Tudo sobre MySQL está aqui no blog da HostGator. Aprenda mais sobre as vantagens desse gerenciador de banco de dados e veja como implementá-lo em seu site.

Um banco de dados relacional é usado para armazenar e organizar dados estruturados por meio de tabelas vinculadas. No entanto, para criar e gerenciar dados nele, é necessário usar um software de gerenciamento de banco de dados — é aí que entra o MySQL!

Quer entender melhor o que é e quais são as vantagens desse software? Continue acompanhando o artigo!

O que é o MySQL?

Entre os softwares de gerenciamento de banco de dados, um dos mais populares é o MySQL. Ele foi desenvolvido em 1994, pela empresa sueca MySQL AB, que, em 2008, foi comprada pela americana Sun Microsystems. Dois anos depois, por sua vez, a famosa Oracle adquiriu a Sun Microsystems, ficando com a patente do MySQL.

O sistema MySQL possui várias peculiaridades. Em primeiro lugar, é um software de código aberto, o que significa que pode ser usado livremente e modificado à vontade. Por esse motivo, qualquer pessoa pode instalar e personalizar o código fonte para atender às suas necessidades específicas.

Além disso, uma versão comercial é oferecida para pessoas que desejam mais flexibilidade e se beneficiam de suporte adicional. A outra particularidade do MySQL é seu modelo cliente-servidor. Funciona assim: sempre que os clientes precisam de acesso aos dados, eles se conectam ao servidor do banco de dados relacional.

Nesse contexto, os computadores nos quais o MySQL está instalado e em execução são os chamados “clientes”.

Como o MySQL funciona?

Vamos a uma explicação mais detalhada desse funcionamento? Os dispositivos do cliente se conectam a um servidor por meio de uma rede específica. Cada cliente emite uma solicitação da GUI (interface gráfica) em sua tela. Em resposta, o servidor produz o resultado desejado, desde que compreenda a instrução. 

Esse processo é chamado de cliente-servidor, ou seja, a base de dados está em um servidor que só é utilizado para isso. Para interagir com ela, você deve utilizar um software “cliente”, que irá consultar o servidor e transmitir os dados. Portanto, na verdade, você está instalando duas coisas (pelo menos): o servidor e o cliente. 

Cada solicitação é feita por meio do cliente. Você nunca discutirá diretamente com o servidor, por isso, precisa de uma linguagem para repassar as solicitações que deseja fazer (a linguagem SQL).

Em resumo, o processo é dividido em três etapas: em primeiro lugar, o MySQL cria um banco de dados. Depois, os clientes realizam consultas na linguagem SQL. Por fim, a aplicação do servidor responde, fornecendo as informações solicitadas que aparecem na tela.

Existe uma grande variedade de interfaces para MySQL, algumas das mais populares são: MySQL WorkBench, SequelPro, DBVisualizer e Navicat DB Admin Tool. Dentre elas, existem opções gratuitas e pagas!

Quais são as vantagens do MySQL?

Também são vários os softwares do tipo RDBMS (sistema de gerenciamento de banco de dados). No entanto, o MySQL é de longe o mais popular! Ele é usado para armazenamento de dados por vários gigantes da web, como o Facebook, o Twitter, o YouTube, o Google e o Yahoo, dentre muitos outros. Entenda quais são as vantagens!

Código aberto

A flexibilidade oferecida por seu caráter de código aberto é uma grande vantagem do MySQL, além de ser gratuito e fácil de usar. 

Facilidade de uso

O MySQL é fácil de configurar e requer um mínimo de ajuste para atingir níveis de desempenho excelentes. Ferramentas de interface gráfica terceiras, como MySQL Workbench e dbForge Studio, tornam o MySQL ainda mais simples para começar a usar o banco de dados, o que é uma mão na roda para iniciantes.

Compatibilidade

Hoje, o MySQL oferece compatibilidade com a maioria das principais plataformas de computador, como Linux, macOS, Microsoft Windows e Ubuntu. Além disso, proporciona alto desempenho para armazenamento de grandes volumes de dados ou Business Intelligence. Essa solução tem sido usada por muitos anos em todos os setores, portanto, há muitos recursos disponíveis para desenvolvedores. 

Suporte da comunidade

O apoio da comunidade é significativo para a melhoria de qualquer sistema de banco de dados! Nesse ponto, o MySQL sai na frente com uma comunidade muito ativa, que continuamente ajuda na melhoria dos recursos existentes. Muitas vezes, isso acaba dispensando o próprio suporte técnico da Oracle, o que é um ótimo benefício para quem não deseja custear esse serviço.

Segurança

Finalmente, a segurança dos dados é garantida pelas funcionalidades do Access Privilege System e do User Account Management, além de criptografia de senha. Assim, o MySQL é altamente seguro, graças aos vários recursos de segurança, alguns bastante avançados.


Como utilizar o MySQL?

Agora que você já sabe quais são as vantagens desse software tão popular, vamos falar um pouco sobre como usá-lo, na prática. Confira, abaixo, algumas informações básicas de uso do MySQL, selecionadas especialmente para você que está começando!

Como acessar o console do MySQL

Após instalar o MySQL, você pode acessar o console digitando o seguinte comando no terminal: mysql -u root -p. Depois de inserir a senha raiz do MySQL no prompt, você pode começar a construir seu banco de dados MySQL. Dois pontos a serem lembrados:

  • todos os comandos do MySQL terminam com um ponto e vírgula; se isso não acontecer, o comando não será executado.
  • embora não seja obrigatório, geralmente, os comandos do MySQL são escritos em letras maiúsculas, enquanto bancos de dados, tabelas, nomes de usuário ou texto estão em letras minúsculas para facilitar a distinção. 

Obs.: linha de comando do MySQL não faz distinção entre maiúsculas e minúsculas.

Como criar e excluir um banco de dados MySQL

O MySQL organiza suas informações em bancos de dados, e cada um pode conter tabelas com informações específicas. Você pode verificar rapidamente quais bancos de dados estão disponíveis digitando: SHOW DATABASES;

Criar um banco de dados também é muito fácil: CREATE DATABASE nome do banco de dados;

No MySQL, a frase mais usada para excluir objetos é Drop. Você excluiria um banco de dados MySQL com este comando: Nome do banco de dados DROP DATABASE;

Como acessar um banco de dados MySQL

Assim que tivermos um novo banco de dados, podemos começar a preenchê-lo com informações. A primeira etapa é criar uma nova tabela. Para abrir o banco de dados, basta usar: USE exemplo;

Neste caso, estamos chamando hipoteticamente o banco de dados de “exemplo”.

Como criar uma tabela MySQL

Agora, para criar uma nova tabela MySQL:

CREATE TABLE tabela exemplo ( 

nome VARCHAR (20),

comida preferida VARCHAR (20),

data de nascimento DATE);

Este comando realiza as seguintes ações:

  • cria uma tabela chamada “tabela exemplo” no diretório de exemplo;
  • configura as colunas: nome, comida preferida e data de nascimento;
  • a coluna “nome” foi limitada pelo comando VARCHAR para ter menos de 20 caracteres, assim como “comida preferida”,
  • a coluna “data de nascimento” armazenará as datas no modelo aaaa-mm-dd.

Como adicionar informações a uma tabela MySQL

Agora, é hora de começar a preencher os detalhes! Use este formato para inserir informações em cada linha: INSERT INTO `tabela exemplo` (` nome`, `comida preferida`,` data de nascimento`) VALUES (“Joana”, “Pizza”, ‘2003-08-06’) ;

Se você fizer corretamente, verá a seguinte mensagem de confirmação: Query OK, 1 row affected. Em outras palavras, isso quer dizer que as alterações foram processadas em seu banco de dados. Você pode utilizar esse código para inserir quantos dados quiser em sua tabela.

Como atualizar informações na tabela

Agora que iniciamos nossa tabela com informações, podemos abordar todas as mudanças possíveis. Suponha que você insira algum dado errado, ou de repente, alguma informação mudou. Como fazer para atualizar?

UPDATE `tabela exemplo` 

SET 

`comida preferida` = ‘lasanha’ 

WHERE `tabela exemplo`.`comida preferida` = ‘pizza’;

Você também pode usar este comando para adicionar informações em células específicas, mesmo se elas estiverem vazias.

Como adicionar e excluir uma coluna

Podemos facilmente adicionar uma coluna em nossa tabela desta forma: ALTER TABLE tabela exemplo ADD e-mail VARCHAR (30);

Este comando coloca a nova coluna chamada “e-mail” no final da tabela (por padrão), e o comando VARCHAR, como já falamos, limita a 30 caracteres.

Caso você precise colocar essa coluna em um local específico da tabela, podemos adicionar mais uma instrução ao comando: ALTER TABLE tabela exemplo ADD e-mail VARCHAR (30) AFTER comida preferida; 

Agora, a nova coluna “e-mail” vai aparecer no banco de dados após a coluna “comida preferida”. Bem fácil, não?

Assim como você pode adicionar uma coluna, você também pode excluí-la: ALTER TABLE tabela exemplo DROP e-mail;

Como excluir uma Linha

Se necessário, você também pode excluir linhas da tabela com o seguinte comando: DELETE from [nome da tabela] where [nome da coluna] = [texto do campo];

Esses são apenas alguns comandos básicos para quem está começando a manipular a linguagem do MySQL! É claro que, com a prática, ficará ainda mais fácil. Porém, o software sempre permite trabalhar com dados e configurações complexas, conforme sua necessidade!

Esperamos que este conteúdo tenha ajudado. Não deixe de compartilhar! Aproveite para ler outros artigos sobre marketing, negócios e tecnologia no blog da HostGator.