Qual o melhor Cms

WordPress, Joomla, Drupal, Magento: qual o melhor CMS para seu site?

Escrito por

27 de fevereiro de 2014 | Comentários

Quer viabilizar um site ou blog, quer montar uma loja virtual ou manter uma estrutura de fórum mesmo sem ter muito conhecimento de programação? Então, mesmo que você ainda não saiba, vai se beneficiar da revolução que os CMSs permitiram.

Há alguns anos atrás, apenas quem tinha um conhecimento razoável de programação conseguia colocar um site ou blog no ar. Uma loja virtual e um fórum? Só contando com alguém com muito conhecimento técnico para fazer a edição, publicação e manutenção.

Hoje, com os sistemas de gestão de conteúdo – sim, este é o significado de CMS, do inglês Content Management System -, o usuário pode se concentrar na criação do conteúdo, sem precisar se preocupar muito com os detalhes técnicos (aqueles que estão por trás do funcionamento de um site).

Eles são úteis também para desenvolvedores, que muitas vezes podem utilizar as soluções prontas para diminuir o tempo de desenvolvimento, permitindo que se concentrem em produzir soluções que atendam necessidades específicas de cada cliente, além da produção do layout.

Para compreender mais sobre a área, vamos apresentar o objetivo dos CMSs, além de destacar algumas das opções mais utilizadas atualmente na construção de sites, blogs, lojas virtuais, portais, entre outras aplicações. Confira o post e descubra qual o melhor CMS para você começar agora seu projeto.

CMS: objetivos e principais opções

A essência de um Sistema Gerenciador de Conteúdo (CMS) é facilitar a criação, edição, publicação e distribuição de informações. Para ilustrar, na FAQ da HostGator um CMS é descrito como o esqueleto de um site, que deve ser preenchido pelo usuário com a informação que ele deseja compartilhar.

Existem dezenas de opções disponíveis. Por isso, o indicado é escolher o CMS ideal levando em consideração o tipo de site que você está construindo.

Grande parte dos CMSs disponíveis podem ser instalados através do Instalador Automático que a HostGator disponibiliza no cPanel.

Para conhecer a lista, basta fazer login no cPanel, acessar a caixa Softwares e selecionar o instalador, os CMSs disponíveis para instalação aparecem no menu lateral esquerdo.

Wordpress, Joomla, Drupal, magento, qual o melhor
O WordPress, por exemplo, é o CMS mais utilizado por sites e blogs hospedados na HostGator. Considerada uma das plataformas mais populares atualmente na internet, o WordPress foi desenvolvido com o objetivo de dar suporte a blogs, mas vem sendo muito utilizado também como base para o desenvolvimento de sites.

Assim como o WordPress, o Drupal e o Joomla permitem a publicação, gerenciamento e organização de uma ampla variedade de conteúdo em um site. Como são sistemas mais genéricos, podem ser utilizados para diversas aplicações, que vão desde sites corporativos ou portais, passando por sistemas de intranet corporativa, publicações online e e-commerce, até pequenos sites de negócios online.

Já o Magento é uma aplicação de comércio eletrônico bastante popular. Como apresenta grande capacidade de customização, é referência para publicação, edição e manutenção de um e-commerce.

Além dos quatro CMSs citados acima, uma infinidade de recursos estão disponíveis para fins genéricos ou mais específicos. Para o desenvolvimento de fóruns, por exemplo, existem opções como o bbPress e phpBB. Já para a área educacional, opções como o Moodle são muito bem vistas. Também para e-commerce, PrestaShop e ZenCart são referências importantes.

Principais características dos CMSs

Entre as principais determinantes dos CMSs, destaque para:

  • Edição de conteúdo facilitada: considerada uma das principais características, já que permite que até mesmo usuários leigos acessem o site e realizem publicações e edições com grande rapidez;
  • Suporte a múltiplos usuários: a maioria das plataformas de geração de conteúdo permitem o registro, gerenciamento e atribuição de diferentes papéis a vários usuários;
  • Capacidade de personalização: as funcionalidades iniciais podem ser ampliadas ou novas podem ser adicionadas através de plugins e/ou módulos;
  • Gerenciamento e controle de documentos: permite o gerenciamento da publicação, revisão, arquivamento e eliminação de documentos;
  • Apresentação gerenciada através de templates: este tipo de gerenciamento permite a troca rápida de interface, independentemente do conteúdo de cada página;
  • Controle de fluxo: permite níveis de publicação, revisão e aprovação. Por exemplo, um usuário pode enviar um artigo sem publicá-lo imediatamente, para que seja revisto por um editor e aprovado por um editor-chefe.

Quer saber mais sobre as principais plataformas de gerenciamento de conteúdo? Você pode ajudar a construir os próximos posts sobre o assunto. Deixe seus comentários e sugestões abaixo.

A partir deste post você verá muitos conteúdos novos e/ou atualizados sobre as plataformas mais utilizadas.

Tags:, , , ,
Comentários