Gateway de pagamento é um termo que pode soar um pouco estranho para quem está iniciando no mundo do e-commerce. As possibilidades na internet, para quem deseja comercializar no virtual, são inúmeras. Por isso, é importante que o empreendedor conheça todas as opções tecnológicas à disposição

Está sem tempo de ler? Clique no player abaixo e ouça o conteúdo deste post!

Pensando nisso, no artigo de hoje, iremos falar sobre gateway de pagamento, entender a sua função, suas vantagens e desvantagens e ainda conferir os principais meios de pagamentos utilizados nos últimos anos.

Afinal, o que é gateway de pagamento?

O gateway de pagamento é uma aplicação usada em diversos e-commerces para realizar as transações de pagamentos entre o cliente e a loja virtual.

Apesar de simples, o entendimento vai um pouco mais longe: esse mecanismo liga as plataformas virtuais às organizações bancárias.

Sendo assim, isso elimina quaisquer tipos de intermediários ao pagamento.

A experiência do cliente melhora bastante nesse caso, já que ele não precisa ser redirecionado para outra página para finalizar a compra.

Para a loja, isso também é uma vantagem, pois diminui possíveis desistências no “meio do caminho” entre a escolha do produto e o pagamento.

Os facilitadores de pagamento

Diferente dos Gateways, os facilitadores de pagamento ou intermediários de pagamentos são as plataformas que funcionam fora do e-commerce para realizar as transações de pagamentos.

Provavelmente você já deve ter se deparado com algumas dessas plataformas na internet. As mais populares no  Brasil são a Pagseguro e Paypal.

Essa é uma opção tão eficiente quanto o gateway de pagamento para as lojas virtuais que ainda não possuem o mecanismo de pagamento integrado ao site.

Na prática, o cliente irá escolher o produto dentro do e-commerce.

Na hora do pagamento, será redirecionado para alguma dessas plataformas, onde irá inserir seus dados e finalizar o processo.

As características e vantagens do gateway de pagamento

  • Rapidez: os pagamentos feitos através desta aplicação levam cerca de 3 segundos para serem processados.
  • Economia: costumam ser uma opção com melhores taxas em relação aos facilitadores de pagamentos.
  • Adaptável: o gateway de pagamento possui uma interface que se adapta facilmente a qualquer tipo de processo de pagamento.
  • Recursos: alguns gateways mais robustos possuem diversos recursos como cobrança recorrente, pagamento com dois cartões e até compras em 1 clique para clientes já cadastrados.
  • Mais opções: com o gateway de pagamento você poderá escolher mais bandeiras de pagamentos em relação aos facilitadores de pagamento.

Pontos de atenção ao optar por um gateway de pagamento

  • Suporte antifraude: quando se contrata um gateway de pagamento, é importante contratar também um sistema antifraude para se integrar ao site e garantir a segurança nas transações.
  • Burocracia: ao contratar um gateway o processo de implantação pode se tornar burocrático já que será necessário firmar um acordo com diversos operadores financeiros.
  • Prazo: o prazo para que a aplicação de pagamentos esteja funcionando perfeitamente dentro do e-commerce pode ser de até 60 dias, devido a todas as burocracias envolvidas.

Assista ao Vídeo: 5 passos práticos para destacar a sua loja virtual! 

Você sabe quais são os meios de pagamento mais utilizados no e-commerce?

Já vimos o que é o gateway de pagamento, a sua função e como ele te ajudará no seu site.

Agora vamos saber quais são as formas de pagamentos mais comuns na internet.

Cartão de crédito

O cartão de crédito costuma ser o meio favorito dos consumidores para efetuar compras em lojas virtuais.

Além do processamento rápido, essa modalidade de pagamento pode trazer inúmeros benefícios ao cliente, como o acúmulo de pontos que podem ser trocados por produtos e milhas que são utilizadas na compra de passagens aéreas.

Boleto bancário

Apesar da transformação digital o boleto não caiu em desuso.

Pelo contrário, diversos e-commerces até mesmo dão desconto para quem opta por esse meio de pagamento.

A grande desvantagem desse tipo de transação para a loja virtual é que muitos consumidores geram boletos e não pagam, resultando em uma grande retenção de estoque.

Débito em conta

Esse é um meio de pagamento que vem ganhando terreno nos últimos anos.

De forma prática ele se assemelha ao boleto, por ser um pagamento à vista.

O grande diferencial aqui está na velocidade em que o pagamento acontece.

O boleto pode demorar até 3 dias para compensar, já o débito em conta em geral é processado em poucas horas.

Todas essas formas de pagamento podem ser processadas por um gateway de pagamento dentro do e-commerce.

Gostou de saber mais sobre Gateway de Pagamento? Deixe seu comentário!