O FTP é um protocolo que permite a troca de arquivos entre computadores conectados à internet. Veja como ele funciona na prática e como utilizá-lo..

O protocolo FTP já estava protegendo os arquivos que eram transferidos pela internet muito antes do armazenamento em nuvem.

Se antes era necessário um dispositivo físico como um cd-rom e até mesmo um pen drive para transferir arquivos de um computador para o outro, o avanço da internet permitiu que tudo fosse feito on-line.

A grande questão era manter a segurança desses arquivos, já que os dados passariam por uma infinidade de conexões na rede até chegar ao seu destino final.

O FTP é uma ferramenta muito importante para quem tem o próprio site e utiliza serviços de hospedagem, pois diminui relativamente o número de solicitações em seu servidor e seu gerenciamento pode ser feito diretamente pelo cPainel do administrador.

Além disso, é possível usar o FTP sem instalar nenhum programa, e mais adiante você vai aprender como fazer isso. 

Se você quer saber mais sobre esse protocolo e como o FTP funciona, continue lendo este artigo!

O que é o FTP?

Desenvolvido na década de 1970 pelo estudante de engenharia elétrica Abhay Bhushan, o File Transfer Protocol (FTP), ou Protocolo de Transferência de Arquivos, é um tipo de mensageiro, ou seja, ele transporta arquivos entre computadores pela internet.

Através do FTP, você pode mandar arquivos para outra máquina ou armazená-los em um servidor FTP. 

O objetivo é melhorar a segurança da transferência de arquivos, já que, naquela época, a internet se tornava mais acessível e o uso de computadores domésticos crescia. Isso desencadeou um aumento no número de transferências de arquivos entre uma máquina e outra.

Como o FTP é um protocolo que realiza a troca de arquivos pela internet, ele é um “paralelo” do que conhecemos hoje conhecemos como Cloud Computing.

O protocolo de transferência de arquivos, mesmo inventado há quase 50 anos, é usado até hoje, principalmente por quem administra domínios.

Para que serve o FTP?

Seu papel é fazer o transporte de arquivos entre servidores locais, mas ele também troca correspondências entre a internet e as redes domésticas.

Uma das principais funções do FTP é a proteção contra invasões de malwares que podem acontecer a qualquer momento na internet. Quanto mais alto o número de solicitações, o risco consequentemente é maior.

Para servidores que recebem uma grande quantidade de acessos, são utilizados servidores FTP, sobre os quais falaremos mais adiante.

Além de ajudar diretamente na melhora da velocidade de conexão, já que busca primeiro a URL pesquisada internamente, o protocolo muitas vezes dispensa a necessidade de conexão com outros servidores.

Como funciona o FTP?

Quando você digita um domínio na sua barra de pesquisa, está solicitando ao servidor daquele site acesso às informações armazenadas nele.

Isso pode ser perigoso, pois imagine centenas e até milhares de pedidos por minuto a um mesmo servidor. Além de sobrecarregar o sistema, a vulnerabilidade a ataques cibernéticos é muito alta.

O FTP então funciona quando você busca alguma coisa na internet. Sua pesquisa é recolhida pelo FTP, que vai consultar primeiro seu histórico. 

Se você já acessou aquela URL anteriormente, muito provavelmente suas informações estão registradas em algum lugar do seu cache. O FTP vai trazer desse banco a informação que você está tentando acessar. 

Caso contrário, seu pedido será anotado e levado por ele até a rede externa. Ele também será o responsável por transportar a informação de volta até a rede interna e entregá-la a você.

Tudo isso acontece em milésimos de segundos, e não é possível prever o número de conexões que foram necessárias para concluir a ação, por isso, a segurança é o segundo ponto forte do protocolo FTP.

Ele também age da mesma forma quando você envia um arquivo de uma máquina para outra pela internet. Seu arquivo é recolhido e transportado pela internet até seu destino final. 

O arquivo é entregue ao mensageiro local, ou seja, o FTP instalado na máquina de quem recebe, e este então ficará encarregado de concluir a missão de entrega.

Assim, você não precisa instalar nada no seu computador para usar o protocolo FTP, basta possuir uma conexão com a internet.

Para fazer isso, basta digitar “ftp://número do ip” em seu navegador e um prompt será exibido. Ali, você precisará inserir seu usuário e senha para usar o servidor, porém com uma velocidade mais baixa.

Mas atenção! Existe uma grande diferença entre o protocolo FTP e o servidor FTP, você sabe quais são elas?

O que é um servidor FTP?

Diferentemente do protocolo FTP, que tem como principal missão transportar arquivos com mais segurança, o servidor FTP é um espaço virtual administrado por um programa instalado no computador ou é fornecido pelo seu servidor de hospedagem.

Ele é útil para pessoas que recebem muitas solicitações, como donos de site, por exemplo. Dessa forma, é possível gerenciar melhor os acessos e garantir mais agilidade e segurança às suas visitas diárias, e tudo isso é feito pelo cPainel de administrador.

Aqui, o FTP funciona semelhantemente ao armazenamento em nuvem, pois, quando você carrega uma imagem em seu site, por exemplo, ela será mantida pelo servidor para depois entregá-la aos usuários, quando estes acessarem à sua página on-line.

Lembrando também que, por medidas de segurança, sempre serão solicitados dados de usuário e senha antes de transportar qualquer tipo de arquivo.

Quais são as vantagens de se usar FTP?

Como vimos anteriormente, o protocolo FTP pode ser uma excelente segurança para seu site, pois diminui a necessidade de conexões diretas aos servidores externos. 

Ele também atua diretamente na melhora da velocidade de conexão, já que pode recolher a URL que você busca em seu armazenamento interno.

Quando se usa um servidor FTP, a grande vantagem é a eficiência com que os dados são transportados. Isso porque você pode carregar seus arquivos e gerenciá-los de maneira totalmente on-line.

Como sua tecnologia age através da internet (nuvem), suas informações sempre ficarão armazenadas — a não ser que você mesmo as delete. De outro modo, qualquer problema técnico que houver com seu equipamento não afetará a integridade dos arquivos.

Por último e não menos importante, o FTP pode ser configurado com ferramentas de compartilhamento, ou seja, ele permite que várias pessoas acessem o mesmo arquivo e o editem se necessário. 

É claro que esse processo exige autenticação, mas é bem útil para equipes que trabalham simultaneamente em um único projeto.

Viu só como o File Transfer Protocol influencia em várias tarefas que exercemos no cotidiano na internet?

Não deixe de compartilhar o que você achou deste conteúdo com a gente! Assine a nossa newsletter para não perder nenhum conteúdo publicado aqui no blog da HostGator.