O design UX é uma das áreas mais importantes no desenvolvimento de uma interface amigável para o usuário. Descubra mais sobre seus fundamentos.

Ouça o conteúdo deste post clicando no player abaixo!

O termo UX é uma abreviação para User Experience, que nada mais é do que um conjunto de técnicas desenvolvidas para melhorar a experiência do cliente com um produto ou serviço.

O UX Design é uma das vertentes do UX, mas não se limita apenas à questão visual de um projeto, muito menos a produtos digitais. 

User Experience está em tudo o que consumimos, desde a fruta que compramos na feira perto de casa até um celular novo.

Independentemente de existir uma equipe focada nisso ou não, a UX vai acontecer de toda forma.

O que as empresas estão fazendo atualmente é unindo diversas áreas do conhecimento para tornar essa experiência inesquecível.

Usabilidade, arquitetura da informação, User Interface, Marketing e atendimento são algumas das ferramentas usadas para fazer com que o cliente se encante desde o primeiro contato.

Assim, a UX vai além da jornada de compra, ela é desenhada para permanecer com o cliente durante toda a vida útil daquele produto ou serviço.

Uma UX bem planejada pode causar efeitos ainda mais duradouros e influenciar positivamente vários aspectos da vida do cliente.

A venda de uma simples camiseta pode gerar um grande impacto dependendo da forma que a experiência foi desenhada.

Muito além de gerar lucros, a aplicação de UX traz consumidores fiéis para a marca, o que em um mundo social como o de hoje, é extremamente valioso.

Veja agora como o UX Design é peça essencial nesse processo e como aplicá-lo em seus próprios conteúdos.

O que é o UX Design?

Como dito anteriormente, UX se trata do processo de interação entre um potencial cliente com seu produto ou serviço.

Esse produto pode ser tangível — algo que se pode pegar, como um caderno — ou algo intangível — como um curso on-line.

O UX Design vai primeiro entender quem é a persona com a qual a marca vai conversar, quais são os diferenciais do produto e como isso pode impactar a vida daquele potencial cliente.

O objetivo é tornar a interação com o serviço o mais satisfatória possível.

Imagine-se navegando na internet e então aparece na tela a publicidade de um produto que você estava desejando comprar há algum tempo.

O preço estava atraente e você vai decidido a realizar a compra. Porém, ao clicar no produto, você é redirecionado para a página inicial do site e perde de vista o produto que queria. 

Quando tenta encontrá-lo, aparecem diversos pop-ups e foram necessários vários cliques pelo site até finalmente achar seu produto novamente. Além disso, houve a necessidade de fazer um imenso cadastro para efetuar a compra. 

É bem provável que você tenha desistido na metade dessa terrível experiência, não é verdade?

É exatamente nesse ponto que o UX Design atua com o objetivo de melhorar o caminho que o usuário terá que percorrer até encontrar a informação que deseja em seu site.

Por que o UX Design é importante? 

Ele é importante pois cria mecanismos de retenção entre o usuário e o seu site.

Não apenas através de elementos gráficos, como a UI (User Interface), que utiliza o design gráfico para criar páginas amigáveis e distribuir as informações de uma maneira intuitiva, facilitando a navegação do usuário.

E também através do UX Writing, técnicas de escrita que resumem o conteúdo com as palavras certas, que informam de maneira eficiente e não sobrecarregam o leitor visualmente.

Mas de um conjunto de técnicas reproduzidas para atender de forma empática às reais necessidades (dores) dos clientes.

Veja alguns outros benefícios que o UX Design pode trazer ao seu negócio:

  • Tráfego orgânico: sim, se você tem um site bem estruturado, com uma UX amigável, as chances de você aumentar o tráfego orgânico do seu site são consideráveis. Isso porque as pessoas passarão mais tempo navegando em suas páginas e o Google começa a entender que seu conteúdo é relevante, melhorando seu posicionamento nas buscas orgânicas.
  • Aumento de conversões: ter um site intuitivo é tornar a jornada do cliente o mais natural possível. A experiência é tão boa e leve que a chegada até o carrinho de compras flui rapidamente. Além disso, as pessoas confiam mais em sites que não apresentam problemas como lentidão, Erro 404 ou qualquer outra dificuldade para chegar até onde elas realmente querem.
  • Reputação da marca: um site com design responsivo, que apresente as informações de uma maneira objetiva e que traga uma interação encantadora, faz com que a reputação da sua marca suba. Clientes satisfeitos voltarão ao seu site e vão te recomendar nas redes sociais.

Como o UX é feito? 

A concepção do UX começa lá atrás, no estudo da persona e das características que o produto ou serviço oferece.

O UX é usado tanto para guiar o cliente pela jornada de compra quanto na interação dele com o próprio produto durante seu uso.

Para criar um sistema de computadores para empresas, por exemplo, além de toda estrutura de desenvolvimento de software e as funcionalidades do programa, a UX visa melhorar a forma como ele será usado no dia a dia pelos funcionários dessa empresa.

Isso inclui a interface (UI) criada, que deve ser intuitiva e conter as principais ferramentas, talvez com um visual que lembre os programas que aquela equipe já está acostumada a mexer para facilitar seu entendimento.

Distribuição das informações, idioma, rapidez de processamento, até sua integração, como esse sistema será introduzido nos departamentos, haverá um treinamento ou será enviado um material educativo com vídeos? : tudo isso é pensado quando uma empresa desenvolve algo baseado nos conceitos de UX Design.

As técnicas mais utilizadas são, além do estudo do potencial cliente e a aplicabilidade do produto, os mainframes.

Basicamente, mainframes são imagens que reproduzem um passo a passo de como seria a interação do cliente com aquele produto.

Eles são colocados em uma espécie de organograma com os vários caminhos possíveis que um cliente pode percorrer ao entrar em um site ou baixar um aplicativo, por exemplo.

A partir dessa visualização em quadros, fica mais fácil entender os passos do consumidor e usar o UX Design para criar estratégias que otimizem a jornada.

Quais são os princípios do UX Design?

O UX Design é um conjunto de ações que vão desde a concepção de um produto até a forma como ele é apresentado no mercado. Seu alcance se estende e passa por toda a vida útil desse item.

É muito aplicado a produtos digitais, porém, como vimos, não necessariamente é feito somente para esse nicho, podendo otimizar a interação do cliente até mesmo para produtos de consumo simples, como uma compra de supermercado.

Tratando-se de websites, aplicativos ou softwares, o UX Design tem princípios específicos e bastante utilizados, que já demonstraram sua eficiência na otimização da experiência do usuário. São eles:

  • User Interface

Aqui, entra o design na forma popularmente conhecida: a visual. Designers são responsáveis por aplicar a UX na interface de aplicativos, programas e websites para tornar sua navegação o mais intuitiva possível. 

Os elementos devem estar distribuídos de maneira estratégica para conduzir o usuário pela jornada dentro do seu site.

O objetivo é levá-lo de forma natural a tomar a ação que você deseja — como converter — ou apresentar a solução que o usuário esteja buscando, como uma informação, baixar um e-book, enviar uma mensagem, etc.

  • UX Writing

Não estamos falando de escrita criativa ou persuasiva — isso é copywriting. Estamos falando de um texto informativo, sucinto, que apresente todas as informações de uma maneira objetiva e que esteja visualmente distribuído de forma entendível, onde os usuários conseguem escanear facilmente com os olhos e encontrar a informação específica que estão buscando.

  • Desempenho

Item essencial para produtos digitais, pois ninguém gosta de um site que demora para carregar e muito menos que apresentem problemas como páginas com erros. 

Além de perder credibilidade perante seus potenciais clientes, você pode acabar penalizado pelo Google devido à baixa taxa de permanência dos usuários em seu site.

  • Interatividade

Uma das questões mais levantadas atualmente pelo UX Design está relacionada aos conteúdos interativos. 

Pesquisas revelam que as pessoas gostam mais de se informar através de vídeos e que os olhos humanos são mais atraídos por imagens do que por texto.

O que dá margem para criação de conteúdos variados, como gráficos, jogos, quizzes, vídeos e qualquer outro formato que sua criatividade permitir.

Isso retém a atenção do usuário por um maior período de tempo. Mas é importante lembrar que isso deve fazer sentido na experiência que você deseja oferecer ao seu potencial cliente.

Caso contrário, poderá tornar sua página confusa e atrapalhar toda a estratégia de UX Design desenhada anteriormente.

Conheça o Blog da HostGator e aprofunde seu conhecimento com mais conteúdos como este!