Fique por dentro das novidades do seu tema preferido

Aprenda a criar sites incríveis com facilidade

Use o poder da internet para divulgar o seu negócio

Inspire-se com as estratégias de grandes empresas

Conteúdos variados para alavancar os resultados do seu projeto

A confirmação da sua inscrição foi enviada para o seu e-mail

Agradecemos sua inscrição e esperamos que você aproveite nossos conteúdos!

Confira aqui o que é FIFO e como essa estratégia pode ajudar a sua empresa a reduzir os problemas de estoque.

No mundo acelerado do comércio atual, a eficiência na gestão do estoque é um fator crucial para o sucesso de qualquer empresa, seja ela pequena, média ou grande. Assim, é necessário garantir que os produtos estejam disponíveis quando os clientes desejarem, isso é crucial para diminuir alguns problemas frequentes como produtos obsoletos e perdas financeiras. 

É aí que entra o FIFO, ou First In First Out, uma estratégia inteligente que está transformando como as empresas lidam com o seu estoque e ajudando as organizações a terem um menor custo na aquisição dos produtos

Para te ajudar a entender melhor esse conceito, neste artigo, vamos explorar em detalhes o que exatamente é o FIFO e como ele pode ajudar a resolver os desafios mais comuns relacionados à logística e ao gerenciamento de estoque

Se você quer otimizar a sua cadeia de suprimentos, evitar desperdícios e melhorar a satisfação do cliente, continue lendo e descubra como o FIFO pode revolucionar a sua empresa. Aproveite e aplique essas dicas agora mesmo. Boa leitura!

O que é FIFO?

FIFO, ou First In First Out, é um método de gerenciamento de estoque amplamente utilizado por empresas em diversos setores. A ideia por trás do FIFO é simples: os produtos que entram primeiro no estoque são os primeiros a sair. Para entender melhor, vamos imaginar uma loja de roupas que segue o princípio do FIFO. 

Quando novos produtos chegam à loja, eles são colocados no final da prateleira ou do estoque, enquanto os produtos mais antigos permanecem na frente. Isso significa que, ao realizar uma venda, os itens adquiridos primeiro são os primeiros a serem vendidos, mantendo a rotatividade dos produtos.

O conceito do FIFO baseia-se na ideia de que os produtos mais antigos tendem a ter maior risco de obsolescência ou perda de valor ao longo do tempo, além de correr o risco de estragarem.

Assim, ao adotar o FIFO as empresas e lojas virtuais garantem que os produtos mais antigos sejam comercializados antes, reduzindo o risco desses itens ficarem encalhados no estoque por deixarem de ser de interesse público.

Qual a importância do FIFO para a logística?

O FIFO desempenha um papel fundamental na gestão de estoque e na eficiência operacional das empresas. 

Ao adotar esse método, é possível evitar erros de estocagem, garantindo que os produtos mais antigos sejam vendidos primeiro. Isso é ainda mais importante em setores que lidam com produtos perecíveis ou sujeitos à obsolescência, como alimentos, medicamentos e eletrônicos.

Imagine uma empresa que não utiliza o FIFO em seu sistema de gerenciamento de estoque. 

Sem uma ordem clara de venda, os produtos podem se acumular e ficar esquecidos no fundo do estoque. Como resultado, eles podem se tornar obsoletos, perder valor ou até mesmo expirar. Isso representa prejuízo financeiro para a empresa e também pode afetar a sua reputação no mercado ao vender produtos vencidos.

Além disso, o FIFO contribui para uma logística mais eficiente. Ao comercializar os produtos mais antigos primeiro, a empresa consegue manter um fluxo constante de entrada e saída de mercadorias. Dessa forma, evita a formação de estoques excessivos ou a escassez de produtos, otimizando o planejamento de compras e reposições.

Um exemplo prático da importância do FIFO é o setor de alimentos. Imagine um supermercado que não segue o FIFO em sua seção de frutas e verduras. 

Se os produtos mais antigos não forem vendidos primeiro, podem se deteriorar e perder a qualidade, resultando em desperdício. Ao aplicar o FIFO, o supermercado garante que os produtos sejam comercializados a tempo e evita perdas financeiras.

De forma resumida, podemos dizer que o FIFO desempenha um papel crucial na logística, ajudando as empresas a evitar erros de estocagem, reduzir desperdícios, otimizar o fluxo de produtos e melhorar o planejamento de compras. No próximo tópico, exploraremos mais a fundo as vantagens práticas do FIFO e como implementá-lo de forma eficaz.

Vantagens do uso do FIFO

Agora que você já compreendeu a importância do FIFO na logística e no gerenciamento de estoque, é hora de explorar as vantagens específicas desse modelo. 

Ao implementar o FIFO, a sua empresa poderá desfrutar de uma série de benefícios que contribuirão para uma melhoria ampla nos processos internos que pode, inclusive, impactar diretamente nos seus rendimentos e no lucro da sua organização.

A seguir, vamos abordar as principais vantagens em detalhes, permitindo que você compreenda como o FIFO pode melhorar a sua operação logística. Confira:

Agilidade dos processos

Uma das vantagens do uso deste modelo na logística é a agilidade que ele proporciona aos processos

Ao adotar o método First In First Out, você garante que os produtos mais antigos sejam utilizados ou vendidos primeiro, evitando o acúmulo de estoque e o risco de produtos vencidos ou obsoletos. 

Isso naturalmente contribui para uma operação logística mais eficiente, já que facilita o manuseio e a organização, garantindo uma melhor gestão do fluxo de mercadorias. 

Por exemplo, imagine uma loja de roupas que utiliza o FIFO: ao organizar as peças de acordo com a data de entrada, é mais fácil identificar quais produtos precisam ser colocados à disposição dos clientes, reduzindo o tempo de busca e aumentando a agilidade no atendimento.

Facilidade no manuseio dos produtos

A facilidade no manuseio dos produtos é um dos motivos da agilidade citada anteriormente, mas ela não contribui só para a aceleração dos processos. 

Ao seguir a ordem de entrada e saída, você mantém uma disposição organizada das mercadorias, o que facilita sua localização e manuseio. 

Por exemplo, em um armazém de alimentos, ao utilizar o FIFO, os produtos mais antigos estarão sempre na frente, permitindo um acesso mais rápido e fácil para a retirada.

Isso evita a necessidade de movimentar toda a pilha de produtos para encontrar o que precisa, economizando tempo e esforço. 

Além disso, a organização proporcionada pelo FIFO reduz a probabilidade de danos aos produtos durante o manuseio, pois evita a movimentação excessiva das mercadorias.

Diminuições em perda de estoque

Uma das vantagens significativas do uso do FIFO na logística é a redução da perda de estoque. Ao priorizar a venda ou utilização dos produtos mais antigos, você evita o acúmulo de mercadorias que podem se tornar obsoletas, vencidas ou perder seu valor ao longo do tempo. 

Isso é ainda mais importante quando nos referimos a estabelecimentos que comercializam produtos perecíveis como alimentos ou remédios, pois garante que os produtos que estão mais próximos do vencimento sejam despachados e consumidos primeiro, minimizando o desperdício e maximizando o aproveitamento do estoque.

Vamos considerar um exemplo de uma loja de brinquedos. Ao aplicar o FIFO, os brinquedos mais antigos serão colocados à disposição dos clientes primeiro. Isso evita que os itens fiquem ultrapassados ou percam o interesse das crianças com o passar do tempo. 

Ao adotar essa abordagem, a loja garante que os brinquedos sejam vendidos durante a temporada de maior demanda, maximizando os lucros e minimizando os riscos de sobras no estoque.

A adoção do FIFO na logística permite um melhor controle do estoque e reduz as perdas decorrentes de mercadorias que não foram vendidas ou utilizadas dentro de um determinado prazo. 

Isso resulta em uma gestão mais eficiente do inventário, garantindo que os produtos sejam aproveitados da melhor maneira possível e evitando prejuízos financeiros causados por itens encalhados ou com validade expirada.

Diminui problemas de precificação

Outra vantagem do uso do FIFO na logística está relacionada à diminuição de problemas de precificação. Quando os produtos são organizados e vendidos seguindo a ordem de entrada, é mais fácil manter um controle preciso sobre os valores e evitar confusões na hora de definir os preços.

Vamos imaginar uma situação em uma loja de roupas. Suponha que a loja tenha recebido uma nova coleção de camisetas de diferentes modelos e preços. Ao utilizar o FIFO, as camisetas mais antigas serão vendidas primeiro, garantindo que as etiquetas de preço correspondam corretamente a cada item. Dessa forma, evita-se a possibilidade de cobrar um valor mais alto por uma peça que deveria estar com desconto ou vice-versa.

É importante ressaltar que a aplicação do FIFO não apenas reduz problemas de precificação, mas também contribui para a transparência e confiabilidade das operações comerciais, garantindo que os clientes sejam tratados de forma justa e recebam o valor correto pelos produtos adquiridos.

Melhoras no prazo de entrega

Outra vantagem da adoção desse método na logística é a uma significativa redução no prazo de entrega dos produtos. 

Como você já sabe, quando os itens são organizados seguindo a ordem de entrada, é mais fácil localizar e despachar os produtos mais antigos, reduzindo o tempo necessário para atender aos pedidos dos clientes.

Podemos exemplificar com uma distribuidora de alimentos perecíveis. Ao adotar o FIFO, a distribuidora garante que os alimentos com prazos de validade mais próximos sejam movimentados e entregues primeiro. 

Isso reduz o tempo que os produtos passam em estoque, minimizando o risco de expiração e desperdício. Como resultado, a distribuidora pode atender pedidos com maior agilidade, garantindo que os produtos frescos cheguem aos clientes dentro do prazo desejado.

Em suma, todo método que auxilie na aceleração de processos logístico, contribui diretamente para uma redução significativa no prazo de entrega, o mesmo ocorre com FIFO, FEFO E LIFO, que você também conhecerá, a seguir.

Quais as diferenças entre FIFO, FEFO e LIFO?

Na gestão de estoque, além do FIFO, existem outros dois métodos comumente utilizados que se assemelham em alguns aspectos: o FEFO (First Expired First Out) e o LIFO (Last In First Out). 

Cada um deles possui características e aplicações específicas, e entender suas diferenças é essencial para a gestão eficiente do estoque. Vamos explorar cada um deles na sequência.

FEFO (First Expired First Out) 

O FEFO é semelhante ao FIFO, mas é especialmente aplicado a produtos perecíveis ou que possuem datas de validade importantes

Nesse método, os itens com a data de validade mais próxima são priorizados para uso ou venda, evitando que produtos vencidos sejam disponibilizados aos clientes. O FEFO é utilizado em setores como indústria farmacêutica e alimentícia, nos quais a qualidade e segurança dos produtos são fundamentais.

Por exemplo, em uma farmácia, medicamentos com datas de validade próximas ao vencimento são identificados e colocados em destaque, permitindo que sejam utilizados ou vendidos antes de expirarem, garantindo a eficácia e a segurança dos produtos fornecidos aos clientes.

LIFO (Last In First Out)

Ao contrário do FIFO e FEFO, o LIFO segue a lógica inversa, ou seja, os produtos mais recentes são utilizados ou vendidos antes dos mais antigos. 

Esse método é utilizado principalmente em situações em que a validade ou ordem de entrada dos produtos não é uma preocupação, como na gestão de estoques de matérias-primas ou em indústrias que utilizam processos de produção contínua.

Em alguns casos específicos no setor de tecnologia, por exemplo, o LIFO pode ser aplicado. Em empresas que fabricam componentes eletrônicos, como microchips, o LIFO pode ser utilizado para controlar o estoque de peças. 

Ao seguir o método, as peças mais recentes são usadas primeiro, garantindo que sejam utilizadas enquanto continuam atualizadas e compatíveis com as demandas do mercado em constante evolução.

Ao compreender as diferenças entre FIFO, FEFO e LIFO, é possível escolher o método mais adequado para a gestão do estoque, considerando as necessidades e características do negócio. 

Isso porque cada um desses métodos oferece vantagens específicas e pode ser aplicado conforme o tipo de produto, setor de atuação e demandas do segmento em questão.

Conclusão

Reconhecer e entender os diferentes métodos de gestão de estoque, como FIFO, FEFO e LIFO, é fundamental para uma eficiente administração logística. O FIFO se destaca por ser uma abordagem eficiente e amplamente utilizada para o gerenciamento de estoques. Ele oferece diversas vantagens, como a redução de desperdícios, a prevenção de produtos vencidos ou obsoletos, a agilidade nos processos logísticos e a melhoria dos prazos de entrega. 

Ao adotar o FIFO, as empresas podem otimizar o fluxo de mercadorias, garantir uma melhor gestão do inventário e proporcionar um serviço mais ágil e eficaz aos clientes. A implementação impulsiona a eficiência operacional, maximizando a rentabilidade e alcançando o sucesso nos negócios. 

Vale lembrar que cada segmento pode exigir estratégias específicas. Portanto, ao considerar a gestão de estoque, é fundamental analisar o contexto e as características dos produtos, a fim de implementar o método mais adequado que atenda às necessidades da empresa.

Navegue por tópicos

  • O que é FIFO?

  • Qual a importância do FIFO para a logística?

  • Vantagens do uso do FIFO

    • Agilidade dos processos

    • Facilidade no manuseio dos produtos

    • Diminuições em perda de estoque

    • Diminui problemas de precificação

    • Melhoras no prazo de entrega

  • Quais as diferenças entre FIFO, FEFO e LIFO?

    • FEFO (First Expired First Out) 

    • LIFO (Last In First Out)

  • Conclusão

Tags:

  • DLoja Virtual

Alexandre Nogueira

Alexandre Nogueira é jornalista, Redator SEO, Copywriter e especialista em tecnologia. Possui ainda pós-graduação em Jornalismo Esportivo e especialização em marketing digital. Já trabalhou em grandes agências, como a Rock Content e a SharpSpring. Escreve sobre Tecnologia, Marketing digital, SEO, Cultura e Esportes. Ama jornalismo, games, tecnologia, pets, cinema, viajar, escrever, o futebol e o Santos, não necessariamente nessa ordem.

Mais artigos do autor

Garanta sua presença online

Encontre o nome perfeito para seu site

www.

Comentários