Aprenda mais sobre as principais vantagens e estratégias dos tráfegos pago e orgânico.

Imagine que você acabou de criar o melhor produto de todos os tempos. A primeira coisa que quer fazer é compartilhá-lo e oferecê-lo ao público-alvo de sua empresa como uma solução para os problemas mais profundos dele. Você vai entender onde o tráfego pago e orgânico entram nessa história…

No entanto, os clientes não parecem tão empolgados e você mal consegue retê-los. Isso é muito comum e acontece porque a solução não foi apresentada ao público ideal. Não importa quão bom seja o produto ou serviço, todos precisamos de uma ajudinha. É aqui que o marketing orgânico e pago entram. 

À primeira vista, o custo é a diferença mais importante entre os dois métodos de marketing, enquanto o orgânico é gratuito, o pago não é. No entanto, há diferenças mais profundas que a superfície aparenta.

A seguir, vamos investigar as diferenças entre os métodos de marketing, pesar os prós e os contras de cada um e ajudar a decidir qual abordagem é melhor para você. Confira!

O que é tráfego orgânico?

Antes de tudo, precisamos definir o que é tráfego orgânico e tráfego pago. Em marketing, “orgânico”, como é muito conhecido o “marketing de entrada”, tem sentido semelhante ao de “alimento orgânico”. 

Esse método une técnicas, como otimização de mecanismos de pesquisas (SEO), mídia social e conteúdo de qualidade, para naturalmente direcionar o tráfego ao site e melhorar as classificações da página em resultados do mecanismo de pesquisa (SERPs).

O marketing orgânico tem infinitas utilidades, tanto para empresas com equipes de 10 ou menos quanto aquelas com centenas na equipe. Ele é uma maneira autêntica de desenvolver a voz da marca, definir e conhecer o público-alvo e aumentar a base de clientes, construindo relacionamento com eles. 

Como funciona?

Essas interações são alcançadas informando clientes e assinantes por vários pontos de venda, como blogs, campanhas de e-mail marketing e site. Isso naturalmente leva os leads a encontrarem seu negócio, direcionando o tráfego a uma página de destino específica ou diretamente ao site do cliente.

Muitas empresas fazem marketing orgânico sem estarem cientes disso. Cada vez que posta, faz um post no blog, compartilha sobre a empresa nas redes sociais ou atualiza o site, você está praticando um marketing orgânico, sabia?  Este blog que você está lendo agora é uma forma de gerar tráfego orgânico! 

Também é possível rastrear a análise associada a cada esforço de marketing de conteúdo e usá-la para otimizar o processo de marketing, vendo quais postagens de blog estão gerando mais tráfego, quais são encontradas organicamente e muito mais.

Por isso, nosso parceiro Professor Jorge Ávila traz algumas dicas estratégicas sobre como gerar tráfego.

Vantagens do tráfego orgânico

Algumas das melhores coisas da vida são gratuitas, e o tráfego orgânico é uma delas. Ser gratuito também significa que não estar vinculado a nenhuma estratégia de marketing restrita. Assim, é possível personalizar sua abordagem conforme necessário. 

Ainda comparando o que é tráfego pago e orgânico, se sua empresa não tem recursos para se dedicar a um anúncio, usar classificações de SEO e conteúdo otimizado permite obter os mesmos resultados que um anúncio pago ao longo do tempo.

Além disso, também se pode recorrer a ajuda para garantir que a estratégia de marketing orgânico esteja produzindo resultados. Uma alternativa é contratar uma agência de marketing digital para trazer crescimento mensurável e dinheiro no bolso para sua empresa. 

O marketing orgânico custa 61% menos por lead que o marketing de saída, de acordo com o site HubSpot. Você também pode verificar se está obtendo leads relevantes por meio dele! Veja mais vantagens:

1. Aumenta a credibilidade

Entre tráfego pago e orgânico, o último é uma forma mais eficaz de ganhar a confiança de seus assinantes, seguidores e clientes potenciais. O uso de palavras-chave direcionadas em suas campanhas e blogs melhora a classificação de SEO em sites de mecanismos de pesquisa, como o Google.

Quando as pessoas navegam na internet, elas tendem a se concentrar apenas na primeira página de resultados. Procurar um produto ou uma dúvida e ver o seu negócio de forma consistente nos resultados aumenta a credibilidade da sua marca como a melhor opção. 

Além disso, oferecer conteúdo de alta qualidade em vários pontos de venda que parecem orgânicos aumenta a confiança e promove a fidelidade dos consumidores à marca.

2. Longevidade

Outro benefício de usar o tráfego orgânico é a longevidade. Com ele, não é preciso se preocupar com o desaparecimento de conteúdo da internet quando o orçamento fica apertado. 

Seu conteúdo existe e está disponível para sempre. Dessa forma, leads e clientes em potencial podem encontrá-lo e usá-lo como recurso muito tempo depois de escrito. Anos depois, ele pode gerar mais leads e vendas. 

Fornecer conteúdo excepcional também ajuda na longevidade de suas estratégias de marketing orgânico, pois cria atração e conscientização. Ao aumentar os rankings de SEO organicamente, você pode garantir que seus leads sejam autênticos.

O que é tráfego pago?

Falando em tráfego pago e orgânico, o primeiro, também conhecido como publicidade paga, PPCs (pagamento por cliques) ou pesquisa paga, é aquele em que os anunciantes pagam uma pequena taxa a cada clique. 

Ele consiste tradicionalmente em anúncios físicos, como outdoors, pôsteres ou anúncios impressos. Hoje em dia, eles são mais conhecidos online, o que permite que mais lugares influenciem os compradores. 

Muitas vezes, quando você navega em sites de mídia social ou lê um artigo em seu site favorito, os anúncios na barra lateral são pagos para publicidade. As postagens e os resultados patrocinados encontrados no Instagram ou no topo das SERPs também são marketing pago.

Esse método é muito popular entre empresas que buscam expandir seus negócios e aumentar o tráfego do site rapidamente. Pensando na diferença entre tráfego orgânico e tráfego pago, o último serve para principalmente aumentar a presença online da empresa por meio de classificações pagas. 

Portanto, em vez de usar o SEO para melhorar as classificações e ganhar as primeiras linhas nas SERPs, esse lugar de destaque é pago. Esses esforços também ajudam a direcionar o tráfego web e, assim, gerar leads prontos para comprar.

Vantagens do tráfego pago

1. Resultados rápidos

O principal benefício de usar o tráfego pago é a rapidez com que ele pode gerar resultados. Assim que o anúncio é publicado, você fica imediatamente visível e pode receber tráfego direcionado com uma chance maior de conversão depois de 24 a 72 horas.

2. Atrai leads prontos para comprar

Ele também afeta a adaptação do público. Com o marketing pago, você controla quem vê seus anúncios. Dependendo de quem está veiculando-os, é possível segmentar por geografia, idioma e interesses específicos.

Desvantagens de tráfego pago e orgânico

Marketing orgânico

  • Leva tempo: em tráfego pago e orgânico, o marketing orgânico pode mudar o jogo, especialmente para empresas menores. Porém, é preciso ser paciente ao buscar resultados, pois é um jogo longo. O tempo para resultados pode ser de alguns meses a alguns anos em casos extremos. 

Marketing pago

  • Pague por cada clique: a desvantagem mais comum do marketing pago é pagar por cada clique no anúncio, de todos os lugares ‒ bons leads, concorrentes ou acidentais. Isso inclui garantir que as palavras-chave e os anúncios sejam direcionados ao público-alvo desejado, pois, se parte da estratégia estiver errada, você pode perder dinheiro e liderança. 
  • Anúncios pagos não são garantidos: outra desvantagem é que anúncios pagos nem sempre garantem cliques. O consumidor médio ignora os anúncios patrocinados. Cerca de 85% das pessoas que realizam buscas online têm mais probabilidade de clicar em listagens orgânicas que os 10-15% de anúncios PPC, conforme pesquisa do Hubspot.
  • Seu orçamento é importante: a visibilidade depender do orçamento é uma grande desvantagem. Nestes tempos de incerteza, ele pode não ser tão robusto quanto antes e problemas de marketing pago podem surgir. Tendo dinheiro, as entradas permanecerão na frente e no meio, mas quando o orçamento acabar, a entrada também desaparecerá.
Principais diferenças entre tráfego orgânico e pago

Afinal: qual é o melhor?

Entre tráfego orgânico e tráfego pago, o marketing pago pode ser mais rápido e fácil, mas o orgânico oferece mais longevidade e maiores recompensas. 

Embora ambos se cruzem em engajamento, aquisição e conversão, a estratégia com os melhores resultados combina as duas táticas de marketing digital  com um foco mais forte no orgânico.

Antes de decidir sobre busca orgânica e busca paga para o seu negócio, considere suas necessidades e seus objetivos de marketing. Quer aumentar o conhecimento da marca ou ampliar o público-alvo? Independentemente da motivação, certifique-se de que seu plano de marketing corresponda a ela.

Esperamos que este artigo tenha ajudado a esclarecer alguns pontos sobre a diferença entre tráfego pago e orgânico. Compartilhe com a gente!

Continue acompanhando o blog da HostGator para mais conteúdos sobre tecnologia, negócios e marketing!