas para que você proteja o seu site a partir de hoje.

Boa leitura!

Tópicos abordados neste artigo

Quais os problemas mais comuns de segurança no WordPress?

  1. Instalação de plugins não- oficiais
  2. Falta de atualização do plugin

Como manter a segurança de um site no WordPress?

  1. Estabeleça uma conexão segura
  2. Mantenha a ferramenta sempre atualizada
  3. Use login e senha fortes e criativas
  4. Limite as tentativas de acesso
  5. Não use temas ou plugins sem ser oficiais
  6. Realize backups periódicos
  7. Utilize SSL para criptografar dados
  8. Utilize um Web Application Firewall (WAF)

Priorize a segurança no WordPress

Quais os problemas mais comuns de segurança no WordPress?

Para que o site ofereça uma experiência diferenciada, é comum que sejam instalados diversos plugins e temas. Além de melhorarem o seu funcionamento, eles podem resolver determinadas necessidades.

Porém, nesse contexto, existem 2 problemas e erros comuns que podem ocorrer:

1. Instalação de plugins não-oficiais

Seja por falta de conhecimento ou por imaginar que são melhores, muitas pessoas optam por instalar plugins que não fazem parte do repositório do WordPress. Algumas opções até podem ser benéficas, porém, muitos deles podem camuflar ameaças.

Desta forma, ao instalá-los, podem roubar e expor dados, assim como alterar o projeto de forma definitiva.

Na dúvida, antes de instalar qualquer solução, pesquise sua integridade e prefira aqueles plugins que são oferecidos pelo próprio WordPress e são previamente validados.

2. Falta de atualização do plugin

Mesmo os plugins oficiais podem apresentar falhas de segurança no WordPress após uma atualização. Uma melhora pode, na verdade, deixar brechas para invasores mal intencionados.

Nesse cenário, o ideal é ficar atento aos comentários de outros usuários e relatar à ferramenta caso note algo estranho. Desta forma, ela poderá realizar os ajustes para garantir a proteção de todos.

Esses são somente alguns exemplos de problemas comuns que, apesar de simples, podem causar sérios danos aos sites.

Mas como, então, manter um site seguro se mesmo pequenas coisas podem gerar problemas? Confira dicas práticas para aumentar a proteção da sua página!

Como manter a segurança de um site no WordPress?

1. Estabeleça uma conexão segura

Essa é uma dica básica para qualquer pessoa que possui site: evite acessar sua conta em conexões abertas ou públicas. Utilize a sua rede wifi ou a conexão de dados do seu celular.

Caso a sua conexão seja via wi-fi, a recomendação é Usar uma senha forte, desativar o WPS e UPnP e sempre usar o protocolo WPA2 ou WPA3.

Evite compartilhar sua senha com vizinhos e amigos, neste caso, se seu roteador suportar, crie uma rede de visitante (guest). Esta rede separa estes dispositivos dos seus e te da uma segurança a mais.

2. Mantenha a ferramenta sempre atualizada

Qualquer tecnologia precisa ser constantemente atualizada. Isso porque as atualizações servem para corrigir erros e, portanto, possuem melhorias essenciais para o seu uso.

Logo, o ideal é sempre atualizar o WordPress de forma segura e utilizar as versões mais recentes. O mesmo vale para plugins e temas. Muitos hackers exploram erros e falhas de segurança que já foram corrigidas nas novas versões. Mas cuidado, antes de atualizar seus plugins, temas ou o WordPress faça um backup. Algumas vezes as atualizações podem causar problemas e pode ser necessário voltar a versão anterior (rollback)

3. Use login e senha fortes e criativas

O login e a senha são fatores que elevam (ou não) a proteção dos sites. Logo, quanto mais diferentes elas forem, melhor. Veja 5 passos para criar uma senha segura!

Jamais repita senhas. A senha escolhida para proteger seu site deve ser única. Cada conta que você tiver online deve ter uma senha exclusiva. No caso do vazamento da sua senha em algum site, apenas aquele acesso será comprometido.

Utilize letras maiúscula, minúscula, caracteres especiais e números. Caso prefira, pode utilizar um gerador de senha, que é uma ferramenta que cria senhas totalmente fora do óbvio, para dificultar a vida dos invasores.

4. Limite as tentativas de acesso

Para evitar tentativas massivas de acesso, uma solução é instalar o plugin Loginizer. Ele bloqueia o login do IP depois que ele atinge a quantidade máxima de tentativas permitidas. Além disso, possibilita colocar esse IP em uma espécie de lista de exclusão, para evitar novas ações.

Outra maneira de limitar essas tentativas é SEMPRE utilizar um Captcha, que evita o acesso de máquinas automáticas. Para isso, você pode solicitar reCaptcha do Google ou então instalar o plugin All In One WP Security & Firewall.

5. Não use temas não-oficiais

A segurança do WordPress também passa pela instalação dos temas. Isso porque existem diversas opções no mercado, muito deles infectados por vírus e malwares que podem afetar o funcionamento do seu site.

A recomendação, portanto, é evitar baixar qualquer aplicação pirata ou que pareça suspeito.

Além do mais, o WordPress conta com uma ampla biblioteca, o que por si só já elimina a necessidade de buscar complementos de origem duvidosa.

6. Realize backups periódicos

Realizar backups é uma estratégia muito útil para que você tenha sempre uma cópia reserva e segura da sua página – para o caso de ter que realiza a sua restauração para uma versão anterior.

Gere backups de seu site e faça o download do arquivo de backup para o seu computador, não deixe no servidor.

Com o arquivo baixado localmente você pode colocá-lo no google drive ou dropbox.

Isso é útil não apenas em caso de acessos maliciosos, mas também quando ocorrem bugs em plugins e temas, que podem prejudicar na segurança.

Alguns plugins podem ser utilizados para fazer os backups online, como VaultPress e BackUpWordPress.

7. Utilize SSL para criptografar dados (HTTPS)

Instalar um certificado SSL em seu domínio é uma estratégia eficiente para proteger o painel de administração.

Isso porque ele garante a transferência de dados segura entre o servidor e os navegadores dos usuários, dificultando a falsificação de informações e a invasão de hackers.

Um site sem SSL não transmite a sensação de segurança para quem acessa.

O certificado SSL também é bem visto pelo Google no momento de ranquear o seu site, influenciando diretamente no tráfego orgânico.

8. Utilize um Web Application Firewall (WAF)

Proteja seu site por um Web Application Firewall (WAF). Existem versões gratuitas do Cloudflare e do Incapsula, estas ferramentas aumentam consideravelmente a segurança do seu site, criando uma barreira adicional entre os acessos e o servidor.

Além de ser possível bloquear países (ou continentes) inteiros, ele pode proteger áreas específicas do seu site como o wp-admin.

É altamente recomendado, principalmente se o seu site for uma loja virtual.

site-invadido

Priorize a segurança no WordPress!

Proteger o seu site, blog ou loja virtual na web é essencial para a integridade da sua página. Além de passar credibilidade e melhorar a experiência dos usuários, ele faz com que seu site seja bem visto pelos mecanismos de busca.

Portanto, avalie cada uma das nossas dicas e coloque-as em prática desde já. Pequenas medidas já farão a diferença para elevar a segurança no WordPress.

Está interessado em trabalhar e saber tudo do WordPress? Acesse nosso canal Collabplay e faça o curso de WordPress online grátis!

Além disso, se quiser se aprofundar mais sobre segurança no WordPress, acesse nosso webinar “Como manter seu site WordPress seguro” e confira outros insights úteis!


Tags:, ,
Comentários
Pressione Enter para pesquisar ou ESC para fechar